Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





...

por afifenoticias, em 01.08.13

                    AFIFE  DIGITAL                  

Semanario on-line  de Afife, com atualização aos sábados.                               Editado por AfifeNoticias, caminho da Cabriteira, Afife  4900-012. 

O nosso contacto     afifenoticias@sapo.pt                   

LOCAL ON-LINE 00. REGIONAL ON-LINE 00 . NECROLOGIA 00 .     JUNTA de FREGUESIA.          CASINO AFIFENSE     .RADIO AFIFENSE      .    APCA .                ROTEIRO .             ASS DESP AFIFENSE .

.Pode seguir a informação regional, clicando na janela em cima: REGIONAL ON_LINE 00

VER AQUI A ULTIMA EDIÇÃO DO    AFIFE  DIGITAL

.---------------------------------------------------------------------------------------------

Tal como vem acontecendo  em agosto, o Afife Digital entra no período de ferias  ficando em edição on-line 

onde colocaremos as noticias que  se revestirem de importância. Voltaremos em setembro com as edições habituais.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Pode acompanhar no Afife Digital e na radio Afifense todos os pontos  mais importantes das festas da Senhora da Agonia, em direto e na hora.

Vamos fazer a cobertura do cortejo e de todos os outros números onde participem as associações da freguesia.

DURANTE ESTE MÊS, VAMOS ESTAR SÓ  EM  EDIÇÃO ON-LINE.             

 

.

AS FESTAS DE VIANA:

Esta sexta feira pelas nove da noite, desfilaram a partir do largo da estação, os grupos de Zés Pereiras, ranchos de folclore e bandas de musica, naquele que é considerado o desfile para a romaria.

De seguida os grupos atuaram em palcos que se encontram instalados no jardim e na Praça da Liberdade.

A acenuda encontrava-se com as bancadas repletas de gente, que desde cedo ali marcava o lugar.

Foi sem duvida um banho de multidão entusiasta pelas reais tradições Vianenses, que participou e aplaudiu os participantes neste desfile.

No final do cortejo e como é já da praxe, seguiam as entidades locais, comissão de festas e uma multidão, que ao som da banda ía cantando o "Havemos de Ir a Viana"

Também havia gente de Afife a participar na festa e a acompanhar a banda.

 

 

 

Participação da freguesia de Afife nas festas de Viana.

Sexta feira, participação de uma vasta representação do grupo de folclore no cortejo da mordomia a partir das 10h00, com desfile pelas artérias principais da cidade.

Sábado, participação de um numero significativo de Afifenses no cortejo a partir das 16h00.

Festa do Traje, sabado a partir das 21h30 na praça da Liberdade, com uma vasta representação de elementos do grupo de folclre e a participação uma vez mais, do grupo de danças antigas de salão de Afife.

Domingo, 21h00, participação do grupo de folclore de Afife a partir das 21h00, no desfile que sai do largo da estação, desce a avenida e dirige-se para os palcos da marina, onde vai atuar o grupo de folclore de Afife. 

AFIFE VAI ESTAR EM PESO nas festas da Agonia em Viana que se iniciam na sexta-feira.

A representação Afifensevai-se notar logo no primeiro dia, principalmente  no cortejo da mordomia, com uma representação de lavradeiras do Grupo de Folclore, trajadas com o fato de luxo, que tal como o etnógrafo Cláudio Basto, considerou o mais simples e vistoso de todos os trajes à Vianesa.

 

Há também uma vasta representação de gentes da terra a participar no cortejo etnográfico no sábado a partir das quatro da tarde, este ano o cortejo está virado para o mar e para as caravelas.

Sábado à noite, uma representação do Grupo de Folclore, vai participar na festa do traje, onde vai ser realçada a certificação do traje à Vianesa e no qual o de Afife é um com especial destaque.

 

No domingo, é a vez do grupo de folclore participar mais ativamente, pois vai participar no desfile, Vamos Para a Serenata, que parte pelas nove da noite do largo da estação, desce a avenida e dirige-se para os palcos do jardim, onde o grupo vai fazer a sua atuação.

