Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

...

 

 

AFIFE DIGITAL

Edição do Afife Noticias de 31 de Maio de 2008

 

 

 

 JORNAL SEMANARIO ON-LINE DE AFIFE

ACTUALIZADO AOS SÁBADOS PELAS, 21H30

ENVIE-NOS NOTICIAS PELO E-mail   afifenoticias@sapo.pt

Para saber as noticias em tempo real, clik em  NOTICIAS EM TEMPO REAL

.PRAIAS DE AFIFE, AINDA POR LIMPAR

.HÁ TRES GOLFINHOS A APODRECEREM NAS PRAIAS

.FESTAS DE SANTO ANTONIO A 15 DIAS DO INICIO

.ANDAM A VEDAR O PATRIMONIO DA FREGUESIA

OBRAS DO LARGO DO      CASINO, SÃO BISCATES. 

.

As obras são feitas em jeito de biscate e só se trabalha aos sábados, em que os trabalhadores normalmente  até ganham mais, porque são consideradas, como horas extras.

                 

As obras do Largo Tomas Pinto, frontal ao Casino Afifense, foram interrompidas uma vez mais, quando nada o fazia prever, até porque aí se fizeram horas extras e os trabalhos caminhavam a bom ritmo. Não conseguimos a tempo desta edição saber o porque de nova paragem, mas pensa-se mesmo que a pavimentação só será feita, depois de concluída a tubagem das aguas pluviais provenientes da Estrada de Cabanas e até se ventila, que a obra terá parado, devido ao estrangulamento que se estava a fazer no inicio do Caminho de Paranhos, ali frente ao antigo supermercado. No entanto não conseguimos a confirmação oficial, por parte do responsável da obra, que é a Câmara Municipal de Viana do Castelo. O certo  é que as obras já consideradas de Santa Engracia, continuam a ser tema de conversa de café, mas pela pior razão, já que os Afifenses não gostam de ver a obra a parar e a arrancar, porque assim acontece já desde Março e em dois meses, foram mais as paragens que obra feita, mantendo-se sim a lama em dias de chuva e o pó em tempo seco.

                 

Neste momento já foram colocadas as guias em granito que vão dividir a largura dos passeios, tanto na área da escola, como em redor do edifício do Casino. Foram igualmente colocadas as guias para o pátio e esplanada do casino, espaços estes que agora ficam com uma área bem maior e até alguns comentam que esta é exagerada, enquanto o passeio do lado da  escola reduzido e ainda por cima com o tropeço, dos tubos de arejamento das condutas das aguas do Minho e Lima.

         

Os mais pessimistas, vão alertando para que os Afifenses se irem preparando para mais um verão com pó, porque não se vê a luz ao fundo do largo, para que as obras tenham continuidade.

            

Acontece que hoje e para espanto de muitos (sábado) os trabalhadores, apareceram logo pela manhã, para darem continuidade à obra e logo todos ficaram admirados e interrogavam-se, porque é que nesta obra Camararia se trabalha só ao sábado?

A resposta foi facil de encontrar, è  que isto é um biscate e como tal só se trabalha fora de horas normais e como os trabalhadores são de Guimarães, não lhes dá para fazerem horas depois das 17h00. Por tal aproveitam os sábados, porque é a meneira de ganharem mais uns trocados, pois os biscates são assim.

           

.

31  de  MAIO  de 2008

 

 

LIXO DA PRAIA

LIXO DA PRAIA, DÁ PARA EXPOSIÇÃO NA AREIA.

         

 Alguma imaginação e o lixo espalhado pelas areias da praia da Arda, serviu para expor na areia  um pouco de tudo aquilo que vem dar as nossas praias. Acontece que alguém com muita imaginação, lá foi recolhendo os muitos plásticos, essencialmente, espalhados pelo areal e não são assim tão poucos e de uma forma artística, criou as imagens que ainda estão patenteadas na praia da Arda, que se nos afigura um burro, um homem, a mesa, a fogueira e as bandeiras em tom de romaria.

      

Para tal muito contribuíram os frascos de plástico, garrafas do vinho, garrafas da lixivia, cordas, garrafas de refrigerantes, luvas, bóias, sinalizadores de apetrechos da faina, bandeiras das redes, covos e muitos outros utilizados pelos pescadores na sua arte.

        

É de realçar que nesta altura do ano e uma vez que ainda não se procedeu à limpeza das praias, são inúmeros os plásticos e outros tipos de lixo que enchem o areal das varias praias da Freguesia, provenientes das cheias dos rios e ate arrastados pela força dos ventos de outros locais mais distantes.

