Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





AGOSTO DEZEMBRO

por afifenoticias, em 27.12.14

AGOSTO  2014

LIXO FOI PREOCUPAÇÃO

NESTE VERÃO, TEM SIDO TANTO LIXO, PARA  TÃO POUCOS CONTENTORES.

          

Tal como temos chamado a atenção, este verão a freguesia tem tido exposições continuas de lixo, em redor de contentores e moloks, juntando-se cheiros muito desagraváveis em redor dos mesmos.

Se durante a época baixa há muitos contentores com lixo em redor, porque a sua capacidade em alguns locais, esgota-se logo, como o caso dos moloks do largo 25 de Abril e Agrela, o que obriga as pessoas a deixarem os sacos de lixo em redor destes. A situação mais degradante, acontece aos fins de semana, com o tempo quente a fazer com que muito do lixo depositado fora dos contentores, entre mais rapidamente em decomposição e provoque cheiros durante dois ou mais dias.

É  certo que algumas vezes tambem acontecem situações em que as pessoas são culpadas, já que não se dão ao tgrabalho de colocar devidamente o seu lixo dentro do contentor e quem vem a seguir segue a mesma norma e por vezes deparamos com amontoados de lixo fora dos contentores e estes ainda com capacidade para recolher mais lixo.

Outra das situações que tem sido habituais e já não é de agora, são as empresas de jardinagem que deixam ali sacos de restos dos cortes de jardins e como já se habituaram a tal, esta tem sido uma pratica constante.

Mas ponde de lado estas situações, não há qualquer tipo de duvida, que  pelo menos o mololok da Casa do Povo, é insuficiente na época baixa, quanto mais no verão.

A colocação dos novos contentores de recolha automática, não veio resolver esta situação, antes pelo contrario, já que em alguns casos, passa o carro de recolha automática e como este so recolhe o que se encontra dentro do contentor, obriga a que  seja necessário a passagem de um outro carro que faz a recolha manual.

Quer dizer que perante o panorama que se depara na freguesia em relação aos locais  para a deposição do lixo domestico, esta vai ccontinuar a ser uma dor de cabeça para Afifenses, que não gostam de ver estas exposições, assim como para a junta de freguesia, que vai ter fazer ver à câmara de Viana, que estas situações não podem continuar e que tem que ser encontrada uma solução, porque no fim de contas, as pessoas até pagam para que a recolha seja feita com a assiduidade necessária, afim de evitar estas situações.

 

SETEMBRO 2014

AFIFE NO CORTEJO DA BONANÇA

AFIFE COM FOLCLORE E TRIQUELITRAQUES, NO CORTEJO DE ANCORA.  

           

Tal como tem acontecido em anos anteriores a freguesia de Afife voltou a estar representada no cortejo do Vale do Ancora das festas da Senhora da Bonança de Vila Praia de Ancora. Assim a freguesia respondeu ao convite e presentes estiveram o grupo de folclore de danças e cantares de Afife e o grupo dos triquelitraques do NAIAA. Este com muita juventude, graças ao projeto do NAIAA, que visa o ensinamento aos alunos da escola, do manejar deste característico instrumento da freguesia, no qual o Luís São João, ministra ensinamentos aos alunos da escola dois dias por semana.

O cortejo este ano teve um percurso diferente, já que saiu  do largo da estação e terminou no campo do castelo, ou seja foi um percurso  maior que o habitual. Esta mudança de trajetoria ficou a dever-se à participação de alguns carros da Vianafestas e que desfilam da romaria da Agonia, dado a sua volumetria, não poderiam passar em alguns dos espaços do anterior trajeto, daí a alteração.

O cortejo, precisa de ser melhor organizado e talvez este percurso nem sequer seja o melhor, depois as freguesias do Vale do Ancora devem estar todas elas representadas e não vimos uma vez mais S. Lourenço da Montaria, depois que quiser participar,deve representar dignamente a época em questão, trajando como manda a tradição e ter o cuidado de não apresentar tatuagens e unhas pintadas, nos fatos de lavradeira e saltaram à vista muitas destas situações. Depois o cortejo perde por coincidir com o de Ponte de Lima, porque até houve pessoas do vale, que preferiram ver o de Ponte de Lima e não o da sua terra. O publico presente, não foi assim tanto, como se fazia prever, mas não haverão duvidas, que se as festas de Vila Praia de Ancora, não coincidissem com as de Ponte de Lima a vila estaria  com a moldura humana de outros tempos, o parque de diversões certamente seria mais amplo e isto seria também receita para a festa. A coincidir as duas festas nos mesmo dias, Vila Praia de Ancora fica a perder, apenas a parte religiosa, mantêm o seu povo, como é a procissão da Senhora da Ínsua e a Procissão da Senhora da Bonança, onde as ruas da vila ficam pequenas, para albergar tanta gente.

-

.

NINHO DE ABELHAS ASIÁTICAS NO MONTE DE SANTO ANTÓNIO. 

    

Foi identificado mais um ninho de abelhas asiáticas em Afife, desta vez no monte de Santo António, numa arvore, possivelmente, tília, que se encontra muito perto da imagem da Senhora de Fátima. No entanto e sem  que tivesse sido possível o confirmar, fala-se que existirá um outro ninho naquela área, numa bouça com vegetação mais densa. São apontados outros ninhos na freguesia, como em Agrichouse, na Armada e para alguns apicultores existirão  outros na parte norte da freguesia, entre Afife e Ancora, alem daquele que  ali foi dado a conhecer as entidades, há algum tempo e que dado a sua localização, não é fácil a sua destruição, mesmo deitando o eucalipto abaixo. Por aquilo que apuramos e em relação à tardia destruição dos ninhos referenciados em Afife, acontece que os bombeiros parece não terem mãos a medir, já que são muitas as solicitação, depois não existe um plano por parte do governo para este tipo de destruição e está a ser seguida a norma de dar prioridade à destruição dos ninhos que se encontrem em áreas residenciais e que possam ameaçar as populações. Em Afife só num mês foram destruídos seis ninhos, três deles em áreas residenciais. Neste momento e  segundo a versão e conhecimento de alguns apicultores da freguesia, devem haver na área da freguesia mais ninhos que aqueles que tem sido detetados, dado a quantidade destas abelhas que são avistadas em vários locais. Também nos dizem que estas vão ser avistadas até perto de novembro, já que vão invernar e tudo aponta que a situação para o ano, será ainda mais gravosa. Em Afife que tenhamos conhecimento, não se registou até ao momento qualquer situação em que pessoas tivessem sido atacadas, no entanto em Carreço no lugar de Paço, aconteceu uma situação, em que a pessoas que tinha um destes ninhos em seu quintal, foi atacada  e sobreviveu, graças à rápida chegada dos serviços de emergência medica.

Em Afife há apicultores que já perderam diversas colmeias, atacadas pelas abelhas asiáticas.

 

 

NOVEMBRO 2014
.

FOI REMOVIDA UMA TÍLIA, DO LARGO DAS TÍLIAS.         

DSC05861.JPG

A junta de freguesia de Afife, viu-se na obrigação de proceder a trabalhos para encaminhamentos de aguas pluviais no largo das Tílias. Porque se trata de um loca onde junta aguas pluviais em dias de chuva a autarquia procedeu à colocação de tubagem    e viu-se na obrigação de ter que retirar uma arvore, para poder ser executado esse mesmo trabalho-. No entanto a retirada desta tília, não foi tema aceite por alguns dos moradores do local, chegando mesmo a ser feitas inscrições no caminho, apelando de caminho da vergonha, bem como culpando a junta. Deslocamo-nos ao local e deparamos com a falta de uma arvore de porte assinalável, bem como as outras que ali se encontram, porque se trata de arvores  com muitas dezenas de anos, que por sinal até dão nome ao próprio largo. Ouvimos protestos de alguns moradores, que não se conformavam com o corte daquela arvore, mas também é certo que os moradores em outras alturas, também não quiseram ali contentores para a deposição do lixo domestico e a junta perante  os protestos, teve mesmo que os retirar daquele espaço. Agora sabe-se que todas aquelas arvores tem um grande valor sentimental,especialmente para alguns dos moradores daquela área. Acontece que a arvore em questão e sem que minguem suspeitasse, estava em degradação avançada no seu interior e qualquer dia de vento mais forte,poderia fazer com que esta viesse a cair  e quem sabe se em cima de alguma viatura que ali se encontrasse estacionada e depois certamente que iriam pedir responsabilidades á junta de freguesia. Para conformar, deslocamos-nos ao estaleiro da junta, para onde foi removida a arvore e deparamos que no interior desta, poderia entrar uma pessoa, já que o seu interior havia desaparecido. Por tal, esta estava bastante fragilizada, sem que desse para perceber.

