Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Viana

por afifenoticias, em 29.10.11

Abertura do concurso para vender lotes de terreno do Parque da Cidade de Viana do Castelo .

A Câmara Municipal de Viana do Castelo e a VianaPolis – Sociedade para o Desenvolvimento do Programa Polis de Viana do Castelo SA, acabam de lançar o concurso para a venda dos lotes dos terrenos do Parque da Cidade. O concurso destina-se à venda destinada à construção de edifícios de habitação, equipamento hoteleiro e equipamento social/educativo e a apresentação de propostas decorre até ao dia 22 de Novembro.

O edital do concurso refere que este tem “por objecto a venda de lotes de terreno infra-estruturados para construção de edifícios predominantemente de habitação, um equipamento social/educativo e um equipamento/ hoteleiro, situados no Parque da Cidade em Viana do Castelo”. A apresentação de propostas poderá ser feita até às 18 horas do dia 22 de Novembro de 2011 em carta fechada e podem contemplar a totalidade dos lotes, com excepção do equipamento social/educativo e equipamento hoteleiro, tendo como preço base 9 milhões de euros.

A abertura das propostas será efectuada no dia 23 de Novembro, às 11horas, em sessão pública, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Viana do Castelo. Ao acto público pode assistir qualquer interessado, apenas podendo intervir os interessados proponentes e seus representantes, devidamente credenciados.

No caso de não existirem propostas de preço em carta fechada, será efectuado um leilão, no mesmo local, no dia 30 de Novembro de 2011, às 11horas, sendo as Unidades de Projecto levadas a leilão com as bases de licitação indicadas no quadro seguinte sendo aceites lances mínimos dez mil euros.

Refira-se que Parque da Cidade de Viana do Castelo é uma vasta área totalmente reabilitada e onde a qualidade ambiental é a pedra de toque. Com um parque ecológico interpretativo e de lazer com 23 hectares, um centro de interpretação ambiental e equipamentos desportivos, tem uma privilegiada localização à beira rio e junto ao Centro Histórico da cidade.

 

 

Aprovados seis projectos no âmbito do Grupo de Acção Costeira do Alto Minho .gac

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo defendeu ontem, durante o quarto encontro da Rede Nacional de Grupos de Acção Costeira (GAC) em Viana do Castelo, uma estratégia integrada para o litoral, juntando os múltiplos investimentos que estão a ser levados a cabo não só no GAC Alto Minho, mas também através do Polis Litoral Norte do grande projecto do Centro de Mar, a nascer em Viana do Castelo.

O edil, que também presidente ao GAC Alto Minho, lembrou que os objectivos do encontro passam pelo aprofundamento do conhecimento do trabalho que está a ser desenvolvido no âmbito dos grupos, o intercâmbio de experiências e metodologias, identificar projectos e iniciativas de cooperação social e transfronteiriça e abordar perspectivas futuras para as pescas.

O GAC Alto Minho, sublinhe-se, tem já seis projectos aprovados, no valor global de 310 mil euros, sendo por isso considerado exemplar pelos seus responsáveis. Neste encontro, onde participaram também o subdirector de desenvolvimento da Direcção Geral de Desenvolvimento Pesqueiro da Conselleria do Mar da Xunta da Galicia e o Gestor do Promar, José Apolinário, José Maria Costa aproveitou para defender uma estratégia para o litoral, apoiada em diversos investimentos previstos para o litoral.

O GAC Alto Minho foi criado ao abrigo do PROMAR – Programa Operacional da Pesca 2007-2013, Eixo Prioritário IV - “Desenvolvimento Sustentável das Zonas de Pesca” para, através de parcerias público-privadas locais, apoiar e desenvolver projectos que beneficiem as comunidades locais, tendo em vista sobretudo a valorização das comunidades piscatórias e o desenvolvimento sustentável da actividade e das zonas de pesca do Litoral Norte.

Viana do Castelo acolhe Jogos Intercélticos em 2013 .

 

Viana do Castelo foi a cidade escolhida para acolher os Jogos Intercélticos em 2013. O anúncio foi feito hoje, durante a primeira Conferência Europeia Náutica do Espaço Atlântico, em Brest, na Bretanha, onde Vitor Lemos, o Vereador com o Pelouro do Desporto da Câmara Municipal e vários representantes de clubes náuticos de Viana do Castelo participam para apresentar o Centro de Mar.

 

Esta conferência, sob a temática “Desafios e Oportunidades de Desenvolvimento Sustentável do Sector Náutico nas Regiões Atlânticas”, conta com a participação de 50 peritos da náutica, oriundos de Espanha, Irlanda, Reino Unido, França e Portugal e de representantes da Comissão Europeia, assumindo-se como um espaço privilegiado de partilha de boas práticas do projecto NEA2 e um contributo decisivo para o êxito da Estratégia Europeia do Atlântico, catapultando a Náutica Atlântica como referência internacional.

 

Organizada pelo Conselho Regional da Bretanha, pelo Conselho Geral de Finistèrre e pelos parceiros do projecto NEA2, com o apoio da União Europeia, a iniciativa reveste-se de maior importância pelo facto de o cluster da náutica se ter tornado, nas últimas décadas, um dos principais factores de desenvolvimento económico das regiões atlânticas.

 

            Durante a primeira sessão, foi anunciado que Viana do Castelo irá acolher os Jogos Intercélticos em 2013, uma novidade que para a autarquia se reveste da maior importância, numa altura em que Viana do Castelo se pretende impor como cidade náutica e destino de excelência do turismo náutico, juntamente com a estratégia do Centro de Mar que irá nascer.

 

O futuro Centro de Mar, um projecto aprovado no âmbito do Programa Operacional dos Factores de Competitividade – COMPETE do QREN e que integra o Cluster do Mar da região norte com investimentos a rondar os 25 milhões de euros, terá como missão contribuir para o desenvolvimento económico e social da região. O objectivo principal é constituir como uma verdadeira região atlântica de qualidade, e possibilitar a criação de uma marca distintiva ligada à costa atlântica.

 

Esta estrutura do Centro de Mar vai, por isso, apostar na náutica de recreio e dos desportos náuticos através da articulação em rede de um conjunto de actividades que englobam a construção e reparação de embarcações de recreio, a expansão e qualificação de instalações náuticas, o turismo náutico e a valorização de elementos patrimoniais e ambientais.

 

 

 Museu do Traje recebeu doação do etnógrafo Amadeu Costa .AB31378_amadeu_costa

A Câmara Municipal de Viana do Castelo assinou, com os descendentes de Amadeu Costa, um protocolo de doação de uma valiosa colecção de trajes daquele etnógrafo vianense ao Museu do Traje. Na cerimónia, que integrou ainda a abertura da exposição “Amadeu Costa – Traje e Chieira”, José Maria Costa agradeceu aos familiares o “acto de generosidade” e lembrou uma “das figuras mais relevantes da vida cultural vianense”.

Esta doação inclui algibeiras, aventais, saias, coletes, casacas, camisas, lenços, calçado, meias, toalhas e trajes de homem e mulher e vem enriquecer assim o património do Museu do Traje de Viana do Castelo.

 

 São dezenas de fatos que a sua família decidiu doar ao Museu do Traje, numa colecção que demonstra a sensibilidade com que Amadeu Costa viu o traje, e o povo vianense, incluindo trajes ricos, mas também os mais humildes, mais esquecidos, aqueles que chamaram menos a atenção dos coleccionadores: os trajes de trabalho, grosseiros, com pouca decoração, do quotidiano duro, das idas ao monte para cortarem o mato para as camas dos animais, ou das lavradas que duravam dias inteiros.

 

É esta a colecção que agora vai estar patente até final do ano e que tem uma fundamental importância para que o Museu possa cumprir a sua missão de estudar e divulgar os modos de vida tradicionais do Alto Minho dos finais do século XIX e inícios do XX, que formam a identidade vianense e alto minhota.

 

Amadeu Costa, recorde-se, foi um incansável lutador pela criação de um museu dedicado ao traje regional em Viana do Castelo. No momento da aquisição do edifício do Banco de Portugal para a instalação desse Museu, em 1996, foi ele que organizou a exposição Traje Regional, a primeira que aqui se realizou e, no ano seguinte, organizou também a exposição que marcou a inauguração do Museu: Ambientes Regionais e Trajes. Por esta razão o Museu atribuiu a uma das suas salas o nome de Galeria Amadeu Costa.

 

Por todas estas razões, o Presidente da Câmara agradeceu à família o acto de generosidade, lembrando o “Sr. Amadeu Costa como uma das figuras mais relevantes da vida cultural vianense”.

 

“O Museu do Traje, a sua «menina dos olhos» deve muito ao seu trabalho, esforço e preservação de peças de grande valor patrimonial que enriquecem o seu espólio, tal como todos os que têm cedido ou oferecido peças para exposição e para o património cultural do Museu do Traje de Viana do Castelo”, concluiu.

 

 

 Parque Desportivo das Neves vai ser beneficiado e vão ser criados novos acessos rodoviários .AB31329_neves

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e os Presidentes da Junta de Freguesia de Mujães e Vila de Punhe assinaram um protocolo de colaboração para beneficiar as instalações do Parque Desportivo das Neves e os respectivos acessos rodoviários. Na sessão, José Maria Costa lembrou que se trata de assumir um compromisso para com o desenvolvimento desportivo do Vale do Neiva e, em especial, do Neves Futebol Clube.

Na sessão, onde não faltaram os autarcas locais, o vereador com o pelouro do Desporto mas também dirigentes técnicos e associativos e ainda o corpo técnico e atletas do Neves F.C., foi assinado um protocolo de colaboração que, reconhecendo a dinâmica desportiva abrangente do território entre Mujães e Vila de Punhe, sublinha a necessidade da adequação das infra-estruturas existentes.

 

Para tal, será requalificada a rede de equipamentos existentes e melhorado o quadro das acessibilidades locais com a criação de um projecto de requalificação do Parque, incluindo uma nova unidade de balneários de apoio, e ainda criados arruamentos de ligação de Mujães e Vila de Punhe ao Parque Desportivo.

 

Estes estudos e projectos vão, segundo descreveu o Presidente da Câmara, permitir reorganizar e estruturar a rede viária entre Mujães e Vila de Punhe, adequar as actuais instalações do Neves F.C. com balneários e campo de jogos sintético e áreas de apoio e estacionamento.

 

Para o edil, esta é a resposta aos anseios de autarcas locais e dirigentes que, com este protocolo, “ficarão dotados de infra-estruturas do século XXI e para que, em 2013, ano das suas bodas de diamante, possam ter estruturas que permitam o apoio à prática desportiva e formação desportiva de jovens”.


 

 

 

Viana do Castelo na Ferpália, Salão de Turismo da Galiza dedicado ao enoturismo .

 

       

 

ferplia_2011_cartazA Câmara Municipal de Viana do Castelo está presente, até amanhã na FERPÁLIA – Salão de Turismo da Galiza, uma feira profissional do sector, este ano dedicada ao Enoturismo, a decorrer na cidade galega de Pontevedra. Para os eventos, a autarquia convidou empresários locais para promoverem os seus produtos e serviços.

Este certame inclui diversas actividades paralelas, nomeadamente as Jornadas Técnicas sobre Enoturismo, a Bolsa de Contratação Turística, Provas de Vinhos comentadas e dirigidas a profissionais, a Praça do Vinho, apresentações de produtos relacionados com o vinho (velas, produtos cosméticos), demonstração de Spa-Vinoterapia, XIII Concurso – Exposição de Fotografia Turística, entre outros.

Aproveitando esta presença, a Câmara Municipal convidou proprietários de alguns estabelecimentos comerciais, unidades de alojamento e de produção de vinho relacionados com o Enoturismo, para promoveram os seus produtos e serviços neste certame, com especial ênfase na bolsa de contratação turística, que conta com a presença de operadores turísticos de toda a Espanha e Brasil.

Nos dois dias da feira, hoje e amanhã, será realizada uma degustação de produtos gastronómicos e vinhos aberta ao público em geral, que conta com o apoio da APHORT – Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo e dos produtores de vinho.

Esta participação materializa a aposta que a autarquia tem vindo a fazer no mercado turístico espanhol, nomeadamente no mercado galego, neste caso com a aposta num nicho de mercado da maior importância económica para a região, como é o enoturismo.

 

Presidente satisfeito com esforços do governo para resolver questão do “Atlântida.

 

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, endereçou ao Secretário de Estado da Defesa, Paulo Braga Lino, a sua gratidão pelos esforços que levado a cabo para resolver a questão do navio Atlântida.

 

Perante as mais recentes notícias que dão conta dos esforços em encontrar uma solução definitiva para o navio Atlântida, construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, José Maria Costa deu nota do sua satisfação e lembra que se trata de um negócio que poderá por em causa a viabilização dos ENVC.

 

Recorde-se que o Secretário de Estado da Defesa defendeu hoje que o navio, rejeitado pelos Açores para o transporte de passageiros e viaturas entre ilhas por não atingir a velocidade contratada, seria uma solução para as ilhas que consistiria em menor prejuízo para os utentes.

 

O navio Atlântida foi construído em 2009, tendo custado 46,5 milhões de euros. Depois de ancorado durante quase dois anos nos ENVC, rumou recentemente a Lisboa, demonstrando que ultrapassa mesmo a velocidade contratada, mas está sem destinatário final após a recusa do Governo Regional dos Açores.

 

 

Câmara Municipal aprova requalificação da Avenida Capitão Gaspar de Castro .

 

A Câmara Municipal aprovou, em reunião de câmara, o projecto de modernização da Avenida Capitão Gaspar de Castro e respectiva abertura do concurso público. Esta avenida, uma das mais movimentadas da cidade, vai agora ser intervencionada, sendo o valor base do concurso 1.8 milhões de euros.

 

 A requalificação da Avenida, onde estão vários equipamentos públicos como estabelecimentos de ensino, mercado, piscinas e pavilhões, vai permitir a sua beneficiação com prolongamento das vias de circulação, redefinição das áreas de estacionamento e colocação de infra-estruturas das redes públicas e arborização, iluminação pública de eficiência energética, mobiliário urbano e sinalética.

 

A requalificação da Avenida será submetida a candidatura a fundos comunitários e vai melhorar sobretudo a segurança rodoviária e pedonal, sendo a área total de intervenção de cerca de 35 mil metros quadrados, custando 1.8 milhões de euros e com tem um prazo de execução de seis meses.

 

Na mesma reunião, a Câmara Municipal aprovou o contrato promessa para a instalação da empresa SAERTEX no Parque Empresarial de Lanheses, assim como o apoio à actividade regular dos grupos folclóricos do concelho no valor de 35.500 euros e ainda para as escolas de música e grupos corais de Viana do Castelo, no valor global de 33 mil euros.

 

Linha do Minho: Presidente da Câmara pede intervenção de Durão Barroso .

 

O Presidente da Câmara de Viana do Castelo pediu a intervenção de Durão Barroso no processo da modernização da via ferrea. Numa carta, José Maria Costa apela ao Presidente da Comissão Europeia que, no âmbito das políticas comunitárias, a modernização da Linha do Minho seja “objecto de uma atenção e priorização”.

Na carta, o edil lembra que “desde há muitos anos que existe um conjunto de relações muito estreitas entre a Região Norte de Portugal e a Galiza, que faz deste espaço transfronteiriço um local privilegiado de coesão territorial, de construção de uma economia inter-regional, com dinâmicas relevantes a nível económico, social, laboral, financeiro, universitário e cultural” e que a “mobilidade é um factor determinante para o desenvolvimento, porque sem meios de transporte adequados e modernos não há crescimento, não há circulação de mercadorias, de cidadãos e de turistas e que a ferrovia é uma prioridade estratégica europeia para o século XXI”.

Nesse âmbito, José Maria Costa informou ainda o responsável europeu que autarcas, associações empresariais, responsáveis das instituições e de utentes do Norte Portugal e da Galiza reuniram no dia 12 de Setembro, em Viana do Castelo, com o objectivo de debater a necessidade de modernização da ligação ferroviária Porto Vigo como pressuposto para potenciar a euro-região Norte Portugal – Galiza e que, como resultado, foi elaborado um documento em que se demonstra, junto dos Governos Português e Espanhol, a prioridade o interesse das populações desta Euro – Região na manutenção, melhoramento e modernização da linha férrea entre Porto e Vigo.

Para tal, José Maria Costa pede ao Presidente da Comissão Europeia que “a obra de modernização da actual  Linha do Minho, que liga Porto a Vigo, seja objecto de uma atenção e priorização da sua execução”.

Com o mesmo objectivo, o autarca enviou também o documento aos eurodeputados portugueses.

 

Santa Maria Manuela visitável no próximo domingo .

 

 

ABELO_6042O lugre Santa Maria Manuela, ancorado no porto de mar de Viana do Castelo no âmbito do 4.º Encontro da rede Nacional de Grupos de Acção Costeira, poderá ser visitado no próximo domingo (30 de Outubro) entre as 10h00 e as 17h00. Para tal, os interessados devem deslocar-se à portaria do Porto de Mar (Cabedelo) e seguir em miniautocarro até ao local onde está acostado o navio.

Recorde-se que existe uma história e laços desta embarcação com Viana do Castelo, já que foi um armador de Viana do Castelo que o encomendou aos estaleiros da CUF em Lisboa, em 1937 (Vasco d’Orey, da Empresa de Pesca de Viana). O “Santa Maria Manuela”, encomendado pela Empresa de Pesca de Viana, foi construído no tempo recorde de 62 dias úteis. Com os seus 68,64m de comprimento fora-a-fora enverga regularmente 11 velas latinas com uma área total de 1.130m2, dispõe ainda de propulsão a motor com uma potência de 746kW (1.010Cv).

O aço utilizado na construção é de elevada qualidade, uma vez que se destinava à construção de 2 navios de guerra, acabando por ser utilizado nos cascos do “Santa Maria Manuela” e do seu gémeo “Creoula”.

Durante a sua longa vida como navio de pesca, o “Santa Maria Manuela” perdeu muitas das características típicas dos grandes veleiros do início do séc. XX e, particularmente, dos veleiros com tradição de construção portuguesa. Por desejo do armador, grande parte do processo de recuperação foi dedicado à reconstituição, em moldes actualistas, desses detalhes diferenciadores

 

Escola da Meadela entre os vencedores de projecto no FAPAS

.

CIMG3428A Escola EB1 da Igreja, da Meadela, ficou classificada em segundo lugar no projecto “Preservação e Recuperação de Habitats Dunares” do FAPAS (Fundo para a Protecção dos Animais Selvagens). O prémio foi recentemente entregue e distinguiu aquele estabelecimento pelas actividades dinamizadas no projecto desenvolvido em parceria com o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Viana do Castelo.

 

Este projecto teve como principal objectivo incrementar o conhecimento da fauna e da flora dos ecossistemas dunares, nomeadamente os principais factores de degradação das dunas e processos dinâmicos associados à conservação destes sistemas. O projecto revestia-se ainda de uma componente prática com intervenções no terreno por parte dos alunos envolvidos com actividades de arranque de infestantes com plantação de vegetação autóctone e colocação de elementos de sensibilização da população em geral.

 

Na primeira saída de campo, as duas turmas envolvidas efectuaram a plantação de cinquenta pés de estorno depois de arrancarem de cerca de novecentos quilos de chorão, uma espécie invasora. Na segunda saída de campo foi desenvolvida uma acção de estudo dos diferentes valores naturais das dunas (fauna e flora), nas praias da Arda e Praia de Afife, em Viana do Castelo. Dinamizaram ainda actividades de sensibilização para a restante comunidade escolar e encarregados de educação - palestras, exposições, criação de brochuras, entre outras.

 

O primeiro lugar foi entregue à E.B. 1 de Seixas (Caminha), o segundo à escola da Meadela e o terceiro lugar foi para Jardim Escola João de Deus (Matosinhos).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D



Favoritos