Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

 
AFIFE DIGITAL

JORNAL SEMANAL ON-LINE DE  AFIFE actualizado aos sábados AGORA  ÁS  21h30m

CONTACTE-NOS  AQUI--E-mail    afifenoticias@sapo.pt

para saber as ultimas---clik em             NOTICIAS EM TEMPO REAL

.                                                                                 .

LARGO DO CASINO, SÓ ARRANCA DENTRO DE PELO MENOS UM MÊS

AFIFENSE JÁ JOGOU COM O GAIA O JOGO EM ATRASO E FOI GANHAR POR 28-29 .

EM OITO DIAS, AFIFE REGISTOU TRES ASSALTOS

ATLETAS DO AFIFENSE,  CONSEGUEM 2º E 3º LUGAR NA CORRIDA DO 1º DE MAIO  EM VIANA DO CASTELO, NA PASSADA QUINTA FEIRA                                        .

COMISSÃO DE FESTAS DE S. ANTONIO, JÁ APRESENTOU O CARTAZ DAS FESTAS .

MONTE DE SANTO ANTONIO ESTÁ ASER MELHORADO PARA AS FESTAS                          .

.

.

CASA MORTUÁRIA DE AFIFE ,  CONCLUÍDA E BENZIDA

                                      

.                                           lado da   frente

                                    

                                                                               Lado Nascente

                                    

                                                                  Lado Poente

A Junta de Freguesia de Afife , procedeu à Bênção da Casa Mortuária de Afife , que foi apresentada ao público como obra concluída e pronta a ser utilizada.

                                

A obra esteve a cargo da Junta de Freguesia e foi projectada e construída por gentes de Afife e a verba para tal saiu quase na sua totalidade dos cofres da autarquia, tendo havido um ainda apoio da Câmara de Viana. Esta est á construída dentro dos parâmetros que são exigidos para este tipo de estrutura em v á rios Países europeus e que mais tarde ou mais cedo vai acontecer em Portugal, respeitando todas as normas exigidas. Na altura da Bênção, foram muitos os Afifenses que quiseram ver a obra feita e presentes estiveram ainda o Vereador das Freguesias, em representação da Câmara, assim como representadas estiveram todas as associações da Freguesia. 

                     
A obra agora concluída e o seu espaço envolvente, teve um investimento que ultrapassou os 250 mil Euros, saídos quase na totalidade dos cofres da autarquia.
Esta estrutura foi desenhada e construída por gente de Afife e foi construída dentro dos prazos previamente estabelecidos. Para o presidente da Junta, esta era uma obra prioritaria a que a sua autarquia resolveu levar por diante, mesmo que para tal fosse necessário alienar património da Freguesia. José Maria Costa, vereador das Freguesias, salientou a importância deste tipo de estruturas no tempo em que vivemos e realçou ainda o empenho da Junta para que a obra fosse hoje uma realidade.

Assim este equipamento vem substituir o serviço que estava a ser efectuado na Capela da Senhora da Rocha, que para tal não tinha as condições necessarias, mas foi o que se conseguiu arranjar provisoriamente.

                
A autarquia Afifense , já aprovou o regulamento e as taxas para esta nova estrutura e que a partir de agora, passam a vigorar.
As taxas a cobrar pela sua utilização, vão variar entre os 50 e os 100 Euros, sendo a primeira para moradores recenseados na Freguesia, havendo ainda uma de 75 Euros para moradores não recenseados e a ultima destina-se a não moradores e não recenseados
.

                                    A BÊNÇÃO

A Bênção desta nova estrutura, aconteceu sem a presença do padre da freguesia, o padre Domingos, que estava ausente do País e por tal foi substituído na cerimonia pelo padre Fonseca, de Viana do Castelo.

