Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





viana

por afifenoticias, em 24.03.12

..

 

Viana do Castelo defende reforma administrativa próxima do cidadão e regionalização .

2-IMG_9192O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo defendeu hoje, durante a sessão de abertura do “Fórum Pensar as cidades do século XXI”, intitulado “Governança e gestão das cidades à luz da Estratégia UE 2020”, uma reforma administrativa mais próxima do cidadão e considerou “necessário” o avanço do processo da regionalização.

No seu discurso, José Maria Costa sublinhou serem necessárias propostas de reforma administrativa do Estado mais “esclarecidas e coerentes com o território, algo que infelizmente não está a acontecer”. Para o autarca, e no âmbito do debate sobre o futuro das cidades e territórios, é necessária a presença do Estado nos territórios de baixa densidade de forma a reforçar a coesão territorial da região e do país.

José Maria Costa referiu ainda que tem “esperança que o mau início da reforma possa evoluir para uma outra mais profunda, que aproxime o cidadão do Estado e aprofunde o tema da regionalização”, sendo que “a regionalização é hoje mais necessária do que nunca para uma correcta distribuição dos dinheiros públicos e para o desenvolvimento da região Norte”.

As declarações foram proferidas no primeiro fórum do género levado a cabo pela Câmara Municipal e pelo Eixo Atlântico para impulsionar as suas cidades a adoptarem posições activas na saída da crise e integra um conjunto de especialistas, tanto ibéricos, como internacionais, que estão a apresentar e debater com os responsáveis municipais as experiências mais avançadas que se desenvolvem no mundo, para resolver os problemas das cidades neste contexto de crise e torná-las competitivas, para retomar o crescimento económico.

 

Bombeiros Municipais de Viana do Castelo assinalam  232º. aniversário PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

bombeirosO Corpo de Bombeiros Municipais de Viana do Castelo assinala  232 anos de existência com um conjunto de actividades, com destaque para uma romagem ao cemitério e uma sessão solene onde participou o Presidente da Câmara.

Os Bombeiros Municipais foram fundados em 22 de Março de 1780 com a designação original de Companhia da Bomba, sendo actualmente o terceiro mais antigo de Portugal, logo a seguir aos Sapadores de Lisboa e Porto. Tem como função e objectivo principal o salvamento e protecção de pessoas e bens, tendo como área de actuação o Município de Viana do Castelo a quem cabe a responsabilidade e intervenção prioritária, apoiando, no entanto, outros Corpos de Bombeiros fora deste sempre que solicitado pela estrutura da Autoridade Nacional de Protecção Civil.

O corpo tem uma estrutura profissionalizada com 50 membros, possuindo cinco veículos de combate a incêndios, dois veículos tanque, um veículo auto-escada com trinta metros, duas ambulâncias de socorro, uma viatura de socorro e assistência estratégica, um veículo de comando, um de apoio a mergulhadores, quatro veículos de apoio diverso e um bote de socorro e resgate. Em termos de capacidade intervenção, está preparado para incêndios, desobstrução e desencarceramento, matérias perigosas, salvamento em grande escala, ambiente subaquático e mergulho e ambientes de condições atmosféricas e anti-corte.

 Neste momento, está a formar 15 novos profissionais para reforçar o corpo profissional de Bombeiros

.

CMIA de Viana do Castelo assinalou Dia Mundial da Floresta PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Imagem_419O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) de Viana do Castelo, em parceria com o Estação Viana Shopping, inaugurou hoje - Dia Mundial da Floresta - a exposição itinerante “Florestas, um património a descobrir”. A mostra, produzida pelo CMIA e pelo Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal em 2011 para a comemoração do Ano Internacional das Florestas, estará patente até 1 de Abril.

O CMIA, em parceria com o Estação Viana Shopping, transformou esta exposição em itinerante e com novas valências de sensibilização – para além dos painéis informativos, é composta por um jogo didáctico, elementos bidimensionais e informação multimédia – e tem como objectivo sensibilizar o visitante com uma breve caracterização do concelho de Viana do Castelo, explorar a importância de um ecossistema florestal e quais os principais riscos e ameaças à floresta.