 

 

 

 

SONDAGEM. com o anunciar da realização de mais uma tourada por ocasião das festas da Agonia e com toda a polémica que  tem dado, queremos saber a opinião dos leitores. Por tal colocamos uma sondagem no canto direito desta pagina, onde as pessoas podem deixar a sua opinião, votando numa das questões colocadas.

 

DURANTE ESTE MÊS, VAMOS ESTAR SÓ  EM  EDIÇÃO ON-LINE.             

 

 ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS DE SETEMBRO.

Com o aproximar das eleições autarquicas do fim de setembro, vão sendo apresentadas as listas concorrentes e por Afife, voltam a ser duas as listas que se apresentam aos órgão locais, sendo uma de independentes que concorrem pela LIA, Lista Independente de Afife e que é composta pelo atual executivo e uma outra que sendo da CDU, vai na mesma contar com alguns independentes.

Tal como já havia acontecido no ultimo ato eleitoral, as formações politicas do PS e PSD, não apresentaram qualquer lista para concorrer aos cargos locais da autarquia.

 

HÁ MAIS VERANEANTES NAS PRAIAS DE AFIFE, NOS PRIMEIROS DOIS MESES DE ÉPOCA BALNEAR.

 

      As praias de Afife registam uma acentuada subida no número de veraneantes, durante os meses de junho e julho e muito se fica a dever as condições de tempo. Estes dados recolhidos pela estatística do Afife Digital, ao longo dos últimos cinco anos, revela que  no mês de junho houveram mais  10 mil veraneantes que em igual período da época anterior, mas a grande diferença foi mais notada em julho, onde se verificou que foram mais  23 mil veraneantes que na época passada.

 

A explicação para tal, prende-se com o tempo bom que se fez sentir este mês, com temperaturas que rondaram os 30 graus e com uma elevada presença de turistas especialmente Belgas.

 

Agora espera-se que agosto venha a manter o aumento de turistas nas nossas praias e que o numero registado o ano passado, possa ser ultrapassado.

 

As estatísticas do Afife Digital durante estes primeiros dois meses da época balnear, dão conta que as praias de Afife, numa extensão de 4 quilómetros, continuam a ser aquelas do distrito, onde  o número de veraneantes é o mais elevado.

 

 

 

VERANEANTE, SENTIU-SE  MAL NA PRAIA DE PAÇÔ.

A meio da tarde deste domingo um veraneante da praia de Paçô em Carreço, teve que ser socorrido pelo INEM, depois de se ter sentido mal ao sair da agua. Foi de imediato socorrido pelos nadadores salvadores daquele praia, que viriam a chamar o INEM, dado ter tensões fora do normal.

 

SEGUNDO FESTIVAL DE FOLCLORE DO FORTE DO CÃO.

Na tarde deste domingo realizou-se o segundo festival de folclore do forte do Cão em Ancora e que tece a participação das Cantadeiras de Terras do Neiva, Grupos de Ganfei, Reboreda e Afife, assim como o grupo de Cantares da SIRA de Ancora.

 

 

 

 

NO ENCERRAR DA QUARTA EDIÇÃO DO MOVIMENTO ASSOCIATIVO, PEDIU-SE A SUA CONTINUIDADE.  

              

      Foi com um banho de multidão e muita animação, que encerrou a quarta edição do Movimento Associativo de Afife, que este ano obteve dimensões para alem do normal e na hora do encerramento, o presidente da junta e presidentes das associações, pediram para que este movimento tenha continuidade, porque se aproximam eleições e é sempre a autarquia o grande motor para impulsionar esta realização.

Na sessão oficial de encerramento, todos os presidentes das associações envolvidas foram chamados a palco e onde a junta de freguesia fez a entrega de uma lembrança evocativa desta quarto movimento.

Desde cedo que as tasquinhas abriram portas e por volta das sete da tarde  já serviam refeições, muito embora a grande afluência de público se fizesse sentir a partir das nove da noite, onde já não havia mais sitio onde as pessoas se pudessem sentar.

Nas tasquinhas era uma roda-viva, em termos de trabalho e algumas confecionavam os seus pratos na altura e à vista de todos com assinaláveis aparatos de cozinha.

 

O Casino Afifense que apostou no misto de carnes assadas na brasa, onde estas eram assadas em três grandes assadores a carvão, assim como o caldo verde, este que por sinal viria a acabar cedo, obrigando mesmo a ser confecionada nova remessa, o arroz doce e outros variados doces.

O clube de caçadores da encosta de Santa Luzia, voltaria a fazer sucesso com o javali no pote, onde as pessoas poderiam apreciar a maneira come este é confecionado, em grandes potes de ferro, aquecidos a lenha.

Quanto à associação Desportiva Afifense, apresentou uma gama variada de pratos e sobremesas, bem como lembranças de promoção da associação.

A nota curiosa, é que o Centro de Dia vendia as roscas de Monção e de Moledo, eram precisamente as tradicionais roscas,  que as rosqueiras vendiam em todas as festas e no Minho se na festa não houvesse uma rosqueira, não era festa. Esta foi uma boa ideia, que certamente fez a muitos lembrar as antigas tradições, que como o povo dizia, que se fosse à festa e não  comprasse roscas, era como se lá não tivesse ido.

O Centro de Dia, apresentou de novo uma variedade de pratos e doces, bem como trabalhos bordados, executados pelos seus utentes

O Grupo de Folclore, manteve a tradição com pratos quentes e frios, com os doces e caipirinhas.

O NAIAA voltou a apostar nos caracóis e no chouriço assado, feitos na altura.

A afluência de público superou as expetativas pela positiva e a festa entrou mesmo pela noite dentro, a banda musical, atuou até por volta da uma da manhã, depois foram as concertinas a animar.

Para o presidente da junta, Arlindo Sobral, salientou em jeito de balanço final, que todo o êxito desta realização, se fica a dever a um intenso trabalho levado a cabo pelas associações envolvidas e deixou claro que este movimento não pode parar, porque uniu as associações e fez com que elas conseguissem levar por diante, aquele que já é o maior evento da freguesia nestes últimos quatro anos.

Recordou que vem aí eleições e apelou ao próximo executivo que tem a obrigaçãode não deixar cair por terra esta realização que eleva o nome da freguesia e focou o caso do BTTe Caminha, que ganharam proporções assinaláveis, dada a organização. Para Rui Martins, deixou claro que ficou sem palavras, quando um dos primeiros a terminar os 50 quilómetros do BTT, lhe tirou o microfone da mão, para tecer rasgados elogios á organização.

Para o diretor do Centro de Dia o Dr. Garrido considerou o balanço final de altamente positivo e afinou pelo mesmo diapasão do autarca Afifense, dizendo que é um movimento que já não pode parar, não só porque é uma maneira das associações conseguirem algumas verbas para as suas atividades, como pela projeção que dá para a freguesia.

Quanto ao nosso balanço e porque acompanhamos de perto estas quatro edições, este é positivo em todos os seus aspetos e vertentes, pois todos os anos tem vindo a ser melhorado e na sequência disso, cada vez tem mais visitantes.

Agora na edição deste ano e na mesma altura em que se realizavam as festas da Meadela, Darque, Moledo, só para galar nas mais próximas de nós e as que arrastam multidões e termos o largo Tomas Fernandes Pinto com uma moldura humana daquela natureza, e caso mesmo para se dizer, não metam travões neste movimento, porque está bem lançado e com pernas para andar.

 

 

 

 

MAIS DE MEIO MILHAR, NA PRIMEIRA NOITE GASTRONOMICA DE AFIFE. 

      

     A primeira noite gastronómica do movimento Associativo de Afife, teve uma maior participação de público que a anterior edição, mas as tasquinhas queixam-se que venderam menos. Certamente que se fez sentir os efeitos da crise, o que terá feito com que as pessoas tivessem feito alguma contenção e assim foram as associações que lucram um pouco menos com a venda dos seus produtos.

 

Este ano o NAIAA, também apresentou a sua tasquinha pela primeira vez, a novidade foram os caracóis, que até tiveram uma boa saída, além de outros produtos. 

Para Joaquim Oliveira, disse que esta é uma experiencia nova para a associação e por tal este ano é mais para aprender o funcionamento destas tasquinhas e certamente que na próxima edição e com mais experiencia, possam apresentar coisas novas. 

A Associação Desportiva Afifenseapresentou vários pratos e petiscos e ainda colocou uma banca com a venda de lembranças do clube, para o seu presidente  Joaquim Pinheiro, disse que as vendas decaíram em relaçãoa outros anos, mas considerou que a participação é sempre positiva, já que são sempre conseguidas algumas receitas para fazer face as despesas do clube. Considerou ainda que  o primeiro dia é sempre o mais fraco e que a aposta recai sempre no ultimo dia, onde são apresentadas as novidades.  

Para a tasquinha do Centro de Dia e segundo nos adiantou o Dr. Eduardo Garrido, as vendas de produtos tem sido razoável, embora abaixo de outras edições, mas também apresentaram uma variedade de petiscos maior que em outras edições. Considerou positiva a participação no primeiro dia e estão confiantes para o ultimo dia, onde vão ser apresentadas algumas surpresas.

Para o grupo Folclórico de danças e cantares de Afife, apresentou igualmente vários pratos e doces, as vendas estiveram dentro daquilo que é normal e ainda apresentaram a caipirinha.

Para Artur Silva, presidente do clube de caçadores e do grupo de folclore, adiantou que as associações que dirige, tiveram no primeiro dia uma boa participaçãoem termos de venda dos seus produtos e que é sempre positiva a participação, porque alem de dar a conhecer a atividade destas, serve ainda para angariar alguns trocados para as suas atividades.

Aqueles que não tiveram mãos a medir, foram sem dúvida o Clube de caçadores da Encosta de Santa Luzia,  que confecionaram as várias ementas no pote e as vendas superaram mesmo o previsto. No entanto guardaram para o ultimo dia o prato mais forte, o javali no pote, que em edições anteriores, tem feito filas para aquisição deste na  tasquinha.

O Casino Afifense apresentou uma gama de grelhados na brasa, inclusivamente a sardinha assada além de outros, como uma variada gama de sobremesas, Para José Pinto o tesoureiro foi dizendo que a saída dos pratos apresentados foi boa, tendo mesmo esgotado mesmo alguns e que os grelhados também foram muito solicitados.

Quanto à participação de público, esta foi grande, tendo passado pelo certame bem mais de meio milhar de pessoas, no entanto nem todos consumiram produtos apresentados.

 

O presidente da ADA a entregar ao Dr Abílio, uma lembrança da passagem do seu grupo de concertinas, pelo Movimento Associativo de Afife.

Na parte da animação, esta agradou a todos, com o grupo das concertinas de Viana, composto por médicos  e que no qual está inserido o Dr. Abílio, morador na freguesia e que uma vez mais fez questão de trazer o seu grupo a atuar neste movimento. O grupo cantou músicas populares e ainda mostrou aquilo que se consegue fazer com a sonoridade deste popular instrumento.

 

Seguidamente foi a vez do fado, com uma voz bem conhecida a Filipa Barreiros que cantou e encantou, como só ela sabe, tendo sido igualmente muito aplaudida, até que para muitos esta foi uma novidade.

 

A música Francesa, também se fez representar, pelo acordeão de um acordeonista Francês, que tem vindo passar férias a Afife e este ano fez questão de participar neste movimento. Apresentou músicas de grandes nomes, como Edit Piaf, Brel e outros nomes da música mais recente. Esta foi igualmente uma novidade que fez vibrar os turistas Franceses que ali se encontravam e mesmo de emigrantes Portugueses, que aplaudiram e dançaram ao som do acordeão.

A noite viria a acabar com um disco jóquei, que passou a música para todas as idades, animando assim todos aqueles que ficaram pela noite dentro, no largo Tomas Fernandes Pinto. 

Agora as novidades estão guardadas para o último dia, ou seja a ultima noite, que é este sábado. 

E já agora como curiosidade, tivemos a presença do Pedro Abrunhosa, que já é um habitual nestas noites gastronómicas.

 

 

 

 

 

.ETNOGRAFIA, FOLCLORE E POESIA, ENCHERAM O CASINO.     

          Esta quinta-feira o Casino Afifense encheu, para ver as danças antigas e o folclore da terra, que contou ainda com uma palestra proferida por Francisco Sampaio e poesia por António Neiva, que foi acompanhado pela família Filgueiras, no tocar da concertina, no canto e na dança.

