Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





AFIFE – TERRA QUE A NATUREZA CANTA

por afifenoticias, em 11.05.13

               AFIFE – TERRA QUE A NATUREZA CANTA

 

          Afife, uma das pérolas do Alto Minho, toda voltada para o mar!

           Das janelas da minha casa, vejo à minha frente campos de milho, numa extensão planície admirável em que prima a mão do semeador nas extensas e rectilíneas carreiras de milho duma verdura sem fim.

           Ao longe e bem perto, o mar cujo sol parece afogar-se incendiando as águas!

            Em contraste e nas traseiras da minha casa, ergue-se o Monte onde se apinha Afife, com construções mais que fortalezas, guardadas por altas muralhas. Paredes juncadas de heras verde-rubro, parecem reviver a História longínqua duma Pátria rivalizando a vizinha Espanha.

           Oito da manhã, no sopé do Monte onde se aninha este aglomerado, o comboio uiva e desliza rumo à Galiza.

            À noite, por entre o latir dos cães das herdades, sabe bem, naquela mansa quietude e depois do jantar, uma passeata até ao cimo daquele rico aglomerado , com cheiro a alfazema , todo encastelado no Monte, com bucólicas calçadas à Portuguesa!. É um sonho plantado entre arbustos, divisando-se no cimo uma linda Ermida, cujos Santos, parecem abençoar aquela povoação a que eu chamei de Gentes endinheiradas.

            A Praia, apresenta na baixa-mar miríades de rochedos que nos fazem lembrar resultados vulcânicos ( restos de lava solidificada)

           Afife, Terra do Alto Minho, Terra soalhosa, cujas muralhas (entre aspas), bordadas e trepadeiras que mais nos lembram parreiras doiradas pelo sol!

            Circundam os milheirais fronteiriços às casas, estradas asfaltadas convergentes à Praia sossegada e limpa.

             Afife é uma Terra privilegiada, uma Terra de que se gosta, uma Terra que  alcandorada no Monte, parece subir para o Céu através dessas lindas calçadas que servem as mais belas como ricas moradias que se pode imaginar!.

              Como gostaria de viver ali! Como seria bom passar ali o resto da minha vida!

               Afife, encantadora no seu todo, onde o próprio céu de anil, cheira a iodo!

                Aceita pois este soneto, linda Afife:

 

                Afife, Terra linda em que o mar,

                contrasta bem de perto com o relevo;

                 respira-se ar puro e sossego

                 e se ouvem os galos a cantar.

 

                  Afife, encantadora e sossegada,

                  feita planície, milho verde e mar.

                  lindas  gaivotas, vão sulcando o ar,

                  mesmo logo ao raiar da madrugada.

 

                 Afife. Oh, bela Praia do Minho,

                  mais pareces um aconchegado ninho

                 onde se exalam ares da Natureza.

 

                  E se disfruta o mar com toda a beleza,

                  onde se serve à noite a boa mesa

                  E a própria madrugada cheira a linho!

 

                  Nota: Este artigo foi publicado no Boletim Informativo  de Afife  nº. 5 de Outubro de 2001.Afife, Agosto 2000-Gota d´Orvalho –V.V.-24/8/2001, mas hoje, tem o mesmo valor literário.

                  Caro leitor. Para quem é um afifense do coração, como eu, que passou naquela “Eterna Noiva do Mar”, os melhores anos da sua juventude, é sempre com muita satisfação , quando me agarro ao computador e escrevo sobre Afife. Mas não há bela sem senão. É com muita pena, com muita pena mesmo, que vejo que uma das  melhores  praias do Alto Minho, tenha os seus restaurantes fechados,( um está mesmo destruído), o que que prejudica os turistas nacionais e estrangeiros que todo o ano  frequentam aqueles belos areais, tão límpidos e cintilantes. Apenas um apoio de praia, da Familia Laranjo, onde se pode adquirir todos os apetrechos para se disfrutar uns belos dias  de sol, dá um ar de alegria e de bem estar, àquela praia, que é uma das melhores do Alto Minho.  

                 Agora, que caminhamos, a passos largos, para o  Verão , só espero que alguém com responsabilidades no Turismo  do Porto e Norte de Portugal, olhe para a Praia de Afife  e faça com que ela volte ser o “ex-libris”, do turismo nacional e do Turismo Alto Minhoto,  como sempre foi. Vamos esperar.  

                   

                

                por Antero Sampaio

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D



Favoritos