                                  

Foram muitos aqueles que depois da Missa, se dirigiram ao edifício para presenciaram a Bênção e ver em pormenor este novo equipamento, que era uma necessidade para a Freguesia. A Junta de Freguesia, convidou varias entidades e a Câmara fez-se representar pelo vereador das Freguesias, o Eng. José Maria Costa e estiveram ainda representadas todas as associações da Freguesia. Salienta-se que foram muitos os Afifenses que estiveram presentes na cerimonia que se iniciou tal como estava marcado, á s 11h00 do dia 27 de Abril.

A cerimonio, iniciou-se com om padre Fonseca a Benzer a Casa e de seguida deu os parabéns à autarquia, já que  Casa Mortuária é inovadora e não há condições como esta em mais parte nenhuma, visto que obedece aos mais modernos parâmetros dentro deste tipo de estruturas, que futuramente vão ser certamente obrigatórios , porque aqui foram pensados todos os pequenos pormenores.

De seguida, usou da palavra o  presidente da Junta, Manuel  Fernando Vale, que teceu referencias, à obra feita:

                              

Discurso do presidente da Junta:

È com muita alegria que aqui estou presente como presidente da Junta de Freguesia, na cerimonia da Benção deste edificio .

Há vários anos que havia a necessidade de ter um local onde se pudesse colocar aqueles que nos vão deixando, depois de muitas discussões na Assembleia de Freguesia, que esta necessidade foi debatida, a Junta de Freguesia começou por colocar na sua lista de objectivos a construção de uma Casa Mortuária . Contudo faltavam duas condições muito importantes para que este nosso objectivo fosse possível . O primeiro era o dinheiro, o segundo era o local. Tendo surgido a possibilidade da aquisição de uma parcela de terreno junto do cemitério , foi decidido adquiri-la. Com alguma verba existente e com a ajuda da Câmara Municipal, que transferiu para a Freguesia uma verba mensalmente fixa e tendo deliberado posteriormente uma comparticipação, o terreno foi adquirido. Para a construção do edifício foi necess á rio alienar algum património da Freguesia. A Câmara também colaborou nesta obra. Pretendeu-se com esta obra, mas acima de tudo manter os costumes  existentes, mas criando  algumas´comudidades em termos de conforto e saúde publica, para tal foi necess á rio visitar alguns Tanatorios na Espanha, País que neste campo está mais evoluído que Portugal.

Aì verificamos que o cadaver   nunca esta em contacto com as pessoas, encontrando-se colocado num tumulo isolado e refrigerado a uma temperatura de 12 graus. A partir daí avançamos para o projecto, o mesmo foi entregue ao nosso conterraneo , Carlos Bandeira, que melhor que ninguem soube interpretar as ideias da Junta de Freguesia e idealizar o belo edificio que vossas excelencia podem comtemplar.  A obra foi adjudicada em concurso publico ao tambem nosso conterraneo , Joaquim Camelo Gomes, que nos prazos previstos e sem trabalhos a mais a concluiu. Este edificio est á equipado com ar condicionado alarme contra incendios , mobiliario adequado, casas de banho para deficientes e uma pequena copa. Tem possibilidade para dois velorios em simultaneo , foi esta a obra possivel   feita com muito empenho pela Junta de Freguesia  e que vem enriquecer o patrimonio publico da Freguesia de Afife . A todos que connosco colaboraram, quero manifestar o nosso mais sentido reconhecimento. Com estas ultimas realizações e com a requalificação do centro Civico da Freguesia que a Camara Municipal esta a levar a cabo, afife tem um desenvolvimento substancial em termos de qualidade de vida da sua população. Como presidente da Junta de Freguesia de Afife , sinto-me contente e feliz, por ter contribuido em parte para este desenvolvimento.

