Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

...

AFIFE     DIGITAL.      

semanario on-line de Afife atualização, aos sábados pelas 21h30  

Editado por Afife Noticias,Caminho da Cabriteira, Afife 4900-012    

o nosso contacto afifenoticias@sapo.pt   

LOCAL ON-LINE 00. REGIONAL ON-LINE 00 . NECROLOGIA 00 .

JUNTA de FREGUESIA. CASINO AFIFENSE .RADIO AFIFENSE .

APCA .ROTEIRO . ASS DESP AFIFENSE .

.

Entramos na hora de verão, assim desde a madrugada de domingo os relógios foram adiantados em uma hora.                   

Praia do Caracol, já tem financiamento, para ser requalificada e requalificada, a prioridade é a demolição das instalações do antigo bar da praia.

.

Estamos na Pascoa, mas a tradição, já não é o que era  na freguesia.

 Semana de chuva, fez subir o caudal do  rio, as caixas do saneamento voltaram a despejar esgotos para a via publica, mas e tal como diziam os antigos , o o Inverno só era rigoroso, quando rebentavam os poços do Pinto, do Agro e do Carvalho, mais isso ainda não aconteceu.

 

Foram dois, os mamíferos marinhos que esta sexta feira foram arrojados à praia de Afife, precisamente no mesmo local, na praia da Carrasqueira.

 Afife Queima o Judas este sábado e tal como manda a tradição, ao meio dia  já foi colocado no Cruzeiro, o Judas da crise, que nem a roupa, nem a saca dos 30 dinheiros escaparam  com a austeridade do governo.

 

 

Aproxima-se a época balnear e a autarquia já pensa na época que se vai iniciar em junho e onde tem muito que fazer.

 FUTSAL

AFIFENSE, foi em dia de Pascoa a Vermoim, aquele que é um adversário direto da equipa de Afife neste campeonato e onde ainda não garantiu matematicamente a manutenção, mas esta a ponto de o conseguir.

Lamentável, é que os mesmos energúmenos de sempre, tivessem roubado o Judas, que até foi  uma ideia e construção de jovens Afifenses.

 

Em Viana, manteve-se a tradição e esta manhã o Judas foi queimado na terceira arvore no acesso ao castelo,  com uma multidão a presenciar e com o testamento a picar os de Areosa.

 A Associação Florestal do Lima  leva por diante Formação Modular Certificada 2013 – POPH

 

Mesa de Pascoa em Vila Praia de Ancora, voltou a atrair muitos visitantes e o negocio até nem foi tão mau, embora o tempo do dia anterior possa ter tirado alguns visitantes de mais longe.

  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
 

NOTICIAS DE VIANA.

Fazer Acontecer a Regeneração Urbana – Câmara Municipal participa em Seminário Internacional.

Presidente da Câmara de Viana presente na assinatura dos contratos de financiamento para a protecção costeira.

Páscoa Doce – Programa de animação para as Festividades da Páscoa.

Executivo visita a freguesia de Mujães

 

 NOTICIAS DE CAMINHA 
 

 NOTICIAS DE VALENÇA

a

 Valença Beneficia Acessos à Silva

Valença Com Maias Dá Compras Com Prémios

Semáforos para Melhor Acesso à Escola e a Valença

 

 

  

 

AFL Formação Modular Certificada 2013 – POPH

Formação Modular Certificada 2013 – POPH

A Associação Florestal do Lima, durante o ano 2013, vai promover ações de Formações Modulares Certificadas. Estas ações nas áreas das Ciências Informáticas, da Gestão e administração e da Silvicultura e Caça têm a duração de 25 ou 50 horas e são gratuitas. Será atribuído Certificado de Qualificações e (se aplicável) Subsídio de Transporte e de Alimentação.

O principal objetivo das Formações Modulares Certificadas é o reforço da qualificação da população adulta ativa - empregada e desempregada, contribuindo para o desenvolvimento de competências críticas à modernização económica e empresarial e para a adaptabilidade dos trabalhadores.

Neste sentido,  a participação nestas ações são gratuitas,

Os interessados devem preencher a ficha de inscrição e remeter com todos os documentos solicitados para os contatos indicados em rodapé, podendo ainda efetuar a inscrição online em www.aflima.pt.

PRAIA DE AFIFE

 

PRAIAS DE AFIFE.       

       

A época balnear começa a ser uma preocupação, tanto para as autarquias, como para os concessionários, pois em junho vamos ter a abertura da época 2013 e ainda há muito que fazer pelas praias da freguesia.

A maior preocupação centra-se na praia do Caracol, onde há promessas que a época balnear se vai iniciar aqui, com uma nova imagem daquele espaço.

No entanto, essa nova imagem passa pelo desaparecimento das agora ruínas daquele que foi o estabelecimento de restauração e divertimento, mais movimentado do norte do País e que a ASAE veio em 2007 a encerrar, fazendo assim crescer o número de desempregados na freguesia e perdendo-se assim um importante pólo de atração da freguesia.

Agora, também não se pense que vai haver melhoramentos nas nossas praias, a não ser na do Caracol,  tal como o previsto no extinto POLIS do Litoral Norte, porque não há dinheiro e os projetos tem agora que ser adaptados a uma nova realidade, certamente de contenção.

Agora e numa antevisão da época balnear que se aproxima, vamos continuar a ter passadiços degradados, onde já é habitual as pessoas ficarem feridas, com pregos espetados nos pés, canelas esfoladas, por quedas nas falhas do piso em madeira, terem que saltar as partes, onde há falhas no piso, passar por cima de montes de areia e muito mais.

No entanto, valha-nos a limpeza do areal e a qualidade das águas, a primeira, fica-se a dever ao bom trabalho que tem sido feito pelos trabalhadores da autarquia e o segundo, deve-se aquilo que a natureza criou e o homem vai mantendo.

 

 

30-03-13

ANI

 

 

 

valrença

 

 

Valença Beneficia Acessos à Silva

 

          Uma nova avenida está a nascer desde a EN 13 até ao cruzamento da Silva, numa intervenção que abrange as freguesias de São Pedro da Torre e da Silva, numa extensão de 1644 mts, com um custo 213 254,65 euros.

          A obra inclui o alargamento da antiga estrada do Arraial, que passará a ter  5 metros de faixa de rodagem e 2 metros  laterais pavimentadas.

          Uma nova rotunda vai nascer no topo sul da avenida do Arraial que fará a redistribuição do tráfego para as estradas municipais 512-1 e 106-1, para as freguesias da Silva e São Julião e em direção à EN 13 / São Pedro da Torre.

          Uma nova rede de saneamento foi implantada, a toda a extensão da nova avenida, com a extensão de 1644 metros. Esta nova conduta ficará apta a receber as águas residuais da freguesia da Silva e São Julião. Esta conduta ligará à rede de saneamento de São Pedro da Torre. Em breve a Câmara Municipal vai avançar com um novo ramal entre a EN13 e a Ponte Velha, em São Pedro da Torre, o que permitirá a ligação deste ramal à rede geral. A intervenção conta, ainda, com uma nova rede de águas pluviais, bem como novas condutas para a rede de água doméstica o que permitirá o reforço do abastecimento público à freguesia da Silva, bem como um novo sistema de iluminação pública.

          Para Jorge Salgueiro Mendes “Esta era uma obra desejada há já muitos anos pelas populações da Silva e São Julião e proporcionará grandes benefícios nos acessos à estas freguesias, bem como aos espaços industriais e de armazenagem da Silva / São Pedro da Torre”.

 

 

Valença Com Maias Dá Compras Com Prémios

 

 

                    Valença lança a campanha “Compras com Maias”, na última semana de abril e primeira de maio, reafirmando a competitividade e atratividade do comércio e turismo da cidade e as vantagens de fazer compras no comércio tradicional de Valença.

            Um cruzeiro no Rio Douro, uma noite na Pousada S. Teotónio e um jantar em Valença são os prémios que quem fizer compras, superiores a 10 euros, entre 25 de Abril e 5 de maio, nos estabelecimentos aderentes, se pode habilitar.

