Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





VELHA SOFISTICADA

por afifenoticias, em 21.03.09

 

VELHA SOFISTICADA DE MAIS, PARA RESPEITAR A TRADIÇÃO-

                  

Afife viveu uma vez mais a “Sarração da Velha”, tradição que sempre acontece a meio da Quaresma, com a participação de inúmeras pessoas, acompanhadas pelos triquelitraques lá foram integrando o cortejo até á Mesa do Cruzeiro. Este ano o andor da velha, voltou a ser feito pelos idosos do Centro de Dia de Afife, mas ao contrario daquilo que havia acontecido no ano anterior a tradição não foi respeitada, já que em vez de aparecer como é da tradição, o andor com a Velha, que neste caso simbolizava a pessoa mais idosa da Freguesia, apareciam dois bonecos com critica escrita nas costas e muito modernos para se identificarem com a tradição. Estes fizeram mais lembrar a Velha de Gateira, sem tradição e criada nos anos 50 e que se realizou alguns durante alguns anos, em que o objectivo era a critica a situações locais. Aqui e porque se tratava de uma secular tradição Afifense esperava-se que fosse mantida a sua originalidade, até para não enganar as gerações mais novas e os vindouros, pois em vez de se galhofar, pretendeu-se criticar e até se trocou-se a cabeça de chila, por uma face plástica devidamente maquilhada.

                         

Não acreditamos que os idosos do Centro de Dia se tivessem esquecido, daquilo que era a tradição, ou se pelo contrario, mais identificados estarão com a Velha de Gateira, então nesse caso não custava nada dizer que aquela, era o reviver da Velha de Gateira. Fora este pequeno problema, que é uma grande questão a ponderar se a Velha de Afife não terá mais originalidade num outro qualquer local, que na terra que durante séculos soube respeitar e ser fiel sem qualquer alteração nesta tradição.

O CORTEJO

O cortejo da Velha saiu á rua, com vários tocadores de triquelitraques, que cedo se juntaram frente á sede do NAIAA, em animados despiques, com a Marcha, o Sarra e o Esgalha, acompanhando depois o cortejo até ao largo do Casino, onde se juntaram mais pessoas que engrossaram o cortejo até ao Largo do Cruzeiro.

            

Pelos lados do Cruzeiro, apareciam varias pessoas com o seu triquelitraque, como era o caso do Lino, que vem desde os lados de Gateira, para participar no cortejo, tal como o em feito em anos anteriores.

            

A queima que não estava nas previsões aconteceu a meio da estrada Pedro Homem de Mello, e nem sequer o kit de incêndios da Junta de Freguesia, apareceu?

               

No entanto acontece que quando a Velha estava perto da Casa do Povo, incendeia-se o papel e a Velha, que neste caso eram os bonecos apresentados, ficam reduzidos á armação, foi o queimar antes de tempo. Mas antes á saída do Casino, já sobravam peças do boneco, pouparam na cola ou nos pregos?

            

Depois de nada mais haver para arder, na padiola seguiu a armação, com paus e arames até ao Cruzeiro.

              

Mas calmas as chamas, lá seguiu tudo até á Mesa do Cruzeiro, onde á ultima da hora se vestiu de novo o boneco e assim ficou pronto, para a nova queima.

Foi então lido o testamento, altura em que pararam de tocar os triquelitraques e estes até serviam de banco para um pouco de descanso, depois de tanto esgalhar.

               

Ninguém arredou pé do largo do Cruzeiro, antes da queima e depois de ouvir o Sarra final.

              

Seguidamente e ao som dos triquelitraques com o Sarra, lá se ateou fogo ao boneco que já tinha pouco para arder.

                     

                                                 *******************************************

                                     

Depois de queimar o pouco que restava da Velha, é tempo de recolher os triquelitraques e coloca-los lá no alto das chaminés, porque para o ano, há mais, mas esperta-se que seja respeitada a tradição com a sua originalidade, porque só assim é que a tradição tem  seu valor, porque Velha, como a de Gateira, encontra-se em qualquer  Freguesia.

.

21 de Março de 2009

afife noticias informação

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:13



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTADOR

estatisticas gratis


geo-visitas




Favoritos