Seguidamente usou da  palavra o vereador das Freguesias, José Maria Costa:

                            

Em nome do senhor presidente da Câmara que por motivos de agenda não pode estar aqui hoje de manhã, porque este fim de semana tivemos um grande conjunto de actividades integradas no âmbito das comemorações do 25 de Abril, e não pode estar aqui, naturalmente a Câmara Municipal não deixaria de estar presente numa cerimonia em que se concretiza aspectos importantes que tem vindo a ser desenvolvidos a nível de todo o Concelho, que é a contribuição de um conjunto de serviços  que nos dias são cada vez mais importantes para o serviço das comunidades. No âmbito das comemorações dos 750 anos do Foral do Município  tendo sido importante esta presença da Câmara e esta visibilidade que a Câmara  quer dar à forma como nós temos construído   ao logo destes 750 anos um Município , e é isso que se pretende fazer para Portugal. Por vezes h á a ideia que no Município as obras são concentradas no âmbito da cidade, e é verdade, h á um conjunto de obras significativas na requalificação urbana e ambiental da cidade, mas  a Câmara Municipal teve sempre presente através dos seus diversos pelouros a preocupação que a coesão do território de que as obras das Freguesias fossem feitas também , dotando as Freguesias de todas as condições de qualidade de vida, isto é um pouco do que se passa aqui em Afife e outras Freguesias e que é fruto de um bom entendimento e fruto também de um dinamismo associativo tendo sido possível qualificar, não só naquilo que são estruturas publicas mas também equipamentos de utilização colectiva e que hoje Afife começa a ter um conjunto de infra-estruturas e equipamentos que são necess á rios . Eu como vereador das Freguesias, não o poderia deixar de fazer aqui e agora, naturalmente que é importante esta obra, por vezes não é valorizada pelas pessoas, mas a introdução de uma adutora de agua que vai permitir no futuro um reforço do abastecimento de agua a todas as Freguesias do litoral, que tinham problemas, como tivemos aqui há dois ou três anos problemas complicados de abastecimento de agua no verão, vamos poder com essa adutora em funcionamento para o próximo ano, teremos esses problema então resolvidos  no futuro, ou seja que com as condições b á sicas garantidas.  Há também ao nível de equipamentos de utilização colectiva, até porque havia a pratica desportiva, havia dinamismo associativo e agora há um equipamento de qualidade na á rea desportiva e cultural. Havia a necessidade de fazer o aumento do cemitério , não só em Afife mas em todas as Freguesias e que qualifica o espaço de alguma qualidade e espaços como o que estamos. Eu penso que Afife está em som de diapasão com o desenvolvimento do Concelho  e neste aspecto concreto que nos estamos no centro da Freguesia e em que há no âmbito da requalificação  destes novos equipamentos, há também a preocupação  conjunta que da Câmara quer da Junta de Freguesia no sentido de também se requalificar os espaços públicos , que já estavam um pouco degradados e estamos a falar do espaço frente ao Casino, no sentido de serem melhoradas as acessibilidades aquele equipamento, mas também de melhorar  toda a envolvência que começa a ter equipamentos de qualidade.  Eu esperava que esta Capela nunca fosse utilizada, porque era um bom sinal para todos, mas infelizmente a vida é assim mesmo, que é o que temos mais certo na vida. Mas fica um equipamento de qualidade  onde as pessoas e as famílias possam no fundo velar os seus ente queridos, com qualidade e com dignidade, penso que este é um aspecto importante e que naturalmente eu gostaria de congratular  a Junta de Freguesia e Assembleia de Freguesia, pela capacidade  e pelo entendimento que tiveram de perceber a mudança dos tempos, por isso este processo foi importante.

Seguidamente  foram entregues medalhas comemorativas deste equipamento ás associações e varias entidades, bem como a titulo individual.

             A ESTRUTURA INTERIOR

Depois foi tempo dos presentes visitarem toda a estrutura e inteirarem-se de todos os pormenores e seu funcionamento.

                              

Este equipamento tem casas  de banho para deficientes, uma copa e sala mobilada com cadeiras adequadas.

                                        

Segue-se um corredor e situa-se logo a seguir a parte para a colocação dos cad á veres , ( pouso 1  e  pouso 2) composta por um espaço, vedado a vidro e que se intitula de tumulo, que é refrigerado a uma temperatura de 12 graus, onde as pessoas estão  apenas em contacto visual com o cadáver através do vidro.

