Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Caminha

por afifenoticias, em 29.01.11
Rede de Bibliotecas de Caminha promove seminários sobre Luís de Camões.Rede de Bibliotecas de Caminha promove seminários sobre Luís de Camões

A Rede de Bibliotecas de Caminha está a promover a iniciativa Ciclos de Seminários mensais dedicados a autores portugueses. Este mês, os seminários temáticos decorreram ontem, dia 26, com Luís Vaz de Camões como figura de destaque.

Participados por cerca de 120 alunos e professores dos agrupamentos de escolas do concelho, os seminários, a cargo de Micaela Ramon, professora do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho, decorreram na Biblioteca Escolar da EB2,3 /S de Caminha e na Biblioteca Municipal de Vila Praia de Âncora.

Esta iniciativa resulta do compromisso em satisfazer as solicitações enunciadas pelos professores bibliotecários que participam na Rede de Bibliotecas de Caminha.

Este ano, ainda, vão merecer destaque nestes seminários Eça de Queirós, Padre António Vieira, Cesário Verde e Fernando Pessoa.

É de salientar que os Ciclos de Seminários mensais dedicados a Autores Portugueses se realizam no âmbito do acordo de cooperação estabelecido entre a Câmara Municipal de Caminha e a Universidade do Minho, que visa o desenvolvimento de acções de formação e de colaboração técnico-científica e cultural nos domínios da língua e cultura portuguesas e, de um modo geral, das Letras, Artes e Ciências Humanas.

Para executivo camarário este acordo de cooperação com a Universidade do Minho representa mais um esforço do Município para melhorar os níveis literários da comunidade escolar.

 

Melhores condições no Quartel de VPA vão ser forma de atrair mais bombeiros voluntários para a corporação.

Melhores condições no Quartel de VPA vão ser forma de atrair mais bombeiros voluntários para a corporaçãoO Quartel dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora está em obras. Os vereadores Flamiano Martins e Mário Patrício visitaram a empreitada que tornará o quartel mais funcional, prático e atractivo, potenciando assim a participação de mais voluntários. A intervenção está orçada em 439.095,29 euros.

Todos os membros da corporação de Bombeiros de Vila Praia de Âncora, quer masculinos como femininos, terão "melhores condições para a prestação de serviços de auxílio e socorro". Esta é a convicção de Flamiano Martins, vice-presidente da Câmara Municipal de Caminha e responsável pelo pelouro da Protecção Civil.

Haverá também um espaço mais dedicado ao convívio que terá como objectivo o cultivo das amizades no seio da comunidade dos bombeiros voluntários. Desta forma, a direcção pretende renovar os quadros e aumentar o efectivo, que neste momento conta com 30 bombeiros, atraindo mais jovens para a causa humanitária.

O edifício, apesar de ter apenas 30 anos de existência, está desactualizado. Apresenta fragilidades ao nível do conforto e da salubridade necessárias ao desenvolvimento das actividades de protecção e socorro à população. Ou seja, não contempla segurança contra incêndios, não possui acessibilidades para utentes com mobilidade reduzida e não reúne as condições necessárias para albergar o número crescente de bombeiros, designadamente os elementos do sexo feminino. Para além disso, a torre de treinos é um espaço desaproveitado, uma vez que já não é utilizado para o efeito.

Trata-se de uma remodelação que vai custar 439.095,29 euros. O investimento é co-financiado em 70%, do valor elegível, pelo Fundo de Coesão, sendo a restante quantia (131.728, 25 euros) suportada pela Câmara Municipal de Caminha.

Para além da requalificação deste quartel, a Câmara Municipal de Caminha vai também comparticipar as obras no Quartel da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caminha. Estas obras vão custar 383.406,17 euros, e são co-financiadas em 70%, do valor elegível, pelo Fundo de Coesão, sendo a restante quantia (115.021,85 euros) suportada pela Câmara Municipal de Caminha.

Deste modo, a requalificação dos dois quartéis vai custar 822.501,46 euros, co-financiados em 70% do valor elegível pelo Fundo de Coesão, sendo a restante quantia (246.750, 10 euros) suportada pela Câmara Municipal de Caminha.

 

Gabinete de Apoio ao Emigrante a funcionar em Caminha e Vila Praia de Âncora.Gabinete de Apoio ao Emigrante a funcionar em Caminha e Vila Praia de Âncora

 

O Município de Caminha já tem disponível um novo serviço para apoiar os emigrantes do concelho, o Gabinete de Apoio ao Emigrante. O gabinete é uma estrutura de apoio ao emigrante e já está a funcionar na Câmara Municipal de Caminha e no Centro Coordenador de Transportes de Vila Praia de Âncora.

Este novo serviço do Município dirige-se sobretudo aos munícipes reformado(a), inválido(a), jovens em situação escolar, viúva e filhos órfãos e jovens com ambições empresariais, que estejam ou tenham estado emigrados, aos que estão em vias de regresso e àqueles que desejam emigrar.  

A Câmara Municipal criou este serviço gratuito de apoio ao emigrante com os objectivos de informar os emigrantes sobre os seus direitos; contribuir para a resolução dos problemas apresentados; prestar apoio junto de outros organismos Públicos. O executivo pretende ainda com este gabinete prestar um serviço eficiente, atencioso e humano aos emigrantes do concelho.  

Este gabinete está devidamente habilitado para informar sobre matérias da Segurança Social (reforma, invalidez, complementos de reforma, incapacidade no trabalho, melhoria da reforma, outros), emissão de declarações, legalização de viaturas, equivalências e habilitações literárias, ingresso no Ensino Superior, nacionalidade, vistos e apoio à criação de emprego.

Tal como foi acima referido, o Gabinete de Apoio ao Emigrante funciona na Câmara Municipal de Caminha e no Centro Coordenador de Transportes de Vila Praia de Âncora, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 12h30 e das 13h30 às 17h00.

É de referir ainda que o Gabinete de Apoio ao Emigrante resulta da celebração de um Acordo de Cooperação entra a Câmara Municipal de Caminha e a Direcção-Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas.

 

 

 

Cabazes de produtos genuínos da terra atraem cada vez mais compradores.Cabazes de produtos genuínos da terra atraem cada vez mais compradores

O PROVE - Promover e Vender é um projecto de cooperação nacional promovido em conjunto com várias entidades parceiras que se associaram a um grupo de pequenos produtores dos territórios da Península de Setúbal, Vale do Sousa, Alentejo Central, Mafra, Porto e do Vale do Minho e tem como objectivo melhorar o escoamento das produções, privilegiando a comercialização de proximidade.

No concelho de Caminha, a autarquia trabalha em conjunto com três produtoras: Margarida Brito, Maria Goretti Lima e Maria Rosa Vila Pouca.

Vivem da agricultura, e com aquilo que cultivam enchem os cabazes com os produtos da época acabados de colher, para que tenham a frescura máxima. É às sextas-feiras, das 17h às 18h, que os compradores podem ir buscar os seus cabazes à loja do Mercado Municipal de Caminha.

E já são 22 os compradores habituais. Conforme o tamanho do agregado familiar, escolhem o cabaz pequeno ou grande - os produtos são os mesmos, só varia a quantidade e o preço, claro está. O cabaz mais pequeno custa 6,50€ e o maior 9,50€.

"Esta é uma forma de valorizar o trabalho dos agricultores e os produtos da região e da época. Tudo o que aqui é vendido tem uma qualidade excelente. É um incentivo para as produtoras que têm aqui uma forma diferente de fazer negócio e é uma oportunidade para os munícipes comprarem frutas e legumes frescos, numa lógica de comércio de proximidade", realça Flamiano Martins, vereador com o pelouro das Actividades Económicas.

Os interessados em receber os cabazes semanalmente devem inscrever-se na Divisão de Ambiente e Transportes, no edifício da Câmara Municipal, ou directamente com as produtoras à sexta-feira, das 17h às 18h, na Loja do Mercado Municipal de Caminha.

Resta dizer que para as pessoas com gostos mais particulares, é, inclusive, possível rejeitar produtos. Basta dizer aqueles que a família não gosta, e as produtoras saberão que para aquele comprador nunca incluirão os ditos produtos no cabaz.

 

Concurso Arte e Doces enriquece certame Caminha Doce.Concurso Arte e Doces enriquece certame Caminha Doce

O concurso "Arte e Doces", exposição de Bolos Artísticos, é a grande novidade do certame 'Caminha Doce' - II Feira de Doçaria Tradicional e Conventual, que vai decorrer no Centro Histórico de Caminha de 4 a 8 de Março.