DSC05856.JPGApareceram algumas inscrições no chão,contra a junta de freguesia no lado norte do largo.

DSC05857.JPG

DSC05865.JPG

 A imagem mostra o tronco da arvore, com o seu interior degradado.

DSC05866.JPG

DSC05870.JPG

DSC05867.JPG

 As imagens, demonstram que a arvore tinha o seu tronco em acentuada degradação interior.

 

 FESTA DA RADIO

FESTA DA RADIO, ENCHEU O CASINO.    

 

DSC06224.JPG

 
A festa da Radio Afifense, que anualmente é realizada no Casino e já assim acontece há 29 anos, voltou a encher a casa, num espetáculo de menor dimensão que os anteriores, até porque a crise também tem reflexos nesta área, mas acima de tudo houve qualidade. Pelo palco do Casino passaram diversos cantores do panorama nacional, a musica popular, a dança e o fado e como não podia deixar de acontecer, foi sorteado o cabaz do Natal, oferecido pelo supermercado Lamas, instalado na freguesia, assim como outros prémios oferecidos por outros estabelecimentos comerciais. A festa iniciou-se com as Modilhas do Neiva, um grupo de musica Popular da nossa região.

DSC06212.JPG

DSC06213.JPG
Seguiu-se o fado com uma voz conhecida da nossa região, Filipa Barreiros, que acompanhada pelo seu guitarrista cantou três fados que agradaram aos presentes, tendo sido muito aplaudida.

DSC06227.JPG

 O presidente da junta de freguesia, Arlindo Sobral, foi chamado  a palco para atribuir uma lembramça a Filipa Barreiros e enalteceu o aniverssario da radio.

DSC06235.JPG
Seguiu-se a dança este ano a cargo do grupo Royal Dance de Vila Praia de Ancora, que apresentaram o seu reportório, com as suas varias classes.

DSC06265.JPG
O fado, voltou a ser ouvido, mas desta vez pela fadista, igualmente da nossa região, Clara Feitosa, que como tem sido habitual, se fez acompanhar por dois irmãos, tocando guitarra e viola, foi também um momento do agrado geral e igualmente muito aplaudida.

DSC06270.JPG

DSC06275.JPG
Vítor Rodrigues, apresentou a sua musica mais mexida e alguns dos seus temas que tem sido os mais pedidos em programas de radio, contou com a sua claque que não se cansou de aplaudir e dançar.

DSC06277.JPG
Rui Drummond, que se tornou conhecido através da vitoria num programa televisivo, apresentou musicas do seu novo trabalho e fez com que o publico viesse a colaborar de mãos no ar.

DSC06329.JPG

 Rui Drumond, com a Diana,que foi quem atribuiu a lembrançada radio e viu autografado um dos seus trabalhosmusicais.

DSC06309.JPG
Este ano e pela primeira vez no historial da festa, apresentaram-se a família Ferreira da Silva, pai e filho que se acompanharam à viola e guitarra, com bons momentos musicais, com o fado de Coimbra.

DSC06358.JPG
Toy o cantor de Setúbal que já é repetente na festa, até porque esta foi a sua terceira participação. Improvisou letras evocativas da radio e do Minho , cantou na plateia em cima de uma cadeira e fez o público presente vibrar com as suas musicas.

DSC06360.JPG

A Finalizar, o grupo Sons do Minho, encerrou o espetáculo, com algumas das musicas mais conhecidas do seu reportório e finalizaram com a indispensável desgarrada. Na festa não faltou o Pai Natal, que distribuiu rifas e rebuçados.

DSC06325.JPGA sala mostrou-semuito bempreenchida de publico.

DSC06294.JPG

DSC06289.JPG

 Na parte tecnica, foi liderada pelo Filipe Costa.

DSC06322.JPG

O Carlos Pedrosa, sempre atento no seu trabalho e reportagem-

DSC06281.JPG

 O Carlos  Gigante,voltou a ser oai Natal da  festa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTADOR

estatisticas gratis


geo-visitas




Favoritos