Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





valença

por afifenoticias, em 29.10.11

 

Feira Anual dos Santos de Cerdal

       A Última Feira Romaria Galaico-Minhota

 

A freguesia valenciana de Cerdal recebe a Feira Anual dos Santos, em 1 e 2 de Novembro; a última grande feira/romaria do calendário anual galaico-minhoto e a mais importante entre o norte de Portugal e a Galiza.

Os visitantes, aos milhares, desfrutam de um amplo espaço e de uma vasta oferta de produtos proporcionada por mais de 400 expositores distribuídos pelos diversos sectores. A feira decorre no Terreiro de São Bento da Lagoa, num espaço devidamente infra-estruturado para o efeito, junto à estrada nacional São Pedro da Torre/Paredes de Coura, a 5 minutos do acesso à A3 e das pontes internacionais.

Feira de Gado e Corridas de Cavalos

         Os cavalos garranos, típicos da região, são um dos principais atrativos desta feira com as castiças e singulares licitações e mostra dos animais, por parte dos muitos criadores da região norte de Portugal e do sul da Galiza, a animarem as manhas do dia 1 de Novembro. Para além do gado cavalar este sector  contará, ainda,  com gado bovino e caprino.

         As emblemáticas corridas de cavalos decorrerão no dia 1, à tarde, na Pista das Corridas.

As Tasquinhas e as Desgarradas

         Nas tasquinhas da feira fazem-se, por tradição, as provas dos vinhos novos da região e, também, se apreciam os mais diversos petiscos, com destaque para os rojões, o caldo verde e as castanhas assadas. Nas noites de 31 de Outubro para 1 e 2 de Novembro decorrem os cantares ao desafio e as desgarradas a cargo dos tocadores de concertina da região nas muitas tasquinhas típicas montadas na feira.

A Feira das Lavradeiras

         Os espaços mais próximos à Capela de São Bento acolhem as lavradeiras da região que nesta época vendem, sobretudo, os perícos dos santos (peras pequenas), as castanhas cruas ou cozidas, as nozes, os dióspiros e muitos outros produtos do campo.

Feira Secular

         A Feira dos Santos é uma feira / romaria secular e um verdadeiro ponto de encontro galaico-minhoto que cativa, ano após ano, milhares de visitantes. A feira já aparece documentada em 1758 e é um ponto de confluência de povos e onde, por excelência, se sente a alma galaico-minhota. Nas Memórias Paroquiais de 1758 esta feira surge já documentada “Nesta freguesia se faz uma feira dentro do distrito dela a doze de cada mês e em dia de Todos os Santos de cada ano e esta é de bestas (gado) e somente dura naquele dia e não é franca que paga os direitos a Sua Majestade”.

         O antigo Presidente da Região de Turismo do Alto Minho, Dr. Francisco Sampaio, escreveu o seguinte a propósito desta feira: “É Feira à moda antiga e sendo a última grande Feira do ano no Alto Minho, arrasta no seu imaginário aquele ar de Festa e Arraial onde se diz missa, se cumprem ex-votos e promessas, e se acotovela o povo-léu das redondezas. De Viana e de Ponte, de Monção e de Melgaço, de Coura e dos Arcos, dos Ayuntamientos da Raia Galega, tudo se achega numa alegria difusa e constante entre barracas e esparabéus, do plástico e dos factos à medida, das marcas e cassetes piratas, quinquilharias e ferragens, chitas e fazendas, loiças de Barcelos, móveis de Paredes, ourives de Gondomar, garranos dos montados do Corno do Bico e piscas das lavradas de Ganfei”.

 

 

Candidatura às Bolsas de Estudo

Até 4 de Novembro

 

 

         A Câmara Municipal de Valença relembra que o prazo para a participação no concurso, para a atribuição de bolsas de estudo, termina a 4 de Novembro. Os interessados deverão informar-se e formular a sua candidatura junto dos Serviços de Ação Social.

         As bolsas destinam-se a alunos a frequentar o ensino superior que apresentem limitações a nível económico e comprovadamente bom aproveitamento escolar.

         Podem concorrer, anualmente, à atribuição das bolsas de estudo, os jovens estudantes valencianos que frequentem o ensino superior e que apresentem comprovativos de necessidade de apoio para a continuação da sua formação.

 

Valença Promove-se na Vigoferia

 

         Valença vai promover a gastronomia, o comércio tradicional, o património e o turismo de natureza na Vigoferia 2011, com um stand, entre 29 de Outubro e 1 de Novembro, no âmbito da Eurocidade Valença Tui. A feira decorrerá em Vigo, no Instituto Ferial de Vigo.

         Os principais produtos turísticos de Valença estarão em destaque na 14ª Feira do Turismo, Gastronomia e Artesanato.

         Vigo converte-se, estes dias, num importante centro de negócios dos sectores turístico e gastronómico, uma oportunidade, segundo o Presidente da Câmara, Jorge Salgueiro Mendes, para promover Valença junto do mercado de proximidade que é a Galiza, mas, também, para toda a Europa.

         Em 12.000 metros quadrados de superfície, Valença será um dos 200 expositores representativos de de seis países diferentes e onde estarão grandes operadores turísticos internacionais.

         Valença apresenta, hoje, uma boa oferta cultural, centenas de estabelecimentos comerciais tradicionais, com os melhores têxteis-lar a preços competitivos, mais de 70 restaurantes onde sabores tradicionais e nomeadamente o bacalhau e o caldo verde, uma das 7 maravilhas da gastronomia portuguesa, são  pratos referência, 20 unidades hoteleiras, a Ecopista, prémio europeu vias verdes, a par da autentica joia patrimonial da humanidade que é a Fortaleza, tornam Valença um produto turístico, cada vez mais, atrativo.  Produtos que estão a diversificar, elevar e potenciar o poder de atratividade de Valença junto dos principais mercados emissores turísticos da Península Ibérica e até, já, de outros pontos do globo.

         Valença tem-se afirmado, nos últimos anos, captando novos mercados turísticos, promovendo-se em feiras sectoriais, tanto directamente junto de potenciais turístas, como de agências de viagens, grossistas turísticos e demais agentes que movimentam este sector.

 

: Mercado das Lavradeiras de Valença

 

         O Mercado das Lavradeiras de Valença funciona  no edifício renovado do Mercado Municipal desde hoje, quarta-feira, 26 de Outubro.  65 lavradeiras valencianas passam a ter um novo espaço para apresentação e venda dos produtos locais.

         Este mercado tradicional funcionará às quartas-feiras e aos sábados, estando ainda em aberto a possibilidade de o alargar aos demais dias da semana. Os excedentes de produção dos agricultores do concelho, nomeadamente a fruta, os legumes, os cereais e os demais produtos do campo passam a dispor de um espaço  com melhores condições para quem vende e quem compra.

         Para o Presidente da Câmara Municipal de Valença, Jorge Salgueiro Mendes, este espaço dará mais visibilidade e condições a um  mercado tradicional que há décadas que funcionava ao ar livre. Para o autarca este mercado é um importante complemente económico para dezenas de familias e um bom espaço para a compra de produtos locais, biológicos e de temporada.

         A transferência das lavradeiras para o Mercado Municipal é mais uma medida no âmbito do plano de revitalização deste espaço que na última década foi caindo no abandono.  Recorde-se que recentemente a Câmara Municipal realizou diversas obras de conservação no interior do imóvel, não só para acolher as lavradeiras, mas também todo um conjunto de eventos culturais e recreativos. A autarquia está, também, empenhada em recuperar  os espaços das antigas  lojas do Mercado tendo ainda recentemente inaugurado ai a Loja Social de Valença. Para 2012 a Câmara Municipal tem já agendadas um conjunto de intervenções na estrutura do edifício de modo a concluir a intervenção de requalificação

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D



Favoritos