'Caminha Doce' é uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Caminha, cuja organização é da Ancoreventos.Ao concurso, cuja temática é o carnaval, podem concorrer as Pastelarias e as Confeitarias localizadas no Concelho de Caminha e, ainda, as escolas do distrito de Viana do Castelo, com formação na componente de pastelaria. As inscrições estão abertas até ao dia 15 de Fevereiro.

Todos os bolos apresentados a concurso farão parte da exposição "Bolos Artísticos", que estará à vista de todos os visitantes no Jardim do Edifício Técnico Administrativo da Câmara Municipal, sito na rua Ricardo Joaquim de Sousa.

Promover a arte e o design na doçaria, através de criações próprias e originais, fomentar a inovação e a criatividade na confeitaria e, ainda, promover as pastelarias e confeitarias locais presentes no concurso, são alguns dos objectivos do "Arte e Doces".

Os interessados em participar deverão preencher e enviar a respectiva ficha de inscrição até ao dia 15 de Fevereiro, em mão ou via correio para Câmara Municipal de Caminha - Gabinete de Turismo, Largo do Posto do Turismo, 4910-117 Caminha. Ainda o podem fazer através do endereço electrónico: turismo@cm-caminha.pt.

 

CPCJ lança concurso de fotografia "Ser Criança" para amadores e profissionais do concelho de Caminha.CPCJ lança concurso de fotografia

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Caminha (CPCJ) está a promover o concurso de fotografia subordinado ao tema "Ser Criança", cujo prazo termina a 31 de Março.

Este concurso dirige-se aos amadores e profissionais de fotografia, com residência no concelho de Caminha. É de salientar que não poderão concorrer a este concurso os membros do Júri e os elementos da CPCJ.

A CPCJ pretende com a promoção deste concurso consciencializar a comunidade para a importância dos Direitos da Criança, bem como envolvê-la nas actividades que promove. Fomentar o potencial artístico das crianças, dos jovens e adultos, através da elaboração de fotos sobre as crianças e seus Direitos é outro dos objectivos.

Relativamente ao concurso é de referir que as candidaturas são individuais e só serão admitidos trabalhos originais. Os trabalhos têm de ser devidamente identificados e deverão ser entregues até ao dia 31 de Março, em mão, na Câmara Municipal de Caminha, ou via correio para Presidente da CPCJ de Caminha. Praça Conselheiro Silva Torres, 4910-122 Caminha.

Os trabalhos serão avaliados segundo a originalidade, criatividade, qualidade da fotografia e adequação ao tema em causa, apresentadas.

Os resultados serão conhecidos a 23 de Maio, durante a inauguração da exposição de todos os trabalhos, que estará patente até ao dia 26 de Junho.

 

Duzentas pessoas foram ao 2º Aqua Open Day.
Duzentas pessoas foram ao 2º Aqua Open Day

Cerca de duzentas pessoas deslocaram-se às Piscinas Municipais - Vila Praia de Âncora para participar no 2º Aqua Open Day e conhecer as modalidades desportivas disponíveis. A adesão foi grande, sobretudo por não utentes, que foram experimentar as aulas pela primeira vez. Notou-se também um grande número de pessoas de fora do concelho.

 

Depois do primeiro Aqua Open Day, com o objectivo de dar a conhecer novas modalidades, desta vez o propósito era atingir novos públicos e trazer mais pessoas ainda para as Piscinas Municipais - Vila Praia de Âncora.

 

"Temos modalidades inovadoras que não estão disponíveis nas piscinas mais próximas. Queremos dar alternativas e proporcionar hipóteses de evolução aos utentes. Para além disso, temos vindo a ter gradualmente cada vez mais utentes, e queremos continuar a atrair mais", revelou o vereador da Câmara Municipal de Caminha com o pelouro do Desporto, Flamiano Martins.

 

Hidroginástica, HidroBike, Deep Water, entre outras modalidades e com diversas intensidades, foram as aulas que os participantes puderam experimentar. Também as crianças tinham monitores especializados a dinamizarem as brincadeiras.

 

Um terceiro Aqua Open Day já está agendado. Decorrerá no dia 19 de Março.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D



Favoritos