Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





JANEIRO MAIO

por afifenoticias, em 27.12.14

 

 

JANEIRO 2014

RIO DE AFIFE, ROMPE DUNA, PARA DESAGUAR MAIS A NORTE

RIO DE AFIFE, CORTA DUNA JUNTO DA FOZ.              

            

      As cheias que se tem verificado no rio de Afife, com uma maior incidência da pluviosidade, vieram a fazer com que o rio viesse a mudar de novo o local da sua foz e desta vez rompeu a duna mais a norte, destruindo esta numa vasta área.

Desta vez os efeitos não foram causados diretamente pela força do mar, mas sim pelas cheias do rio, que encontrou  uma elevação de areia acumulada durante  este tempo em que não era muito o seu caudal e agora com as cheias e certamente com os ventos predominantes, fizeram com que as aguas rumassem a norte e assim viessem a destruir uma parte significativa da duna que parecia consistente.

Esta situação vai certamente contribuir para que em tempos de mares vivas e mar alteroso, as ondas possam ganhar aceleração neste agora areal e venham a subir até ao início da área agrícola, pois agora já não existe a duna que evitava o subir das águas do mar

 

Aqui pode-se ver uma parte da duna que agora desapareceu, pela força da corrente das aguas do rio, mas esta é só uma parte, porque para sul registou-se a destruição de área idêntica.

Há menos de um mês, por onde passa agora o rio nesta imagem, era uma duna

 
 MARÇO 2014
 

CASINO AFIFENSE COMEMOROU MAIS UM ANIVERSSARIO E JÁ LÁ VÃO, 129 ANOS.    

 

       É sempre o 15 de fevereiro, que pelo menos se assinala o  aniversario da mais antiga e emblemática associação da freguesia, estamos a falar do Casino Afifense, que este ano completou 129 anos, mas o movimento associativo na freguesia, já há muito que ultrapassou os 150 ano, que é caso único no distrito e mesmo em termos nacionais.

A direção e tal como lhe compete, realizou as habituais celebrações e no dia 15, que este ano aconteceu ao sábado, foi içada a bandeira  na associação.

Em outras alturas e não muito distantes, este ato era  sempre acompanhado por uma salva de 21 tiros, no entanto com a nova lei do lançamento de foguetes, este costume veio a deixar de fazer parte nestas celebrações.

Quanto ao  domingo, dia 16, porque os principais atos e sempre que o dia 15 acontece em dias de semana, são movimentados para o domingo seguinte, teve lugar a realização de uma Missa na igreja paroquial de Afife, pelos associados falecidos e na qual a direção se faz acompanhar com o estandarte do Casino.

Seguiu-se a habitual romagem ao cemitério, que este ano e como o tempo não estava de chuva, sempre juntou um maior numero de associados.

-

 

N final desta, Arlindo Sobral na qualidade de presidente da assembleia geral da associação,  recordou a prestação daqueles que já partiram e que muito contribuíram para erguer uma associação virada para a cultura e recreio, assim como escola para a vida.

Também o pároco da freguesia, realçou a vertente associativa no seio da comunidade e realçou a obra e aquilo que esta contribui para as pessoas. Foi ainda aguardado um minuto de silencio, pelos associados falecidos.

Muitos dos socios puderam  ver as novas obras efetuadas pela direção.

As Intaçaões sanitarias.

O acesso as casas de banho das senhoras.

A direção e perante os associados que se associaram a estas comemorações, aproveitou para  inaugurar as ultimas obras efetuadas no edifício na sua parte interior e que passaram pela requalificação das instalações sanitárias, obra esta que rondou os 50 mil euros, assim como apresentou a biblioteca, que se encontrava fechada há vários anos.

Seguiu-se um almoço convívio, onde se registou uma significativa participação de sócios e onde a animação musical esteve a cargo do Mingos Ribeiro, que quase transformou a festa num baile de carnaval, com muita animação.

A cerimonia principal, aconteceu com a atribuição dos emblemas aos associados que este ano completaram os 75, 50 e 25 anos de filiação na associação, este ano foram 25 os agraciados e ao contrario do que aconteceu o ano passado, este ano foi atribuído um emblema de ouro com brilhantes, já que houve um associado que assim completou 75 anos como socio..

Trata-se de Domingos Diogo, com 91 anos, um homem do desporto que muitas vezes frequenta a associação e fez questão em estar presente para receber esta importante distinção, tendo sido largamente aplaudido e cumprimentado pelos presentes.

 

Foi precisamente o Domingos Diogo, como socio mais idoso e a Mariana como a mais jovem associada que partiram o bolo de aniversario.

Os emblemas de ouro com brilhantes, ouro e prata.

Foram no entanto, muitos aqueles que receberam os emblemas de ouro e prata, embora alguns por se encontrarem fora do País não estiveram presentes, mas sim representados.

 Foram tambem varias as associadas distinguidas.

.

.

-

-

A associada mais nova, levantou o emblema do João Malheiro, que completou 25 anos de filiação, mas que se encontra fora do país e que por sinal é elemento da atual direção.

-

-

-

O Evaristo Santo que levantou o emblema do José santo, que se encontra na Austrália e por tal delegou no irmão.

 

 

Não conseguimos  colocar  as fotos de todos aqueles que receberam emblemas , pois a falta de luminosidade não permitiu  que estas tivessem a qualidade aceitável

 

 MARÇO 2014

SARROU-SE A VELHA EM AFIFE.        

     

               

   A Sarração Da Velha de Afife, voltou a sair à rua e foram muitos aqueles que fizeram questão de acompanhar o cortejo com os triquelitraques, muito embora se jogasse à mesma hora um Benfica porto, para a taça de Portugal.

O NAIAA chamou a si  uma vez mais a organização da tradição e contou com o apoio dos utentes do Centro de Dia da freguesia, que foram eles quem  tiveram a missão de vestir o boneco da Velha.

Desde cedo que as pessoas se concentraram no largo do Cruzeiro  a tocar o triquelitraque e este ano os alunos da escola da freguesia, a quem o Luís São João ministra ensinamentos do manusear deste instrumento duas vezes por semana,  também marcaram presença e as ordem do São João, lá iam tocando as varias marchas.

Assim os mais novos e por arraste, lá obrigaram os pais a participarem igualmente na tradição    e foram ainda muitos  os de fora que estiveram presentes. O cortejo que saiu à hora marcada, dez menos um quarto da noite, fez o percurso até ao Casino, onde esperavam por este  bastantes pessoas que  a partir daí integraram o cortejo de regresso ao Cruzeiro. Aqui fizeram-se ouvir os triquelitraques, com os despiques do Sarra e Esgalha e já quando as forças começavam a faltar, foi lido o testamento.

Este tem sempre a sua vertente critica e humorística, onde pretende  que os bens da Velha a Sarrar, sejam distribuídos pelas pessoas solteiras da freguesia, assim como para dirigentes e associações, não esquecendo  o padre e o presidente da junta, pois é habitual estes serem sempre contemplados com qualquer coisa.

O caso do casino ainda não ter encontrado direção, o coro da Igreja, o rancho de folclore, a associação desportiva, o NAIAA, a radio e outras associações da freguesia, tiveram assim as habituais criticas humorísticas, mas nada que as pessoas levassem a mal.

Apos esta leitura, foi o chegar fogo à velha e os triquelitraques a tocar o SARRA. Aqui os alunos da escola, alinharam e num espaço reservado, mostraram aquilo que sabem e receberam elogios de todos os presentes.

Foi assim uma vez mais realizada a tradição, o tempo embora frio permitiu que o cortejo percorresse os caminhos do costume, até ao lugar do Cruzeiro.

finalizada que está esta tradição, é tempo de por os triquelitraques em descanso até ao ano, mas as traduções não se ficam por aqui, já que a seguir, vem a queima do Judas.

 

Luis São João, dando indicações aos seus alunos.

Os mais pequenos no cortejo.

A velha a caminho do Cruzeiro.

Todos participaram com os triquelitraques.

.

.O presudente da junta, tambem se juntou à tradição com o triquelitraque

.

-

.

.

.

.

 

 MAIO 2014

A ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA AFIFENSE, REALIZOU O16º GRANDE PREMIO DE ATLETISMO.         

Uma vez mais a ADA, Associação Desportiva Afifense, realizou o seu grande Premio de Atletismo, prova esta que depois de uma paragem, ressurgiu com novo formato, como milha urbana e assim incluida no circuito regional de milha urbanas.

Foram pouco mais de uma centena de atletas que participaram na prova, nos variados escalões, tendo sido a ultima, aquela que reuniu um maior numero de atletas á partida.

O dia esteve à feição para a corrida, que teve o seu ponto de partida e chegada, junto do pavilhão David Freitas,num percurso que na sua maioria ocorreu na estrada Pedro Homem de Mello, ligando o pavilhão ao lugar de S. Roque, regressando pelo mesmo caminho.

