Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





caminha

por afifenoticias, em 28.07.12
 
Câmara está a intervir na Avenida Padre Pinheiro.Câmara está a intervir na Avenida Padre Pinheiro

As ruas de Caminha estão a ficar cada vez mais atrativas e seguras, com o avanço da execução do programa Renovar Caminha. A Câmara Municipal está a realizar a empreitada "requalificação do espaço público/Avenida Padre Pinheiro". Esta intervenção está orçada em 317.286,21 euros, e é cofinanciada em 80% pelo FEDER e em 20% pelo Município. A Câmara também dotou o Parque 25 de Abril com novas valências: um parque geriátrico, propicio ao exercício físico nas camadas mais idosas.


A Avenida Padre Pinheiro está a ser alvo de uma intervenção de fundo que inclui a renovação das infraestruturas existentes e pavimentação. Recorde-se que esta via é uma das artérias centrais da vila de Caminha. Inclui serviços importantes como a Segurança Social, jardim de infância e Albergue de Peregrinos, sendo por isso muito requisitada.

Também é uma das principais vias de acesso ao Parque 25 de Abril e ao Centro de Saúde de Caminha - Unidade de Cuidados Personalizados. Com esta intervenção, a Câmara vai valorizar e qualificar a avenida conferindo-lhe a dignidade merecida, bem como melhorar a qualidade de vida, nomeadamente das crianças que frequentam aquele estabelecimento de ensino.

No que respeita à obra propriamente dita, ou seja, à realização dos trabalhos, é de salientar que estão a ser executadas as redes de drenagem de águas pluviais e residuais domésticas e só depois se procederá à respetiva pavimentação.

No entanto, esta obra ainda engloba a sistematização do perfil da via, a regularização do estacionamento automóvel e o nivelamento dos pavimentos. O mobiliário urbano também vai ser alterado. Vai ainda ser criado um passeio entre a Avenida Padre Pinheiro e a Rua Engenheiro Luís Agostinho Pereira de Castro, isto é, até ao Centro de Saúde de Caminha, que permitirá aos transeuntes circularem em segurança, o que para já não acontece.


Esta empreitada ainda incluiu a criação de um parque geriátrico no Parque 25 de Abril, que visa o fomento do exercício físico na terceira idade. À semelhança do Parque Dr. Ramos Pereira, em Vila Praia de Âncora, também em Caminha, os munícipes já têm à disposição 4 equipamentos indicados para a prática desportiva.


O Renovar Caminha é um investimento cofinanciado em 80% do valor elegível, pelo FEDER, e em 20% pela Autarquia. Resulta da candidatura aprovada "Requalificação do Espaço Público de Caminha", submetida ao Eixo Prioritário IV "Qualificação do Sistema Urbano" do Programa Operacional Regional do Norte 2007-2013, no âmbito da "Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana", e que se integra no objetivo específico "Promoção de operações integradas em zonas prioritárias de regeneração urbana".


Trata-se de um investimento avultado na requalificação das ruas centrais da vila, com vista a contribuir para a valorização e qualificação dos espaços públicos e do ambiente urbano, bem como para o aumento da qualidade de vida da população. Para o executivo camarário estas obras vão estimular a revitalização socioeconómica de espaços urbanos degradados e reforçar a atratividade da vila.

 

Vila Praia de Âncora Stock Off decorre de 27 a 29 de julho.Vila Praia de Âncora Stock Off decorre de 27 a 29 de julho

Vila Praia de Âncora recebe a feira Stock Off de 27 a 29 de julho. Durante três dias será possível comprar artigos de qualidade a preços mais atrativos. O certame realiza-se no Campo de Castelo e tem entrada gratuita. A abertura está agendada para as 18 horas.

O certame ‘Vila Praia de Âncora Stock Off' visa potenciar o comércio local e atrair visitantes para o concelho, neste caso concreto, para Vila Praia de Âncora.

No Campo do Castelo, o visitante vai encontrar os mais variados artigos de qualidade a preços mais baixos e atrativos. De facto, pode escolher os melhores artigos desde o vestuário e o calçado de adulto e criança, passando pela ótica, até ao têxtil-lar.

O vereador Flamiano Martins salienta que "este certame é importante para o desenvolvimento económico e turístico do nosso concelho. Dá a conhecer o tipo de comércio existente no concelho e é uma ajuda para os comerciantes locais escoarem os seus produtos. Para além de gerar receitas e impulsionar a economia, acreditamos que o Stock-Off é uma boa estratégia para ajudar as famílias, os comerciantes e atrair visitantes ao nosso concelho".

 

 

 

Vila Praia de Âncora recebe Festival da Cerveja e do Mexilhão.Vila Praia de Âncora recebe Festival da Cerveja e do Mexilhão

Vila Praia de Âncora vai receber o Festival da Cerveja e do Mexilhão de 3 a 5 de agosto, no Campo do Castelo. Para além da gastronomia, este certame conta com animação constante. A abertura está agendada para as 17 horas e a entrada é gratuita.

O Festival da Cerveja e do Mexilhão é uma das novidades deste verão e vai destacar mais uma iguaria gastronómica - o mexilhão. Tal como acontece na Festa do Mar e da Sardinha, também aqui se pretende fazer do mexilhão um produto gastronómico de referência no concelho de Caminha.