Certamente que as entidades competentes na altura da abertura oficial desta época balnear, que já se aproxima, tudo estará devidamente  limpo, até porque ao presente a sujidade nas praias, não tem feito muita diferente, porque o tempo não tem estado nada convidativo para ir à praia. Mas a partir de agora, já se exige uma primeira acção de limpeza em todo o areal, que numa primeira fase até tem sido manual.

             

Em tempos, as praias de Afife eram infestadas por garrafas plásticas, vindas da Galiza, devido à força dos ventos de norte, que as arrastava das lixeira. Esta situação foi resolvida e a partir daí, foi notória a diminuição dos plásticos provenientes dessas bandas. Há no entanto um crescimento de recipientes de plásticos que por vezes enchem as nossas praias, provenientes das plataformas de criação de mexilhão, que quando o mar se torna alteroso e causa danos nessas estruturas, os baldes de criação desprendem-se e com os ventos de norte, vem ter ás praias de Afife em enormes quantidades.

Na proxima edição, vamos mostrar como encontramos as nossas praias no primeiro dia de Junho de 2008                          

.

31 de MAIO de  2008

 

VIADUTO DA CABRITEIRA.

EXPROPRIAÇÃO DE TERRENOS PARA A CONSTRUÇÃO DO VIADUTO DA CABRITEIRA.    

                                 

 

O viaduto da Cabriteira, vai brevemente  ter  as suas obras iniciadas. até porque já foram efectuadas as expropriações dos respectivos terrenos, por onde vai ser implantado o viaduto e os acessos. Foi já publicado em Diário da Republica, a declaração de utilidade publica, com carácter de urgência, as parcelas de terreno, onde vai ser construído o viaduto da Cabriteira, bem como o mesmo aconteceu em outros locais onde a Refer, vai construir viadutos, como é o caso de Caqrreço. Em Afife, foram declaradas de utilidade publica seis parcelas. Uma com a área de 74 metros quadrados, no sitio da Folgosa, a confrontar a norte com Maria T. Fontainhas Pires, a sul com António Cândido Lemos, pertencente a Nídia Azevedo Bandeira, com ultima morada conhecida em Barcelos. Uma outra parcela de 85 metros quadrados,  pertencente à mesma proprietária e que confronta  a norte e poente com  o restante prédio, a sul com Giraldino Martins Vieira Lopes, e a nascente com Maria Rosa Ramos Lemos. A parcela 16, com uma área de 325 metros quadrados igualmente no sitio da Folgosa,  que confronta a norte com Ricardina Azevedo, a sul com Rodrigo Marques Gusmão  Carteiro, a nascente com o domínio publico e a poente com Giraldino  Martins Vieira Lopes. O prédio rústico pertence a João Martins Sampaio, com ultima morada conhecida em Lisboa.

            

Parcela 18  com uma área de 363 metros quadrados,  no sitio do Porto, a confrontar a norte com João Martins Sampaio,  a sul com Almerinda Carvalho, a nascente com o domínio publico e a poente com Otelinda Ramos Amorim, o prédio inscrito na  Matriz pertencente a Rodrigo Marques Gusmão Carteiro, com a ultima morada conhecida no Porto.

Parcela 21, com 87 metros quadrados,  no sitio do Porto, confronta a norte com Otelinda Ramos Amorim, a sul com Alberto Carlos Correia de Lemos, a nascente com Almerinda Carvalho  e a poente com o domínio publico. O prédio está registado em nome de Daniel Ramos Ribeiro de Amorim, com ultima conhecida em Povoa de Santa Iria.

Parcela 35, com uma área de 176 metros quadrados,  situada no sitio da Cabriteira  confronta a norte com o domínio publico, a nascente com Sérgio Martins Mesquita e a poente a terminar em bico com restante prédio , a destacar do prédio urbano  inscrito na respectiva Matriz, pertencente a Herdeiros de José Ribeiro Domingues, com ultima morada conhecida em Vila do Conde.Todas as parcelas foram objecto de avaliação documentada por relatório efectuado por perito oficial , tendo posteriormente sido  as vistorias.

              

As obras para a construção deste viaduto devem ser iniciadas durante o mês de Junho e as previsões apontam para que estejam concluídas até ao fim do ano, bem como os acessos  a poente, à nacional 13 e praia e a nascente até ao inicio do caminho do Poço, embora aqui se aponte para a sua continuidade até à estrada Pedro Homem de Mello, com a abertura de um acesso, desde o caminho do Poço, à curva da Luz, sensivelmente, estas são previsões, embora de momento nada de concreto esteja oficialmente decidido.

                  

.

31 DE MAIO DE 2008

Pág. 1/15

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CONTADOR

Contador Gratis

Favoritos

Links

.

  • .

.

  • .

.

  • .
  • .

.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

on line


contador de visitas