Direccionada para diferentes públicos, esta exposição tem como principais objectivos sensibilizar para a diversidade e heterogeneidade de elementos bióticos e abióticos que compõem a floresta; sensibilizar para a importância de conhecer os ecossistemas florestais de forma a saber usufruir da floresta sem a prejudicar, e saber como a proteger; fornecer um conjunto de conhecimentos acerca do planeamento e gestão florestal, bem como entidades envolvidas nesta tarefa; e promover junto do público em geral o sentido de co-responsabilidade social e ambiental pela floresta.

O CMIA dispõe já de 11 exposições temáticas itinerantes que podem ser requisitadas a título gratuito. No site do CMIA (www.cmia-viana-castelo.pt) é possível aceder aos temas, características de cada exposição e formulário de requisição das mesmas

 

Viana do Castelo adere à Turel PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Imagem_001A Câmara Municipal de Viana do Castelo acaba de se tornar cooperador da TCR – Desenvolvimento e Promoção do Turismo Cultural e Religioso, aderindo assim formalmente à TUREL (Turismo Cultural e Religioso). Viana do Castelo é assim o 61º.  coperador e o 18º. município a integrar a rede.

A TUREL ambiciona liderar a oferta de produtos e serviços de Turismo Cultural e Religioso em Portugal, diferenciando-se pelos conhecimentos privilegiados que detém, competência técnica que possui e capacidade para disponibilizar soluções inovadoras, singulares e de qualidade.

De acordo com a entidade, o respeito profundo pelo ser humano, independentemente da sua condição ou cultura, é o valor fundamental da TUREL, sentimento que procura materializar na qualidade dos serviços que presta e produtos que comercializa, acompanhada pelo mais elevado profissionalismo e competência técnica.

 

 

 

Câmara Municipal assina protocolos com instituições sociais PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Imagem_003A Câmara Municipal de Viana do Castelo assinou hoje protocolos de colaboração com várias instituições de âmbito social. Ao todo, a autarquia vai conceder apoios financeiros de mais de 279 mil euros para empreitadas, investimentos e actividades diversas de uma dezena de associações e instituições sociais.

A assinatura, que decorreu hoje no Salão Nobre da Câmara Municipal, segue-se a duas assinaturas com os mesmos objectivos com a Fábrica da Igreja Paroquial de Nossa Senhora de Fátima e o Centro Paroquial e Social de Lanheses para construção de equipamentos sociais. Hoje, foram assinados mais nove protocolos que, no conjunto, atingem o valor global de 279 mil euros.

A intenção é apoiar financeiramente investimentos e actividades, nomeadamente na aquisição de viaturas para apoio domiciliário integrado, apoio a famílias carenciadas, obras de recuperação de espaços e apoios na construção de equipamentos sociais para apoio a idosos e primeira infância.

Em 2012, a autarquia já transferiu mais de 500 mil euros para actividades e investimentos de âmbito social, num esforço que o Presidente da Câmara classificou como um objectivo da autarquia, que se comprometeu a reforçar e dar maior ênfase às necessidades sociais do concelho em 2012.

Na sessão, José Maria Costa aproveitou ainda para enaltecer o trabalho desenvolvido pelas IPSS’s e pelos voluntários do concelho, a quem deixou uma palavra de agradecimento pelo trabalho e empenho.

 

 

 

Viana do Castelo acolhe Fórum Pensar as Cidades do século XXI PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

banner_191_77_corA Câmara Municipal de Viana do Castelo e o Eixo Atlântico promovem, na próxima sexta-feira (23 de Março) no Castelo Santiago da Barra, a primeira sessão do “Fórum Pensar as cidades do século XXI”, intitulado “Governança e gestão das cidades à luz da Estratégia UE 2020”. No fórum participam especialistas nacionais e internacionais que debaterão os problemas das cidades em contexto de crise.

 O Fórum nasce no contexto das estratégias que o Eixo Atlântico para impulsionar as suas cidades a adoptarem posições activas na saída da crise e integra um conjunto de especialistas, tanto ibéricos, como internacionais, que vão apresentar e debater com os responsáveis municipais as experiências mais avançadas que se desenvolvem no mundo, para resolver os problemas das cidades neste contexto de crise e torná-las competitivas, para retomar o crescimento económico.

Esta que é a primeira edição do Fórum, os especialistas e responsáveis políticos vão analisar as propostas da Comissão Europeia para o período 2014-2020 nas áreas do desenvolvimento sustentável, desenvolvimento inovador e desenvolvimento inclusivo. A escolha destes três pilares deve-se, por um lado, pela sua incidência no crescimento económico e, por outro lado, porque constituem a questão imprescindível para que as cidades possam continuar a receber fundos europeus que ajudem ao referido crescimento económico.

            A sessão será aberta pelo professor Willen Van Winden, da Universidade de Amesterdão, considerado um dos principais especialistas europeus na gestão do território. Esta jornada de debate abre-se, pela primeira vez à totalidade das instituições da Euro-região e do resto de Portugal, assim como aos sectores profissionais ligados ao desenvolvimento urbano: urbanistas, arquitectos, agências de energia, economistas, sociólogos, etc.

 

 

AB37948A Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Fábrica da Igreja Paroquial de Nossa Senhora de Fátima acabam de assinar um protocolo de colaboração para apoiar financeiramente a criação de arranjos exteriores e espaço público envolvente dos novos equipamentos daquela entidade. A autarquia vai assim colaborar nas despesas com 140 mil euros.

O protocolo recentemente assinado tem em conta que a Fábrica da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, na cidade, está a promover um avultado investimento em Santa Maria Maior, com a construção de um Centro Paroquial que incluirá serviços administrativos, várias salas para actividades de índole social e cultural, salas para ensino de catequese e uma igreja.

O documento tem em conta a importância que o equipamento vai assumir na freguesia, pelo que a autarquia vai apoiar financeiramente nas despesas dos arranjos exteriores e espaço público envolvente destes equipamentos, nomeadamente nos acessos, áreas de estacionamento e percursos pedonais.

 

AB37774O Presidente da Câmara, José Maria Costa, esteve na freguesia de Lanheses para assinar o protocolo de colaboração para obras no equipamento social que está a nascer na freguesia de destinado a uma creche e lar de idosos. Na ocasião, o autarca elogiou o trabalho desenvolvido no concelho, que agora quer apresentar ao Governo, nomeadamente ao Ministro da Solidariedade Social, Pedro Mota Soares, a quem convidou a visitar o concelho.

A visita a Lanheses começou com a assinatura do protocolo na presença dos autarcas de Lanheses, Vila Mou, Torre e Meixedo e dos párocos de Lanheses e Vila Mou. Em causa está um apoio financeiro de 25 mil euros para a construção da creche e lar de idosos, um esforço social efectuado naquela freguesia. Para José Maria Costa, este trabalho desenvolvido pelas IPSS’s do concelho, nomeadamente na preparação e construção de respostas sociais para a primeira infância e idosos, deve ser enaltecida.

O autarca elogiou ainda o “trabalho da comunidade de Lanheses que, apesar de muitas dificuldades ao longo do processo para construir o equipamento, nunca desanimou e hoje este equipamentos é uma realidade em construção, podendo muito em breve prestar serviços junto dos mais carenciados nesta área do concelho”.

E, a propósito, o autarca informou ainda que enviou um convite a Pedro Mota Soares para que efectue uma visita ao concelho de Viana do Castelo e se inteire das actividades que são desenvolvidas pelas IPSS’s  e ainda das dificuldades existentes no financiamento de algumas valências, bem como da necessidade de celebração de acordos de cooperação para o funcionamento dos mesmos.

No final da sessão, o autarca visitou ainda as obras de adaptação de uma sala da actual se de da junta de freguesia e que agora irá acolher um pequeno auditório.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTADOR

estatisticas gratis


geo-visitas




Favoritos