            A iniciativa é da Câmara Municipal de Valença e enquadra-se na Festa das Maias e na Feira da Flor que vão engalanar Valença, na última semana de abril e primeira de maio, revivendo uma tradição ancestral e secular. As janelas, as montras comerciais, as varandas e as praças da cidade vão apresentar coroas, arcos e ramos floridos de Maias.

            Durante 11 dias Valença vai proporcionar uma experiência única, a oportunidade de fazer compras de qualidade, a preços competitivos, numa cidade fortificada, candidata a Património da Humanidade e que apresentará, esses dias, a maior mostra de Maias de Portugal.

            As giestas, os verdes, as flores campestres e alguns materiais recicláveis vão dar uma cor primaveril às principais ruas de Valença. Cada Maia terá, ainda, como manda a tradição, um verso ou dito alusivo. Por todo o concelho muitas outras Maias e raminhos de giesta vão enfeitar as varandas, os portões e as viaturas.

            Valença revive, assim, a mais antiga festa de celebração da Primavera e do novo ano agrícola, com as “Maias”. Uma expressão viva da tradição e cultura popular que Valença está a recuperar.

            Para Jorge Salgueiro Mendes, “As Compras Com Maias são um incentivo à dinamização do comércio e turismo e um forte atrativo para visitar Valença, comprar no comércio tradicional, saborear a gastronomia emblemática e pernoitar num dos nossos estabelecimentos hoteleiros. Valença vai apresentar, estes dias, um cartaz turístico único”.

 

Semáforos para Melhor Acesso à Escola e a Valença

 

                    A colocação de semáforos no cruzamento do Merendola, na parte norte de Valença, está a permitir entrar na cidade com mais segurança, sobretudo no acesso à zona escolar e desportiva.

          A colocação dos semáforos está a facilitar a circulação e o escoamento do tráfego, em segurança, na estrada nacional 101 e nas ligações para Ganfei, Urgeira e Zona Escolar e Desportiva de Valença.  

          Esta obra esteve a cargo da Câmara Municipal e das Estradas de Portugal  e pretendeu por fim a um dos pontos mais negros da sinistralidade no concelho.

          A obra realizada no Km 1.3, da EN 101, já na freguesia de Ganfei, incluiu a colocação de semáforos, a construção de passeios e de um sistema de drenagem de águas pluviais.

          Há sete anos à espera de uma solução para este ponto negro da sinistralidade da rede viária do concelho, Valença vê concretizada esta aspiração. Entre 1996 e 2011, no cruzamento do Merendola, ocorreram 25 acidentes, com 7 despistes, 17 colisões e 1 atropelamento.

          Com esta intervenção melhorou-se a segurança no cruzamento do Merendola, principal acesso norte à zona escolar e desportiva de Valença, à Urgeira e a Ganfei.

          A obra enquadrou-se num conjunto de intervenções que a Câmara Municipal tem vindo a promover no sentido de melhorar a segurança de quem circula na via pública e que merecem, ainda, referência a remarcação de  passadeiras, nova e mais sinalética e que, em breve, avançará com a resolução do antigo problema da passagem de nível de Cristelo Côvo, com a colocação de barreiras eletrónicas.

          Para Jorge Salgueiro Mendes, “Com esta obra ganha-se segurança e resolveu-se um problema há muitos anos reivindicado pelos habitantes da parte norte do concelho e promove-se a melhoria da segurança rodoviária e da circulação na EN 101”.

 

PRAIA DO CARACOL, VAI SER REABILITADA

PRAIA DO CARACOL, VAI SER REQUALIFICADA E REABILITADA.    

       

Graças às diligências e várias insistências do Município, foi aprovado pelo Programa Operacional Temático de Valorização do Território, o financiamento de um conjunto de ações de reabilitação e valorização da costa litoral Norte, que visam a preservação dos ecossistemas naturais e a proteção de pessoas e bens e que em Viana do Castelo incluem ações de defesa costeira em Pedra Alta / Castelo de Neiva, de defesa costeira na embocadura do Rio Neiva, de reabilitação de passadiços pedonais de acesso às praias de Viana do Castelo, de requalificação da frente marítima do núcleo da Amorosa e de requalificação e reabilitação da Praia de Afife.