                               

                                              Corredor entre a sala e os pousos 1  e  2

                      

                                            Tumulo em vidro ao fundo e Pouso   1

Tem ainda e no mesmo espaço local que pode suportar ainda dois velório separados. Possui ar condicionado e alarme de detecção de incêndios  e ainda um espaço de arrumações, bem como um outro onde se localiza o quadro eléctrico e serviço de aguas.

                                      

                     TAXAS

As taxas de utilização da Casa Mortuária em vigor durante este ano, são compostas por três escalões, de valores diferenciados.

Assim e para os residentes recenseados , há uma taxa única de utilização da Casa Mortu á ria , que é de 50 Euros.

Depois e para residentes não recenseados , a taxa é de 75 Euros.

Havendo ainda uma outra taxa, para aqueles que não são da Freguesia, nem são residentes nem recenseados, que é de  100 Euros.

Estas taxas são actualizadas todos os anos em consonância com   a inflação verificada. A taxa deve ser paga na secretaria da Junta, na altura em que seja solicitada a utilização da Casa. Em caso de domingos e feriados e uma vez que a secretaria da Junta não se encontra em serviço, o contacto deve ser feito através do coveiro, que  entrar á em contacto com os elementos da autarquia.

                REGULAMENTO DA CASA MORTUÁRIA

O regulamento determina a actividade da Casa Mortuária e a sua utilização ser á facultada nas  seguintes  condições. Residentes a inumar no cemitério e Afife ,  residentes a inumar noutros cemitérios , não residentes a inumar no cemitério de Afife , deposito de cadáveres em transito para outros cemitérios , sempre com a autorização previa da Junta de Freguesia. A Casa estar á aberta o tempo necessário ao velório , responsabilizando-se o requerente, pelos bens aí depositados, como o que aí ocorrer durante o tempo de utilização . A pessoa ou entidade encarregue do funeral, requisitar á na secretaria da Junta e far á o pagamento da taxa.

.

Aqui só registamos parte dos regulamentos de taxas e da casa, focando  alguns dos pontos que  ser á mais utilizados, j á que estes  regulamentos são longos.

.

A Junta de Freguesia está ainda a encetar diligencias, no sentido de num futuro poder adquirir um terreno que fica a poente desta estrutura e que poder á servir para uma ligação entre este local e o parque do cemitério .

 A Junta de Freguesia, para assinalar esta efeméride , atribuiu  uma medalha  evocativa deste equipamento colectivo de grande importância local, a diversas entidades locais e não só, bem como a associações da Freguesia e pessoas individuais que contribuíram de uma ou de outra maneira para a obra.

Assim foram atribuídas medalhas à Câmara e ao vereador das Freguesias.

                                  

                                          Atribuição de medalha à Câmara e ao vereador das Freguesias.

                               

                             Atribuição de medalha ao presidente da ADA, Jorge Meira.

                         

               Atribuição de medalha ao presidente do Casino Afifense , Domingos Fontainhas.

                                

                         Atribuição de medalha ao construtor da obra, Joaquim Camelo Gomes.

                                      

                          Atribuição de medalha ao presidente da Casa do Povo de Afife ,  Franclim .

                                  

                                Atribuição de medalha ao projectista da obra,  Carlos Bandeira.

                             

                    Atribuição de medalha a Jorge Meira ex tesoureiro da Junta e foi durante  o periodo em que fazia parte da autarquia que se começou a projectar a obra.

Muitas outras medalhas foram atribuídas a vários Afifenses e outras entidades que não da Freguesia.

Agora é ainda intenção da Junta de Freguesia, fazer a aquisição de um terreno a poente da Casa Mortuária e no qual já contactou o proprietário que se encontra a residir no Brasil, mas tudo est á bem encaminhado e essa é igualmente uma intenção da Junta para levar por diante, mais cedo ou mais tarde.

             

                terreno que a autarquia pretende adquirir.

.

                          3  de Maio de 2008

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub