Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

...

AFIFE   DIGITAL.       

semanario on-line de Afife   atualização, aos sábados pelas 21h30        

Editado por Afife Noticias,Caminho da Cabriteira, Afife 4900-012 

 

o nosso contacto afifenoticias@sapo.pt                  

 

LOCAL  ON-LINE 00 REGIONAL ON-LINE 00 . NECROLOGIA 00  .   

 

JUNTA de FREGUESIA. CASINO AFIFENSE   .RADIO AFIFENSE   .  

 

APCA               .ROTEIRO                . ASS DESP AFIFENSE             .

Só é autorizada a reprodução parcial ou integral do conteúdo escrito e fotográfico desta publicação, desde que identificada a fonte .   http://afifedigital.blogs.sapo.pt/        

 

ENTRAMOS NA HORA DE INVERNO, OS RELOGIOS ATRASAM UMA HORA A PARTIR DA MADRUGADA DESTE DOMINGO E VAI SER ASSIM ATÉ MARÇO  DE 2013  

                                                         

Mar alteroso em tempo de marés vivas, leva toneladas de areia nas dunas do litoral Afifense. A área da praia do Caracol, foi a mais afetada, onde foi cortada uma parte significativa da duna e destruídos os passadiços de acesso à praia.

 

 

Monte de Santo António, pode ser alvo de uma intervenção de fundo, que  visa a sua reflorestação. A informação foi avançada pelo presidente da junta de freguesia e tudo aponta para que os trabalhos venham a ser realizados, por uma equipa de sapadores florestais, da Associação Florestal do Lima.

 

 

 

Regos foreiros e os espaços confinantes, foram casos esquecidos pelos proprietários. Uma vez mais, ninguém procedeu à sua limpeza, como manda a Código de Posturas da freguesia.

 Litoral Afifense , desde a praia  até ao inicio das leiras (não abandonadas)  está a ficar coberto pela vegetação infestante e neste momento já é esta , uma situação preocupante no que

 toca à parte ambiental da freguesia.

 

Continuam a depositar  lixo nas bermas de caminhos e área litoral, alem de outros, até ali se depositam frigoríficos.

 Há 103 anos, uma lavradeira de Afife merecia honras de primeira pagina na revista do O Século, de 18 de Outubro de 1909.

A Illustração Portugueza, como era chamada esta revista, publicou por duas vezes, temas e fotos de Afife.

 .

Afife,terra da natureza

Por Antero Sampaio

 ANDEBOL.

Afifense está inserido em varias frentes dos campeonatos nacionais e regionais de andebol, mas para já são os juvenis a mostrarem a sua raça, com vitorias e goleadas.

 

FUTSAL

Afifense, entrou com o pé direito no campeonato, mostrando a sua qualidade, com boas exibições, na terceira jornada, recebeu o  Lordelo

 Orfeão de Vila Praia de Ancora, que até conta nas suas fileiras com alguns Afifenses, recreou e fez reviver as antigas desfolhadas,na Praça da Republica.

  
  
  
  
  
  
  
  
  
 Noticias do Concelho de VIANA DO CASTELO   

 Brasão de Viana do Castelo

 Noticias do Concelho de CAMINHA               

 Brasão de Caminha

 NOTICIAS  DE VALENÇA                                  

Brasão de Valença

 
  Este sábado no Casino Afifense a partir das nove da noite, vai decorrer a apresentação de danças pelas alunas da academia Fashion Dance e conta com a presença do cantor Hugo Viana .      
  
 Casino Afifense, vai fazer a festa do S. Martinho, com animação musical.      
  

futsal

 

FUTSAL

 

 

FUTSAL            

Na terceira jornada do campeonato nacional de futsal da terceira divisão, o Afifense recebeu a formação do Lordelo e venceu por 5-2.

 

Esta foi uma partida onde o Afifense dominou, teve muitas oportunidades de marcar e quando esteve em vantagem numérica, não conseguiu desfeitear o guarda-redes Lordelense.

 

No entanto a primeira situação de perigo ate pertenceu ao Lordelo aos 4 minutos, mas a bola saiu ao lado da baliza de João Carlos.

 

A partir daqui, os donos da casa tentaram resolver depressa o jogo, as situações de golo foram surgindo, mas a bola teimava em não entrar, porque a finalização não estava a acertar na baliza e outras vezes era o guarda-redes a negar o golo aos donos da casa. 

O primeiro golo acontece aos 8 minutos por Filipe, que recebe o esférico na área e em jeito bate o guarda-redes do Lordelo pela primeira vez.

No entanto a festa do golo durou apenas 2 minutos porque aos 10 é o Lordelo a empatar a partida, apos ganharem no ressalto de bola, numa jogada de ataque do Afifense, em que o dianteiro do Lordelo se isola e bate João Carlos.

O 2-1 acontece aos 13 minutos, num grande golo de Pako, que recebe na esquerda perto da linha de fundo remata cruzado e bate o guardião adversário. Mas acontece que logo a seguir, numa jogada idêntica á do primeiro golo dos visitantes, surge o empate a 2-2, de novo os dianteiros do Lordelo a ganharem no ressalto e a desfeitearem de novo João Carlos.

Aos 14 minutos é o Afifense a desfazer a igualdade, já que numa jogada desenrolada na direita do ataque Afifense, Sérgio Miranda coloca na área, onde aparece Filipe que de primeira atira sem hipótese para o guarda-redes Lordelense.

O Lordelo ainda poderia chegar à igualdade a 2 segundos do fim da primeira parte, quando beneficiou de um livre a meio do meio campo Afifense, em que a bola bate em vários jogadores que formavam a barreira e sai a raspar o poste da baliza de João Carlos.

O intervalo chega com o Afifense a ir para o balneário com a vantagem mínima.

No início da segunda parte, Filipe isola-se e caminha para a baliza, no entanto o guarda-redes sai ao encontro e derruba o jogador Afifense, o arbitro ainda demorou a ajuizar, mas acabaria por mostrar o cartão vermelho, expulsando assim o guarda-redes do Lordelo.

A equipa ficou em desvantagem numérica durante 2 minutos e foi o Afifense que apostou tudo no ataque de forma a marcar, mas a bola teimosamente não havia maneira de entrar na baliza.

Oportunidades de golo foi coisa que não faltou ao Afifense e em muitas situações de quase baliza aberta e até outras de bolas no poste.

O 4-2, apenas surge ao minuto 14 numa arrancada de Pako na direita, remata cruzado e a bola entra, ficando a dúvida se João Pedro terá ou não, sido o ultimo a tocar na bola, pois estava em cima da linha degolo no sítio onde abola entrou. 

O 5-2, acontece aos 15 minutos por Filipe, numa assistência de Pako, em que recebe na entrada da área e entra forte para o golo.

A 4 minutos do final, o Lordelo atinge a quinta falta e logo a seguir é o Afifense quem beneficia de um livre direto, mas Rochinha atira ao lado, a 2 minutos do apito final o árbitro considera que Diogo terá tocado com o braço na bola na sua área e assinala grande penalidade a favor do Lordelo, que João Carlos viria a defender, assim como uma recarga. 

O Afifense atingiria a quinta falta e viria a ver o árbitro assinalar um livre direto, em que uma vez mais João Carlos defendeu.

Quanto ao jogo, o Afifense dominou, foi quem mais posse de bola teve, mais oportunidades de golo criou e também foi quem mais falhou na finalização.

Não foi um grande jogo de futsal, já que os donos da casa embarcaram um pouco no ritmo de jogo do adversário e a falhar tanto, também terá pesado um pouco na equipa, com o querer fazer tudo depressa e as coisas a não saírem bem.

 

A EQUIPA

 

João Carlos

 

Carneiro

 

Sérgio Miranda

 

Gomes

 

Filipe

 

Jogaram ainda:

 

Pako

 

João Pedro

 

André

 

Rochinha

 

Diogo

 

Rudy

 

 

 

Não utilizado

 

Mourato

 

 

 

O que disseram os treinadores;

 

Para Luís Araújo, treinador do Lordelo, considerou que a sua equipa fez uma boa primeira parte, poderia ter marcado mais golos nesse período o que deixaria a equipa mais confiante para o segundo tempo. No segundo tempo foi o andar atrás do resultado e as coisas a não correrem bem.

 

Considerou que a partir do 4-2, a equipa sentiu o resultado e não acertou o seu jogo. Considera que o Lordelo este ano está mais forte, está a trabalhar bem e não encontra argumentos para este mau começo de campeonato, disse ainda que o Afifense tem uma equipa muito forte e que vai ser difícil a qualquer equipa passar no seu pavilhão. Quanto à expulsão do seu guarda-redes, salientou que não foi por aí que perdeu o jogo porque está bem servido de guarda-redes e que a equipa soube jogar em desvantagem numérica.

 

 

 

Para Rui Paulo o treinador Afifense, considerou que a equipa teve um pouco de ansiedade por não ter resolvido o jogo mais cedo, falhou muitos golos, mas controlou sempre o adversário, considerou que os golos do Lordelo se devem a dois erros cometidos pela sua equipa, mas sabia que a equipa iria reagir bem na segunda parte e os golos iriam surgir naturalmente.

 

Quanto ao próximo jogo, considerou uma deslocação a Mogadouro difícil, mas a equipa tem agora 15 dias para preparar esse confronto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REFLORESTAÇÃO DO MONTE DE SANTO ANTONIO

  MONTE DE SANTO ANTÓNIO, PODE SER REQUALIFICADO    

          

Arlindo Sobral, o presidente da autarquia Afifense, deu a  conhecer que há fortes possibilidades de o Monte de Santo António pode vir a ser requalificado especialmente na sua arborização, com uma intervenção dos sapadores florestais.

Tudo porque a vegetação infestante está de novo a crescer em demasia, não deixando assim desenvolver as arvores que haviam sido plantadas,  numa anterior intervenção da junta de freguesia. O autarca, não adiantou com datas previstas para esta intervenção, mas adiantou que  este será um trabalho de fundo, onde se pretende  fazer a eliminação das espécies infestantes existentes, através de métodos específicos e depois serão feitas plantações de espécies arbóreas, adequadas aquele espaço.  O trabalho deve ser executado por uma equipa de sapadores florestais, da Associação Florestal do Lima e contará certamente com todo o apoio dos trabalhadores da autarquia.

O monte de Santo António  havia sido arborizado por Afifenses liderados por Tomas Pinto, mas no decorrer dos anos nunca houve a preocupação de renovar as arvores que iam desaparecendo,o que facilitou o aparecimento acelerado de espécies infestantes.

As ultimas arvores de algum porte que ainda restavam, foram vendidas pela autarquia há quatro anos e havia o intuito de reflorestar o monte, só que essa reflorestação não terá sido a ideal e a maior parte das espécies então plantadas, acabaram por secar e a falta de manutenção, terá certamente contribuído para que as austalias e mimosas viessem a  rebentar por tudo o que é sitio.

 

 

27-10-12

ANI

Pág. 1/10

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CONTADOR

Contador Gratis

Favoritos

Links

.

  • .

.

  • .

.

  • .
  • .

.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

on line


contador de visitas