Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

INCÊNDIO EM AFIFE, MOVIMENTA VARIAS CORPORAÇÕES DE BOMBEIROS E TRÊS MEIOS AÉREOS

59439256_10219176552675209_5003153003054628864_n.jpg

Um incêndio deflagrou por volta da uma da tarde desta sexta feira, na parte sul do Lugar de Gateira e veio a tingir proporções assinaláveis, tendo sido combatido por varias corporações de bombeiros e por meios aereos, já que para o local foram enviados, um helicóptero e dois aviões. O alerta para o 112, foi dado por volta das 13h25, numa altura em que se fazia sentir forte ventania e onde começava a notar-se fumo que parecia ser proveniente de uma qualquer queimada. Ao local dirigiu-se uma patrulha da GNR, que deparou ser necessário a presença dos bombeiros, que para o local fizeram deslocar dois auto tanques de Viana do Castelo. Nesta altura já o incêndio estava com uma frente difícil de combater e progredia em direção a Carreço. Foram entretanto reforçados os meios de combate ao incêndio com bombeiros de Vila Praia de Ancora e Caminha e por volta das 17h30, puderam contar com a ajuda de um helicóptero e uma hora mais tarde, juntavam-se mais dois aviões, que recolhiam agua no mar. As chamas vieram a diminuir a intensidade mas o rescaldo continuou e ainda na manhã deste sábado, o fumo se fazia sentir com intensidade. Tudo aponta que as causa deste incêndio, estejam ligadas a uma possível queimada, para eliminar restos de cortes de madeiras que foram efetuados naquela área e que com a forte ventania que se fazia sentir, possa ter reactivado essa mesma queimada, possivelmente mal apagada na altura. A área ardida é considerável, tendo ardido varias bouças de pinheiros e eucaliptos. O facto do alerta ter sido efetuado um pouco tarde e o forte vento que se fazia sentir, terão certamente impedido, uma mais eficaz extensão do incêndio no seu inicio. Acontece também que por vezes as pessoas vêem o fumo em locais perto do monte e não comunicam essas situações, o que depois torna as coisas mais complicadas em termos de combate a incêndios.

safe_image.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub