Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





BUCHEIRO, DEIXOU DE SER PROIBIDO

por afifenoticias, em 25.01.14

JÁ NÃO É POIBIDO UTILIZAR BUCHEIRO.

Tal como o povo de Afife diz, o BUCHEIRO,  já ser pode utilizado para a captura dospolvos, segundo uma nota  já publicada em Diario da Republica e que assim põe fim a uma proibição que ao longo de muitos anos em sido contestada pelos mariscadores, que até são em numero muito rediuzido, em Afife neste momento, conam-se pelos dedos de uma mõ e ainda sobram dedos.

Esta foi uma luta demuitos anos  por parte daqueles que se dedicavam a apanha de polvos e das associações de ambiente de Afife, que sempre apresentaram motivos de que esta pribição não fazia sentido.

Agora com a alteração de algumas regras que enclobam a pesca ludica  foi desbloqueda a proibição da utilização do bucheiro, bem como alteradas as tarifas da licença de pesca, que aumenta dois euros.

Outra das questões que tem sido levantada, trata-se da apanha dos ouriços,  mas para esta, tudo continua como antes,ou seja, as  (razias) apanhas desenfreadas desta especie por pessoas devidamente equipadas e em  numerosos grupos que deiixam apenas as pedras a vista,podem-se continuar a fazer, mediante uma licença que se consegue em qualquer local, ou entidade maritima.

Segundo as associações ambientais, esta dizimação de ouriços, arrasta consigo efeitos negativos para o proprio ambiente maritimo, já que muitas especies criam e se alimentam dos ouriços e adiantam ainda que o  desaparecimento dos ouriços, está a fazer com  que se registe a fixação de outras especies que possam contribuir para o desaparecimento desta especie.

Assim e quanto a apanha de polvos e pelas contas que  fizemos, na parte de Afife poderão ser quatro as pessoas que de vez em quando se dedicam a esta pesca, enquanto que do lado de Gateira, já não conseguimos encontrar quem quer que seja, que se dedica  nos seus tempos livres a apanha dos polvos.Ou seja, esta é uma tradição em vias acelerada de extinção,porque a jente nova, jánão quer saber destas coisas e a maior parte, até nem gosta de polvos...

 

 

Em janeiro de 2009 publicamos a ultima nota sobre o BUCHEIRO, porque saia caro a sua utilização, depois de ter havido pessoas multadas, já que haviam sido apanhados pela entidade maritima,muitos  ainda escaparam, fugindo, ou atirando o apetreccho para  algum sitio mais profundo e fora dos olhares das entidades.

 

IR AOS POLVOS, PODE SAIR CARO                                   .                         

                           

Em Afife a apanha de polvos e outros moluscos, utilizando o tradicional bicheiro, pode sair caro, já que a utilização deste apetrecho está proibida por Lei. Acontece que esta arte de apanha na Freguesia de Afife, estava bem enraizada e até houveram pessoas bem experimentadas nestas apanhas, que nos dias de hoje ainda há quem saiba as tocas e como retirar daí os polvos escondidos. No entanto são já muito poucos aqueles que arriscam, porque nos últimos tempos a Policia Marítima tem apanhado com a mão no bicheiro, alguns Afifenses, que por desconhecimento, ou por não terem outra saída airosa, lá foram parar aos papeis das multas por infracção ás Leis marítimas. No passado mês de Dezembro, foram vários aqueles que foram multados, alguns de fracos recursos e que até tiveram que pagar as multas faseadas. È que a Policia Marítima, resolveu fazer a caça á multa e pelos vistos quase ninguém escapou a essa operação. Algumas pessoas que foram autuadas diziam-nos que a apanha de polvos era para consumo proprio, sendo este o vicio de ir ao mar, porque até nem há polvos, sendo mais os dias que se vai para matar o vicio, que aqueles em que se apanha um ou outro polvo, mas a Lei é assim. Descontentes diziam que em Afife, toda a vida se apanhavam polvos com o bicheiro, a negaça ou outro qualquer instrumento e nunca isso contribuiu para a diminuição da espécie e apontam o dedo aos mergulhadores dizendo que esses é que apanham quantos querem e ninguém lhes diz nada, assim como os barcos que vem deitar os seus apetrechos junto á praia, por vezes pondo em perigo a própria embarcação e ninguém aparece para fazer cumprir a Lei. Uma das pessoas que ouvimos dizia-nos “está mal a apanha de um ou outro polvo aqui em Afife, nós apanhamos um, mas ficam centenas por aí escondidos, ora o que está mal é a apanha de ouriços que quando vem rapam tudo, mas para esses há licença, porque aqui é para comercializarem e isso dá muito dinheiro, veja só como ficaram as pedras desde as Mós até á praia do seixo, em dois dias, não ficou um só ouriço, isto é que o Governo não quer ver, mas dá licenças e aqui tudo é legal”. Esta no entanto foi uma situação na altura noticiada por nós e em que confirmamos, que essa apanha estava a ser feita com licenças passadas pela capitania de Viana, que havia passado 15 licenças para essa apanha, no entanto verificamos no local que eram 22 as pessoas que efectuavam esse trabalho, o que quer dizer que 7 estavam sem licença para o fazerem. Por tal já desapareceram em Afife, o deitar anzóis, ou espinheis, as redes, a ida aos polvos só pode ser feita á mão, o redafol, também não pode ser utilizado, os bicheiros e negaças, passam a serem peças de museu, para a pesca com cana, é preciso licença e nem sequer é permitido o faculho para apanhar os lamparões.  Assim aqui chamamos a atenção para aqueles que vão á apanha de moluscos, bivalves ou outros mariscos, que devem-se inteirar daquilo que podem apanhar e as respectivas medidas, para não terem que depois de pagarem multas por infracção á Lei.

.

24 de JANEIRO de 2009

afife noticias informação

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTADOR

estatisticas gratis


geo-visitas




Favoritos