A realizar-se pela primeira vez no concelho, a organização considera que o Festival da Cerveja e do Mexilhão é uma boa aposta para dinamizar a economia e o turismo local, com a finalidade de atrair visitantes ao concelho. "Este verão apostamos em eventos novos, ligados à gastronomia, com destaque para o festival da Cerveja e do Mexilhão e para a Festa do Emigrante e da Gastronomia Nacional. Não nos podemos esquecer que a gastronomia e vinhos é dos produtos estratégicos do Plano Estratégico Nacional de Turismo", sublinha Paulo Pereira, vereador com os pelouros da Cultura e do Turismo.

Este certame é organizado pela Ancoreventos e é promovido pela Câmara Municipal de Caminha.

 

~

Milhares de pessoas visitaram Feira Medieval de Caminha.Milhares de pessoas visitaram Feira Medieval de Caminha

Milhares de pessoas visitaram a Feira Medieval de Caminha que animou o centro histórico da vila nos últimos dez dias. Esta nona edição do certame superou todas as expectativas e encerrou com um balanço muito positivo, quer ao nível de afluência de público, quer ao nível das vendas.

Subordinada ao tema "Damas, Donzelas, Bruxas e Cortesãs", esta edição da Feira Medieval de Caminha "volta a demonstrar que este certame é a imagem de marca de Caminha e é um polo de atracão turística do concelho", sublinha Paulo Pereira, vereador da cultura. Quanto aos resultados, o vereador avança que "estamos muito satisfeitos. Os resultados voltaram a ultrapassar as expectativas, nomeadamente ao nível de afluência de visitantes, na adesão de taberneiros, mercadores e artesãos, e na própria animação de rua, que este ano se superou. Tivemos animação constante e em todas as ruas" continua. "São estes os fatores que tornam a Feira Medieval de Caminha uma referência nível nacional e seja cada vez mais procurada", conclui Paulo Pereira.

De facto, a animação durante os dez dias foi constante. Damas, donzelas, bruxas e cortesãs marcaram presença em todo o mercado medieval a interagirem e a animarem os visitantes. Também outras personagem medievais se juntaram à festa através de danças, música, treinos de cavaleiros, falcoaria, teatro de rua e jogos infantis, e contribuíram para estes resultados. "Apostamos sempre numa animação diversificada e constante, pois temos a experiência que dez dias de certame são um desafio muito grande e há que atrair a atenção do público, de forma a fazer com que no visitem no dia seguinte" sublinha Paulo Pereira.

É de salientar ainda que todos os espetáculos foram de elevada qualidade. Destacam-se os espetáculos equestres que decorreram nos sábados 14 e 21, que mais uma vez surpreenderam e juntaram milhares de pessoas junto às Muralhas. Os vários cortejos que decorreram ao longo da semana também reuniram centenas de pessoas, com especial destaque para o de encerramento que consistiu na condenação da bruxa junto aos Paços do Concelho. Este foi, sem dúvida, um dos pontos altos do certame que contou com a participação de todas as figuras alusivas à temática, e de todos os grupos de animação.

O acampamento medieval, este ano mais alargado e mais elaborado, voltou a atrair, à envolvente da Igreja Matriz, milhares de visitantes. "O acampamento medieval continua a ser uma das chaves de sucesso da Feira Medieval de Caminha", evidencia o vereador. As aves de rapina continuam a ser uma boa aposta, e isso verificou-se com o número de pessoas que se juntavam no espaço contíguo à Torre do Relógio. As tabernas medievais são um dos polo de atração do certame "os sabores e petiscos medievais são, sem sombra de dúvida, um dos factores de sucesso na Feira Medieval de Caminha", remata o vereador.

Paulo Pereira agradece à população caminhense que "mais uma vez juntamente com o Município regressou à época medieval e participou ativamente na Feira Medieval".

 

 Caminha recebe o certame

Caminha recebe o certame "O Mundo a Dançar" no dia 1 de agosto.

Caminha recebe o espetáculo 'O Mundo a Dançar' no dia 1 de agosto. Este ano, a Praça Conselheiro Silva Torres vai servir de palco aos grupos da Argentina, Geórgia, Rússia e Venezuela. O espetáculo realiza-se às 22 horas.

De 30 de julho a 5 de agosto, 'O Mundo a Dançar' vai percorrer várias vilas e aldeias do Alto Minho, nomeadamente Caminha, Monção, Arcos de Valdevez, Ponte de Lima, Vila Nova de Cerveira, Ponte da Barca, Barbeita e Valença. Nesta 27 edição, o certame apresenta grupos da Argentina, Geórgia, Indonésia, México, Peru, Portugal, Rússia e Venezuela.

No Centro Histórico de Caminha vão dançar 4 grupos: Companhia Artística Sentires, da Argentina; Georgian State Folk Singing and Dance da Geórgia; Folk Dance Ensemble Devchata Orekhovo - Zuevo da Rússia; e Companhia Internacional Folclórica Danzas Zezaribacoa da Venuzuela.

'O Mundo a Dançar' é um espetáculo de folclore de elevada qualidade, que nos mostra a riqueza cultural e patrimonial dos vários países que o integram. É um espetáculo diferente e maravilhoso, que nos leva a viajar pelo mundo. Aconselho vivamente a assistir" salienta Paulo Pereira.

É uma iniciativa organizada pelo Rancho Folclórico da Casa do Povo de Barbeita e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Caminha.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D



Favoritos