O segundo classificado é do Afifense

Há a destacar um segundo e terceiro lugar de dois atletas do Afifense, nos escalões de iniciados e juvenis, no entanto e por  se encontrarem alguns atletas da equipa da casa lesionados, não se registou qualquer participção nos escalões de seniores e veteranos.

Terceiro classificado, é atleta do Afifense

Quanto ao numero de atletas, este  não divergiu em muito daquele que se registou na anterior edição, mas de qualquer maneira é um numero baixo, mesmo tendo em conta da fraca participação de atletas em idênticas provas, até porque, enquanto prova de estrada, o Grande Premio de Atletismo de Afife, chegou a contar com mais de 700 atletas.

Os quatro primeiros em veteranos

Presentes estiveram os clubes mais representativos da nossa região, a organização esteve uma vez mais  excelente e para Jaime Fernandes o treinador principal do atletismo Afifense, considerou a prova de ter um balanço final positivo, destacando o cumprir dos horários e a rápida entrega dois prémios, o que fez com que pelas 11h20, tudo já estivesse terminado e assim os atletas puderam regressar a casa mais cedo que o que normalmente é habitual neste tipo de provas..

Equipa vencedora, Vila de Punhe

 

MAIO  2014

CASINO ENCONTRA FINALMENTE  CORPOS SOCIAIS

NOVOS ORGÃOS SOCIAIS DO CASINO AFIFENSE. 

      .   

Novos órgãos diretivos do Casino Afifense, foram empossados, em sessão que ocorreu no salão nobre da associação e contou com a presença de vários associados, que assim quiseram transmitir o seu apoio, especialmente a nova direção. Não foi fácil chegar ao encerramento do ponto 5 da ordem de trabalhos da assembleia iniciada a 8 de março, já que durante quatro sessões, não foi apresentada qualquer lista concorrente aos órgãos sociais da casa. No entanto e depois de vários contactos efetuados por parte da anterior direção e presidente da assembleia geral, foram encontrados alguns associados que se mostraram disponíveis para assumir os principais cargos diretivos da associação. A direção passa a gora ser presidida por António Jardim, a vice-presidência é entregue a João Leitão e a tesouraria para as mãos do anterior presidente, José Direito, os secretários são Edmar Lopes e Joana Arieia, enquanto foram eleitos para vogais, João Oliveira, José Manuel Soares, António Alberto Pinto, Eduardo Ramos e José Augusto Guedes. Na assembleia geral a presidência mantem-se na posse de Arlindo Sobral e os secretários são Jorge Dinis e Carlos Pedrosa, para o conselho fiscal, a presidência passa a para Joaquim Oliveira, sendo Marco Passos secretaria e Tomas Poço Relator. Na tomada de posse, o presidente da assembleia, começou por apelar aos sócios a colaborarem com a direção e deixou claro que se trata de uma direção onde predomina a juventude e salientou o caso de a secretário ser uma mulher, até porque essa era a condição apresentada pelo presidente da direção. Para António Jardim, salientou o trabalho mais urgente, passa pela apresentação do plano de atividades, no entanto traçou como vertentes prioritárias a reorganização técnico- financeira da associação, aposta ainda no diálogo permanente entre os a associação e os associados.

Quanto as atividades culturais e recreativas, diz que vão ser cautelosos, mas diz que serão mantidas as atividades sazonais da associação e depois de ponderadas, serão criadas outras áreas e atividades dentro da casa. A partir daqui a direção vai começar a trabalhar em força e logo após a tomada de posse, aconteceu a sua primeira reunião.

Vários associados  estiveram presentes na cerimonia da tomada de posse que ocorreu no salão nobre da associação.

 

O presidente da assembleia geral ,Arlindo Sobral, reconduzido no cargo, foi o primeiro a tomar posse.

Seguiu-se o presidente da direção, Antonio Jardim.

O vice presidente João Leitão.

A direção conta com um elemento feminino, Joana Arieira.

 Esta noticia embora atual, sai com algum atraso, devido a estarmos ausentes com as edições semanais, no entanto os novos corpos sociais da associação, já trabalham em força com vista a colocar a associação em movimento, preparando assim os pontos essenciais das suas linhas de atuação, previamente definidas,para o bom funcionamento da associação.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTADOR

estatisticas gratis


geo-visitas




Favoritos