Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




RALLY DE PORTUGAL 2016 ASSEGUROU AO CONCELHO DE CAMINHA RETORNO ECONÓMICO SUPERIOR A 3 MILHÕES DE EUROS

Rally2016_099.jpg

A edição 2016 do Rally de Portugal assegurou ao concelho de Caminha um retorno económico direto entre os 3.101.227 euros e 3.440.158 euros, relativo a despesas de adeptos e equipas. A conclusão consta do estudo de Impacto Direto do WRC Vodafone Rally de Portugal na Economia do Turismo, análise à escala municipal, Caminha, da responsabilidade do Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo da Universidade do Algarve (CIITT-UALG).

A equipa de investigadores, coordenada pelo professor Fernando Perna, realizou um estudo da edição 2016 no Norte de Portugal, ao longo de 10 meses, entre janeiro e outubro de 2016. Para os investigadores, não há dúvida de que "o concelho de Caminha tem no WRC Vodafone Rally de Portugal 2016 um instrumento estratégico de marketing turístico que concretiza o seu contributo ativo para a prossecução de quatro objetivos regionais".

São eles, segundo este estudo, "aumentar a atratividade do destino e elevar os seus níveis de notoriedade; harmonizar e consolidar transversalmente a qualidade da oferta; melhorar os indicadores do turismo e reduzir assimetrias entre os destinos e estimular o espírito colaborativo entre os stakeholders para a adoção de uma abordagem alinhada ao nível do desenvolvimento e promoção do destino".

Recorde-se que a adesão ao WRC Vodafone Rally de Portugal foi uma aposta do Executivo liderado por Miguel Alves, que viu a participação na prova garantida pelos votos da maioria.

A opção por eventos que qualificam a oferta turística do concelho está, aliás, a dar excelentes resultados. Segundo o INE, o número de turistas no concelho de Caminha cresceu 35% em 2015, batendo todos os recordes e colocando o Município como o segundo do distrito na atração de visitantes e o sexto de toda a região do Minho.

De acordo com os números mais recentes das nossas unidades hoteleiras, o número de dormidas cresceu 12% em janeiro e fevereiro de 2017, quando comparado com os mesmos meses do ano passado e o número de reservas para o que resta para este ano é já 100% superior ao número de reservas que existiam, nesta data, há um ano, para todo 2016.

O estudo do Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo da Universidade do Algarve sublinha a importância da aposta no Rally de Portugal e garante: "prestes a comemorar os 50 anos do primeiro Rally de Portugal, o WRC Vodafone Rally de Portugal consolida-se como o maior evento realizado no país desde a Fase Final do UEFA EURO 2004, assente na excelência da sua capacidade de criar e disseminar efeitos sobre o território. Com caráter estrutural, o Rally é organizado de forma regular e periódica pelo Automóvel Club de Portugal, em constante inovação quer no espaço quer o conteúdo, criando novos fluxos e receitas turísticas de dimensão única ao nível de um evento organizado em território nacional, no qual a parceria com os municípios é parte integrante e condição necessária para o sucesso".

A passagem do Rally no concelho tem permitido também realizar obras que melhoram significativamente a vida das populações, sobretudo da Serra d'Arga, de que é exemplo a beneficiação dos caminhos florestais, mas também o incentivo às associações e à economia local, assim como a visibilidade que essas freguesias conseguem a nível internacional.

A investigação da equipa do Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo da Universidade do Algarve (CIITT-UALG) constitui uma monitorização externa e contínua do maior evento desportivo e turístico regularmente organizado e realizado em Portugal.

Recorde-se que o Rally de Portugal de 2016 teve um impacto na economia de 129 milhões de euros e foi a prova de maior audiência televisiva no campeonato do mundo, conforme revelou recentemente Carlos Barbosa, presidente do Automóvel Clube de Portugal.

O dirigente revelou esta informação na apresentação do Estudo de Impacto Económico da prova em 2016, citando dados fornecidos pela Federação Internacional do Automóvel (FIA).

Calcula-se que o Rally de Portugal tenha tido um impacto de 990 milhões na última década

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTADOR

estatisticas gratis


geo-visitas




Favoritos