A requalificação e reabilitação da praia de Afife refere-se à praia do Caracol, onde a principal obra de momento, é a demolição das instalações abandonadas e vandalizadas do antigo restaurante e salão de festas, que neste momento constitui uma muito má imagem para uma das praias mais movimentadas do nosso distrito.

Alem deste, haverá ainda vários melhoramentos no parque de estacionamento e instalações de apoio à praia, que só devem avançar depois de terminada a época balnear.

No entanto a demolição do antigo bar da praia, deve acontecer a curto prazo e aquele espaço vai estar livre antes de inicias a época balnear, em junho.

O presidente da Camara de Viana do Castelo José Maria Costa, deslocou-se na semana que agora findou a Lisboa para a cerimónia de assinatura dos contratos de financiamento das candidaturas aprovadas pelo Programa Operacional Temático de Valorização do Território, no domínio de intervenção "Proteção Costeira" – obras de proteção e valorização-, com o Município de Viana do Castelo, no valor de 8,5 milhões de euros.

A cerimónia de assinatura, com a presença da Sra. Ministra, Professora Doutora Assunção Cristas, decorreu no ministério, no Salão do Marquês.

Sem dúvida que para a freguesia a assinatura deste protocolo é boa, mas espera-se ainda mais, já que anteriormente havia outras praias em que estavam previstas obras importantes dentro do Polis e que agora não constam neste protocolo e estamos a falar das praias da Ínsua e Arda, assim como da rede de passadiços.

No entanto a autarquia está atenta a novos protocolos e programas que venham a comtemplar as áreas costeiras e vai pugnar para que as outras praias venham a ser alvo de intervenções para a sua requalificação, já que se trata de praias de qualidade reconhecida.

 

 

30-03-13

ANI

SEMANA DE CHUVA

CHUVA, EM SEMANA DA PASCOA.                             

             

Esta foi uma semana, que se iniciou com autentico tempo de Inverno, chovendo mais que aquilo que é habitual e por tal notaram-se algumas situações que fogem aquilo que tem sido habitual na freguesia.

Primeiramente o caudal do rio de Afife, esteve nos primeiros dias da semana com níveis superiores ao que aconteceu em pleno inverno. Assistiu-se, como sempre acontece a descargas das estações de bombagem do saneamento para o rio e rego foreiro.

Na estrada Pedro Homem de Mello em S. Roque, os esgotos saiam pelas tampas das caixas, que existem no meio desta via.

A água voltava a correr na face poente a estrada Pedro Homem de Mello em S. Roque, cobrindo a berma e parte da via.

As leiras da Folgosa, voltavam a ficar debaixo de lençol de água.

Em muitos caminhos a agua corria em plena via, porque as sarjetas e as conditas de escoamento se mostraram insuficientes, o Caminho do Cruzeiro até à estrada Pedro Homem de Mello, estava transformado num autentico rio, já que a agua corria por todo o seu espaço.

E caso para se dizer, que quando vem a chuva é que se conhecem os problemas e que o digam alguns dos moradores de S. Roque na face da estrada, é que com os esgotos a saírem das caixas, a correrem à porta de casa, com cheiros e as paredes das casas a ficarem todas salpicadas, não é nada agradável.

Mas estes têm reclamado junto dos serviços competentes e até tem tido promessas que o problema será solucionado. Só não se sabe para quando.

 

 

mesa de pascoa

MESA DE PASCOA EM VILA PRAIA DE ANCORA.      

          

Vila Praia de Ancora, apresentou de novo neste sábado de aleluia a maior mesa de pascoa do País, com cerca de 400 metros e inúmeras pessoas s comercializar os variados produtos  relacionados com a quadra que atravessamos.

O tempo que se fez sentir no dia de ontem, não desmoralizou a organização que trabalhou madrugada dentro, para que logo pela manhã os expositores estivessem prontos para a colocação dos variados produtos.

O tempo ajudou, já que o sol se fez sentir, o que contribuiu para que a afluencia de publico não se fizesse esperar e o negocio lá se foi fazendo.

A animação também aconteceu, o que foi um ponto de atracão a muitos visitantes, o que deixou a organização do  Movimento de Empresários do concelho de Caminha mais satisfeitos.

Num primeiro balanço da primeira metade deste certame, pode-se considerar de positivo e que ate atingiu os objetivos traçados,no entanto e para alguns o tempo que se fez sentir no dia anterior,pode mesmo ter contribuído para muitos que de mais longe tivessem intenção de visitar o certame o não tenham feito.

 

 

 

30-03-13

ani

viana

 

 

 

Fazer Acontecer a Regeneração Urbana – Câmara Municipal participa em Seminário Internacional.  

 

Viana do Castelo participou no Seminário Internacional "Fazer acontecer a Regeneração Urbana", promovido pela CIP, que decorreu no Auditório da AEP e que teve como objetivo apresentar as conclusões do Projeto Fazer Acontecer a Regeneração Urbana e também apontar os vários caminhos a percorrer no âmbito da reabilitação dos centros históricos.

Luís Nobre, vereador do pelouro do urbanismo da Câmara Municipal de Viana do Castelo participou no painel “ Resultados, expectativas e orientações sugeridas pela experiência recolhida no âmbito dos projectos piloto “ onde apresentou a experiência do Município de Viana do Castelo no âmbito da regeneração urbana.

Na sessão, foi realçado o trabalho desenvolvido pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, que de entre as cidades que participaram no “ Fazer acontecer a Regeneração urbana” foi a cidade que apresentou o maior número de ideias e de trabalhos, com projectos e obras.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Viana do Castelo integra, desde Julho de 2011, este projecto “ Fazer Acontecer a Regeneração Urbana” promovido pela CIP, com a parceria da AEVC, e a Escola Superior Gallecia, projecto que tem como objectivo regenerar o património das cidades, reanimar a actividade económica dos centros históricos, promover a integração no mercado de edifícios devolutos, promover a dinamização do mercado de arrendamento e melhorar a qualidade de vida das populações.

Viana do Castelo tem, já, muito trabalho desenvolvido na área da regeneração urbana com índices de reabilitação no centro histórico acima da média nacional, que é de 9,6 %. Viana do castelo atinge já um índice de 16.1 % enquanto a média europeia é de 23%.

Tem sido desenvolvida intensa actividade neste domínio, com o envolvimento de actores locais, nomeadamente a auscultação à população do Plano de Regeneração Urbana para a área do Plano de Pormenor do Centro Histórico, projectos de alunos de arquitectura e urbanismo, com apresentação de trabalhos para espaços da cidade, dinamizados pela Escola Superior Gallaecia, bem como promoção e apoio de investimentos privadas na área da reabilitação.

Na esteira da actividade desenvolvida para “Fazer Acontecer a Regeneração Urbana” a Câmara Municipal lançou um Concurso Público Internacional de Ideias, para seleccionar ideias consistentes, traduzidas em propostas inovadoras para a regeneração de uma área do Centro Histórico.

Este concurso visa valorizar ideias que se distingam pela inovação pela adequação ao local, pela consentaneidade com os objectivos estratégicos definidos pelo Município e pela possibilidade de implementação.

 

Presidente da Câmara de Viana presente na assinatura dos contratos de financiamento para a protecção costeira.

José Maria Costa, presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, deslocou-se a Lisboa para a cerimónia de assinatura dos contratos de financiamento das candidaturas aprovadas pelo Programa Operacional Temático de Valorização do Território, no domínio de intervenção "Protecção Costeira" – obras de protecção e valorização-, com o Município de Viana do Castelo, no valor de 8,5 milhões de euros.

A cerimónia de assinatura, com a presença da Sra. Ministra, Professora Doutora Assunção Cristas, decorreu, hoje dia 26 de Março, no ministério, no Salão do Marquês.

Graças às diligências e várias insistências do Município, foi aprovado pelo Programa Operacional Temático de Valorização do Território, o financiamento de um conjunto de acções de reabilitação e valorização da costa litoral Norte, que visam a preservação dos ecossistemas naturais e a protecção de pessoas e bens e que em Viana do Castelo incluem acções de defesa costeira em Pedra Alta / Castelo de Neiva, de defesa costeira na embocadura do Rio Neiva, de reabilitação de passadiços pedonais de acesso às praias de Viana do Castelo, de requalificação da frente marítima do núcleo da Amorosa e de requalificação e reabilitação da Praia de Afife.

 

Páscoa Doce – Programa de animação para as Festividades da Páscoa.

Decorre até 7 de Abril, o programa de actividades da “Páscoa Doce” previsto para a época da Páscoa, organizado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, que inclui eventos e concertos musicais, mostras de artesanato, actividades e provas náuticas e eventos gastronómicos, sem esquecer o programa religioso destas festividades como a visita às Capelas e Igrejas, a Via Sacra e o Compasso Pascal.

O Município de Viana do Castelo tem como objectivo criar um conjunto de ofertas culturais, religiosas e recreativas que animem este período da Páscoa, promovendo a visita de turistas e tornando mais atractiva a sua permanência na região.

De entre estas medidas, que incluem a promoção do programa Páscoa Doce na região norte e na vizinha Galiza, para atrair turistas e visitantes a Viana do Castelo, destacam-se as entradas gratuitas nos Museus da região e o apoio aos turistas que pretendam deslocar-se a Viana do Castelo através da A28, deduzindo no pagamento do alojamento o valor correspondente ao valor pago na portagem.

Na componente religiosa, destaca-se amanhã, quinta-feira, a visita às capelas e igrejas da cidade, decoradas a preceito, entre as 19 horas e a meia-noite, momento que constitui uma das principais tradições da Páscoa em Viana do Castelo.

Um dos templos que abre só na quinta-feira santa é a Capela da Casa da Carreira, no edifício da Câmara Municipal.

Na sexta-feira santa realiza-se a Via Sacra, pelas 21 horas, no domingo, o Compasso Pascal e na segunda-feira, realiza-se a tradicional da Mesa dos 3 Abades, no Largo das Neves, com o encontro das três cruzes das Paróquias de Barroselas, Mujães e Vila de Punhe.

 

Executivo visita a freguesia de Mujães.

O Presidente da Câmara Municipal, José Maria Costa, acompanhado pelos Vereadores Vitor Lemos e Luís Nobre, realizaram, uma visita á freguesia de Mujães, para aferir necessidades, avaliar projectos e ver as diversas obras já realizadas e a decorrer.

O Executivo Municipal, acompanhado do Presidente da Junta, membros da Assembleia de Freguesia, visitou as obras do novo arruamento envolvente ao complexo Desportivo das Neves que vai ligar o lugar da Igreja de Mujães ao lugar das Neves.

José Maria Costa teve ainda oportunidade de ver as obras de requalificação e ampliação da sede da Junta de Mujães, que vão permitir uma melhor prestação do serviço de proximidade às populações.

Esta visita à freguesia de Mujães insere-se no plano de visitas às freguesias do concelho que o Presidente e Executivo estão a levar a cabo com o objectivo de sentir as necessidades no terreno e de avaliar com os Autarcas e Entidades locais as prioridades para cada freguesia.

 

pascoa

PASCOA EM AFIFE.            

            

A freguesia de Afife, já não tem tão enraizada a tradição da pascoa, mas vai garantindo os serviços mínimos desta tradição.

Primeiramente as solenidades religiosas eram iniciadas logo na quaresma, onde se cobriam os santos, na semana Santa, não faltava a visita ao Calvário da freguesia, numa procissão que se iniciava na igreja e parava em todas as Cruzes do percurso e onde o Calvário era iluminado com velas.

Havia a preocupação de atempadamente ser constituída a comissão dos mordomos da Cruz, para conduzir o Compasso pascal, para o domingo em Afife e segunda, para o lugar de Gateira.

O Compasso era acompanhado sempre pelo homem dos foguetes, pois eram muitas as casas que ao receberem o Compasso, gostavam de atirar um ou mais foguetes.

Esta era também uma forma de as pessoas saberem, por onde andava a Cruz e o terminar do Compasso no domingo, acontecia sempre no bar da praia e aqui era os proprietários deste, que fazia questão de encerrar o dia do Compasso, com o queimar de pelo menos uma dúzia de foguetes.

No entanto a tradição tem vindo a perder as suas carateristicas e são cada vez menos as casas que abrem a porta ao Compasso, também não é fácil encontrar mordomos, pois já ninguém quer trabalho, como diz o povo.

Por outro lado, aqueles que estão fora, já não fazem questão de vir à terra como acontecia antigamente, pois os tempos são outros.

Mas a pascoa tem ainda a ligada à sua tradição a vertente gastronómica, que muito embora já não sejam os ovos tingidos, as filhoses e o chouriço, mas ainda vai sendo lembrado o arroz doce, porque a outra doçaria, já não é feita em casa, porque se vai ao supermercado.

O Judas, com a sua queima e testamento, passaram a fazer parte da tradição, há cerca de 40 anos a esta parte e foi trazido por um morador do lugar do Cruzeiro, o senhor Bandeira, que passava grande parte do seu tempo em atividade profissional no Porto, onde a queima do Judas acontecia.

Resolveu então trazer esta tradição para Afife, onde as pessoas aderiram em peso e depois foi o NAIAA a dar-lhe continuidade até aos dias de hoje.

 

30-03-13

ANI

 

a ribeira queimou o jufas~

A RIBEIRA DE VIANA, QUEIMOU O JUDAS.      

                   

Este sábado de aleluia a tradição foi uma vez mais cumprida na cidade de Viana do castelo, com a Queima do Judas, tradição que as gentes da Ribeira fazem questão de levar por diante e manter, assim como mostrar à parte alta de cidade e aos muitos forasteiros que por estas alturas visitam a cidade.

Este sábado as gentes da Ribeira voltaram a levar por diante a tradição, juntaram-se no largo da estação e acompanhados pelo grupo de Bombos de S. Sebastião de Darque, partiram pelas artérias da cidade com rumo à terceira arvore de acesso ao Castelo de S. Tiago da Barra, onde por habito  o Judas é enforcado e queimado, passando como é obrigatório pela Praça da Republica.

Pelo percurso o anunciador ia informando atraves do funil, que a Queima acontecia ao meio dia, na terceira arvore do acesso ao castelo e anunciava os interessados em adquirir o trabalho de Amadeu Costa, sobre a Queima do Judas na Ribeira e o testamento de 1953, que o poderia fazer ali mesmo, apenas por um euro.

O cortejo saiu do largo da estação pelas 11 horas com os bombos a abrir, seguindo-se o e escrivão,os rapazes e raparigas com as motas de pau e as fisgas, para atirarem sobre o Judas,que seguia um pouco atrás.

Logo a seguir ao andor com o Judas, que carregava as notas e 100 e 500 euros a encher o saco, seguiam as carpideiras, ou seja aquelas pessoas que em tempos eram contratadas para fazer a choradeira nos funerais.

Na Ribeira, estava uma multidão, que superou os últimos anos, à espera de ouvir o testamento e ver a queimado Judas,com a ajuda de bombas estrategicamente colocadas no Judas que  o faziam despedaçar por partes.

A leitura do testamento, foi pacientemente esperada pela hora certa ao toque dos bombos e ao meio dia lá começou então a função.

E assim o Judas até começou por ser bonzinho e lá deixou algumas das suas moedas para a festa e até o Cavaco e  Maria foram contemplados,para lhe facilitar a entrada  num lar.

Não esqueceu de dar 20 por cento para a ponte, para o piso que diz enferma de urticaria e até não esqueceu a crise do Sporting.

Os estaleiros, também ali foram lembrados, desde a guerras dos gestores e doutores, até ao Hugo Chaves.

OS limites de Viana e Areosa, também foram lembrados e diz o testamento, que por entre muitos letrados, também há quem berre,  porque os de Areosa já querem Viana, Outeiro e Perre.

Para finalizar, não esqueceu os políticos que nos governam, dizendo não saber quem é o mais fraco, salientando serem genéricos de fezes e farinha do mesmo saco.

Para finalizar pediu para os queimar sem terem pena, ao som de uns copos de tinto, cantando a vila morena.

Foi assim cumprida a tradição da Ribeira, com enorme participação, mostrando que o povo está unido, nesta secular tradição.

 

 

30-03-13

ani

Pág. 1/7

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CONTADOR

Contador Gratis

Favoritos

Links

.

  • .

.

  • .

.

  • .
  • .

.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

on line


contador de visitas