A noite começou com a atuação do grupo de folclore de danças e  cantares de Afife, que apresentou algumas das sua  danças mais características e estas terão mesmo servido de mote para a palestra que foi de seguida proferida por Francisco Sampaio, que começou por enaltecer o feito importante para o folclore da região, que foi a certificação do traje à Vianesa. Aqui referenciou o traje de Afife e citou mesmo Cláudio Basto, quando este se pronunciou sobre o traje de Afife, que considerou o mais simples dos fatos à vianesa, assim como o mais original dos trajes da região.

Seguiu-se o momento de poesia e como não poderia deixar de ser, uma vez que estamos em Afife, o Neiva, recitou poemas de Pedro Homem de Mello e aqui foi acompanhado por José e Alexandrina Filgueiras,que executaram o canto "abaixa-te ó Serra de Arga, que eu quero ver S. Lourenço" bem como dançaram e acompanharam-se na concertina.

A finalizar, foi a vez do grupo das danças antigas de salão, que se apresentou sem um par, que por  problema físico de ultima hora, não puderam estar presentes.

Desta vez o publico compareceu em numero muito considerável, aplaudiu e gostou de tudo o que foi apresentado. Presente esteve, José Maria Costa,o presidente da câmara de Viana do castelo.

Para finalizar, todos quiseram dançar o vira geral.

 

 

HORÁCIO FARIA, DEU AULA DE HISTORIA E AMBIENTE DA FREGUESIA.     

          

Foi seguida com grande interesse a palestra proferida por Horácio Faria, que versou sobre a freguesia e terminou já um pouco para alem da meia noite. Afife no tempo,um tema para orador inesgotável e que desta vez deu a conhecer algumas descobertas de grande importância para Afife,no âmbito do seu património cultural. Assim e resultado das investigações realizadas nos últimos tempos, Horácio faria deu a conhecer a descoberta por si próprio, de importantes gravuras rupestres , tanto na freguesia de Afife, como na vizinha Ancora e foi dado a conhecer em publico pela primeira vez..

Foi uma autentica aula de historia e do ambiente da freguesia, acompanhada por imagens e no final,mesmo com o adiantar da hora,os presentes sem arredar pé, ainda colocaram varias questões.

 

 

 

FORAM MAIS DE 250, AQUELES QUE PARTICIARAM NO CONVIVIO DA CSIF, EM AFIFE. 

      

      Esta tarde os seniores de, Afife, Carreço, Freixieiro de Soutelo e Amonde, rumaram ao Largo Tomas Pinto e ao CasinoAfifense, para participarem em mais um convívio das CSIFs, que une assim os idosos destas freguesias todos os anos em convívios  que acontecem  em cada uma das freguesias que compõe esta CSIF do Litoral. 

Foram mais de 250 aqueles que participaram nesta ação, que começou  com a apresentação do grupo dos triquelitraques, constituído pelos alunos da escola de Afife, liderados pelo Luís São João, que em frente da capela da senhora da Nazaré, exibiram os vários toques feste instrumento Afifense.

A junta de freguesia montou uma ampla esplanada no pátio do casino, onde as pessoas conviveram e onde foi servido um lanche, com sardinha assada, broa e vinho, fêveras, caldo verde e outros.

Findo este lanche, foi o rumar ao salão do Casino, onde atuou o conjunto musical de Mingos Ribeiro, que desde logo fez com que todos quisessem dar um pé de dança.

E até o João Faria, estava presente para um pé de dança,já que nunca falta a este tipo de convívios e ainda animou os presentes.

O convívio esteve animado, serviu ainda para rever amizades e muitas pessoas conhecidas apenas se encontram  durante o ano, nestes convívios.

Este serviu ainda para o candidato à camara de Viana pelo PSD nas próximas eleições, se mostrar, não estivéssemos em tempo de pré campanha eleitoral e por vezes mais uns votos, até fazem jeito.

O convívio teve a organização da junta de freguesia e do Centro Social e este ano o tempo até ajudou à festa e a maioria das atividades aconteceram ao ar livre, no pátio do Casino.

No final, todos saíram satisfeitos e prometem estar presentes já nos próximos que se vão realizar em Soutelo e Amonde, porque em Carreço já teve lugar no mês passado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:58

Pág. 16/16



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTADOR

estatisticas gratis


geo-visitas




Favoritos