Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

     AFIFENSES, FORAM À ROMARIA DA SERRA.      

            

Foram quinze os romeiros de Afife, que pelas cinco da manhã se fizeram ao caminho, na véspera do S. João de Arga, para percorrerem as tais sete serras, até ao alto da serra, onde se realiza a mais característica e popular romaria do Alto Minho.

Esta, acontece numa freguesia que conta apenas com 50 habitantes, mas realiza durante o ano nada mais, nada menos que três festas e a ultima é no agora classificado de monumento nacional, o antigo convento beneditino.

Os Afifenses, mantêm a tradição e todos os anos se fazem ao caminho, umas vezes com mais, outras com menos participantes, este ano até número foi razoável.

Muitos destes passam a noite no quartel que Camilo Ramos detém há mais de 30 anos e este ano dizia que este era o último ano que abria a porta, isto porque com a classificação do convento e dos quarteis, não se sabe como estes vão funcionar a partir daqui.

O Edmar Lopes, que também marca sempre presença nestas caminhadas, dizia-nos que o mais curioso aconteceu em 2008, já que foram 28 aqueles que se fizeram ao caminha, no dia 28 e no ano de 2008.

No que diz respeito aos romeiros de Afife, não há muito a tradição de se dar a esmola ao diabo, no entanto a esmola ao Santo, essa é sempre depositada.

A imagem do diabo, onde se depositam as moedas pretas.

No entanto e para muitos que levam mais a serio esta tradição, deixam sempre uma moeda preta para o diabo, isto é porque as moedas pretas, são sempre as de menor valor.

Esta é uma imagem que fica na igreja, lado esquerdo do arco e onde as moedas são colocadas numa pequena saliência.

Mas não são só os Afifenses que fazem o percurso a pé que vão à romaria, porque há muitos que passam lá os dias que antecedem a romaria, acampando em vários locais da área envolvente da igreja.

Quem nunca falta à romaria é a Mimi do atalho e a Dores, entre outros.

Aqui pode ver-se o Tomas e o Vítor a acompanhar mais uma desgarrada,em que também participava o Lopes de Areosa.

Este ano a afluência manteve-se e foram muitos molhares aqueles que passaram pelo S. João de Arga e até houve quem afirmasse que os homens das concertinas estiveram em número maior que nos últimos anos.

A procissão da véspera, continua a ser um ponto alto, onde muitos dos visitantes se incorporam e este ano o Manuel Domingos, que também nunca perde a oportunidade de passar uns dias na serra, foi pegar no palio.

O Dr Abilio, com o seu grupo de concertinas, animou a noite e fez com que muitos viessem a dançar ao som das suas musicas.

O Lopes de Areosa com a sua concertina.

O Zé, o Fernando e os amigos que sempre fazem questão de passar uns dias  na serra, para assistirem à festa.

Mas muitas outras pessoas de Afife,passaram pela romaria.

A Afifense Cristina Presa, fez a caminhada até  S. João de Arga, mas desde Vila Praia de Ancora e assim fez ver ao irmão Edmundo, que não gostava nada de ir a pé e é por isso que nunca tira ferias nesta altura.

Em baixo é a despedida do S, João de Arga, onde o Jorge Cacheno e o Quim do folclore  deixaram as ultimas cantorias ao  S. João.

Finalizou assim a romaria deste ano,mas para o ano há mais e certamente que as concertinas vão voltar, mas também é certo que o largo da igreja, vai voltar a ser pequenoo de mais, para acolher toda aquela multidão, que não quer perder a mais  genuína romaria do Alto Minho.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub