Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

...

AFIFE  DIGIT@L             

Jornal on-line de Afife  editado aos sábados. contacto --    afifenoticias@sapo.pt

NECROLOGIA ROTEIRO AFIFE NOTICIAS REGIONAIS CARTAZ CULTURAL
RADIO AFIFENSE JUNTA DE FREGUESIA   

------------------------------------------------------

 

Vamos atualizar a edição, com a participação de Afife nas festas da Bonança em Vila Praia de Ancora.

---------------------------------------------------------------

DSC00391.JPG

S. João de Arga, recebeu um romeiro de Afife, com 18 elementos, que partiram do largo do Casino pelas 5 da manhã do dia 28, muitos para passar por lá a noite, mas o tempo pregou a partida, já que chuva e trovoada, fizeram com que muitos regressassem a casa e só no dia seguinte foram buscar as suas tendas. Um relâmpago atingiu o espaço da festa, causou dois feridos e muitos até levaram choques eletricos com as descargas, tendo-se por momentos gerado um certo pânico. Faltou a energia eletrica, mas os mais corajosos não arredaram pé. A festa não foi como o costume, já que pelas 11 da noite muitos já tinham iniciado a viagem antecipada, ás suas residências.

S. JOÃO DE ARGA 2017

 

ROMEIRO DE AFIFE AO S. JOÃO DE ARGA.

DSC01428.JPG

Uma vez mais Afife manteve a tradição da caminhada até ao S. João de Arga, para tal as pessoas concentraram-se bem cedo junto do Casino, até como é habitual a caminhada começa logo pelas 5 da madrugada e foram 18 aqueles que se fizeram aos caminhos da serra, numa madrugada com nevoeiro, mas com temperaturas agradáveis. A primeira paragem aconteceu na freguesia de Gondar, para tomar café, depois foi o seguir viagem e já muito perto de Dem, três elementos do grupo, optaram por outro caminho, que encurtece a distancia, mas que se torna mais íngreme. Aqueles que seguiram por Dem, ainda efetuaram a paragem do costume, num estabelecimento de Gondar, onde o reforço alimentar é a sande de presunto e a taça de branco. Esta foi uma paragem um pouco mais demorada, que serviu como  o retomar energias para as subidas que se seguiam. Em Dem, acontece sempre a ultima paragem, onde por lá já estava gente de Carreço, que embora, não sendo a pé, seguiam o mesmo destino. A partir daqui o caminho foi de montanha, um pouco íngreme e com o calor a apertar. A chegada`a Capela aconteceu já por volta das 11 e meia, onde foram dadas as 3 voltas à Capela  aqueles que assim entenderam, lá deitaram as moedas pretas para o diabo  as brancas ao Santo, como manda a tradição. Vários elementos do grupo, ficaram para passar a noite  para tal, ocuparam o quartel, que detém há vários anos, desta vez na parte sul. A noite é que não ajudou, à festa, pois a chuva  trovoada, acabou logo no inicio, com o despique das bandas  a trovoada assustou e criou o pânico, onde a luz faltou durante bem mais que uma hora. Alguns Afifenses, que tinham as suas tendas, tiveram que regressar, pois estar ficaram inundadas e o receio de a trovoada voltar, também pesava. Um Afifense,  que tencionava passar a noite a dormir na sua viatura, nem esperou que a trovoada passasse,  pois iniciou logo a viagem com direção a casa, outro de mota  com o saco cama, também não esperou duas vezes. A versão de vários Afifenses que se abrigavam na tenda em frente da Capela, contaram-nos que sentiam choques nos pés na altura das descargas. A trovoada que se sentiu era forte,  a descarga que atingiu a área da Capela e do poste de alta tensão, foi assustadora, onde parece que o trovão chegou primeiro que o relâmpago, deixando um rasto azul no céu, que iluminou toda a serra e criou o medo  nas pessoas. Para os Afifenses que mais vezes tem participado na romaria, dizem nunca trem visto nada assim. A noite de festa acabaria ali pelas 10 da noite, porque foi a debandada geral, restou uma ou outra concertina, quando a luz chegou, ate porque os comerciantes trataram logo de levar os seus artigos para local seguro. Houve gentes de Afife, que deixaram as suas tendas, para as recolher no dia seguinte, que é como diz o velho ditado, mais vale prevenir.

--------------------------------------

AFIFENSES NA ROMARIA

DSC01434.JPG

DSC01450.JPG

DSC01438.JPG

DSC01495.JPG

DSC01478.JPG

DSC01485.JPG

DSC01483.JPG

DSC01497.JPG

DSC01526.JPG

DSC00379.JPG

DSC00390.JPG

DSC00403.JPG

O Manuel Domingos, como habitualmente o faz, lá carregou com o palio 

DSC01499.JPG

As gentes da serra, nas trs voltas à Capela 

 

 ---------------------------------------------------------------------

----------------------------------------------------------

fb_5Sy5BiatZISBs6HIC6Nq

ROMEIROS, PRESTARAM HOMENAGEM AO ZÉ CACHENO.

Aqueles que  de ano para ano, fazem questão em estar presentes na romaria  e que para tal nas suas tendas passam uns dias até  ao final da festa, sentiram este ano a falta de um Afifense fiel à romaria, é que este ano ficou um espaço livre junto da antiga casa do guarda florestal, pois faltou ali o Zé Cacheno. Este  desde há muitos anos fixava arraiais nos dias antecedentes à romaria  só regressava no ultimo dia. Por ali criou amizades com outros romeiros, de muitas outras localidades que anualmente se juntavam em convívio, sempre com as cantigas ao som das concertinas, onde participava. O Zé Cacheno, encontrávamos-o sentado numa cadeira junto da sua tenda a olhar a estrada, para saudar qualquer Afifense ou conhecido que entrava para a festa. Os elementos de Afife que faziam parte do seu grupo, com o seu  desaparecimento, puseram logo de parte a sua ida à romaria, mas depois e com alguns incentivos, resolveram faze-lo, mas sem as concertinas. Na segunda feira de tarde, juntaram todos aqueles que com ele conviviam por estas alturas e foi prestada uma singela homenagem, precisamente no local onde ele mais gostava de estar.

O romeiro de Afife, bem como o de Cabanelas, Esposende e outros, prestaram assim  homenagem ao Afifense, José Cacheno, um Afifense recentemente desaparecido e que era sempre figura presente nesta romaria, onde havia angariado a confiança e admiração de muitos daqueles fieis à tradição do alto da Serra. Por parte dos Afifenses, não houve toques de concertina nem cantares, mas sim o lembrar de alguém que não vai mais estar presente em vida na romaria, mas para alguns, ele continua a estar presente e a ser lembrado todos os anos, no local onde gostava.

-------------------------------------------------------

NOITE DE CHUVA  TROVOADA, QUE PROVOCOU DESCARGAS, QUE FERIRAM DUAS PESSOAS. Varias descargas eletricas provocadas pela trovoada que se fez sentir na noite do arraial do S. João de Arga, criaram o pânico e dois feridos, junto das pessoas que se encontravam na área da Capela. Um dos romeiros de Afife, bem como comerciantes da freguesia que ali haviam montado as suas tasquinhas, contaram que não ganharam para o susto, já que a chuva forte que começou a cair pelas 10 da noite, fez encher a Capela, os quartéis e todas as barracas que ali haviam sido montadas, a trovoada começou a criar um certo receio que acabaria por atingir as linhas de alta tensão e a parte elétrica da Capela, causando um ferido e contam aqueles que faziam parte do romeiro de Afife ter sentido choques elétricos na altura da descarga. Esta situação fez fugir muitos daqueles que tinham previsto passar a noite na romaria, até porque se registou um corte de energia elétrica e as bandas de musica abandonaram logo o local, assim como muitos dos comerciantes. Muitos dos que incorporaram o romeiro de Afife e que tinham planeado passar a noite e voltar no dia seguinte, viram-se forçados a alterar os planos, já que as suas tendas ficaram inundadas.

OS VIDEOS

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CONTADOR

Contador Gratis

Favoritos

Links

.

  • .

.

  • .

.

  • .
  • .

.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

on line


contador de visitas