Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





caminha

por afifenoticias, em 27.09.14

 

- executivo caminhense foi ontem a Venade ouvir os munícipes de Venade e Azevedo. Miguel Alves reiterou aquilo que tem vindo a dizer em todas as freguesias: "estamos aqui para tentar resolver os problemas e enfrentar os desafios que nos são colocados". Os munícipes interpelaram diretamente o Executivo e já obtiveram as primeiras respostas, quer do presidente quer do vereador Guilherme Lagido. Algumas situações expostas foram imediatamente direcionadas para os responsáveis dos respetivos departamentos. Dentro de alguns meses, na segunda ronda das reuniões descentralizadas pelas freguesias, será altura de prestar contas e explicar o que foi feito em relação às questões da população.  

 

-----------------------------------------------------

Executivo foi a Venade ouvir os problemas e desafios da população da União de Freguesias de Venade e AzevedoNa reunião pública descentralizada que decorreu ontem intervieram nove munícipes. As questões mais colocadas ao executivo incidiram no futuro do edifico que albergava o Jardim de Infância de Venade (que agora está instalado na EB1), na limpeza de valetas, na limpeza das margens do rio Tinto, nas redes de águas pluviais e na execução de redes de saneamento em diversas ruas.

Relativamente ao edifício onde funcionou até julho o jardim de infância de Venade, Miguel Alves garantiu que a decisão será fruto de um debate abrangente: "a decisão será tomada entre a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia e se possível através da população de Venade".

Guilherme Lagido, vereador da Câmara Municipal com o pelouro do Ambiente, sobre a limpeza das margens do rio Tinto explicou que a manutenção das bermas do rio são da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente (APA). Para tentar solucionar os problemas das limpezas, o vereador apresentou uma hipótese de solução, que passa por mobilizar a população das freguesias envolvidas e solicitar à APA a autorização para ser a própria população a fazer a manutenção. Sobre esta matéria, Guilherme Lagido acrescentou que está disponível para interceder junto da APA.

As redes de águas pluviais foram outras das questões levantadas pelos munícipes. Sobre esta matéria o vereador mostrou-se disponível para visitar a freguesia com o objetivo de avaliar as várias situações.

Sobre a execução das redes de saneamento em vários lugares da União de Freguesias, Guilherme Lagido explicou tratar-se de obras complexas e avultadas. Contudo, o vereador assegurou que o Município irá desenvolver um projeto para candidatar a fundos comunitários assim que seja possível. Em matéria de projetos em condições de apresentar a fundos comunitários, o vereador revelou que o Município tem em carteira 12 projetos de saneamento, realizados com base nas solicitações dos munícipes, orçados em cerca de 8 milhões de euros, e adiantou que um desses projetos se refere ao saneamento de Argela/Azevedo.

Sobre a importância das reuniões descentralizadas, Miguel Alves lembrou que são bons momentos de democracia: "estas reuniões são oportunidades únicas para ouvirmos o que os munícipes têm para dizer e para a Câmara Municipal assumir ou não compromissos. Daqui a 14 meses estaremos aqui para sermos avaliados por aquilo que foi o nosso desempenho

---------------------------------------------Câmara promove Jornadas Europeias do Património nos dias 26 e 27 de setembro

Nos dias 26 e 27 de setembro, a Câmara Municipal de Caminha vai promover as Jornadas Europeias do Património, com a promoção de visitas guiadas ao Centro Histórico da vila. A participação é gratuita, mas a inscrição é obrigatória. O prazo termina amanhã, dia 24.

Subordinadas ao tema "Património, sempre uma descoberta", as Jornadas Europeias do Património são uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia, que envolvem 50 países, e visam sensibilizar os cidadãos para a importância da proteção do Património.

Este ano, as Jornadas Europeias do Património pretendem "chamar a atenção para a permanente novidade que o Património Cultural encerra, sempre atualizado através de novo conhecimento, de novas leituras e de novas interpretações, acompanhando a evolução das mentalidades, das ideias e também das modas. Com este tema pretende-se também evidenciar o enorme potencial contido no Património Cultural, seja ele construído ou imaterial, a sua enorme importância para um harmonioso e equilibrado desenvolvimento social e económico e para o papel de Cultura na sociedade. A permanente redescoberta do Património é também a constante redescoberta das nossas raízes, das nossas referências e da nossa identidade, tornando-se fundamental a sensibilização dos cidadãos para o seu conhecimento e para a sua proteção e valorização".

Neste sentido, em Caminha, o Município vai promover visitas guiadas ao Centro Histórico da Vila nos dias 26 e 27 de setembro, às 11 horas. Os interessados em participar deverão formalizar a respetiva inscrição até amanhã, dia 24 de setembro, através do email: museu@cm-caminha.pt.

É de realçar que o Centro Histórico de Caminha integra vários edifícios seculares e foi classificado como conjunto de interesse público, segundo a Portaria nº 420/2013. Onde se lê: "(...) O Centro Histórico de Caminha, recinto intramuros de matriz medieval, e o seu prolongamento linear no sentido sudoeste, ao longo da via que corria paralelamente ao rio, constituindo os núcleos fundamentais da primitiva vila, abrigam diversos imóveis que tipificam a arquitetura militar, religiosa e civil deste notável conjunto urbanístico. Nele se incluem monumentos já classificados, como os elementos que restam das fortificações medievais e modernas, o chafariz renascentista da Praça Municipal, a Igreja Matriz, a Torre do Relógio ou a Casa dos Pitas, para além de outros edifícios que se destacam pela sua relevância histórica e arquitetónica, como a Casa da Câmara, a Capela de São João e conjunto anexo, duas casas dos séculos XV e várias casas do século XVI-

--------------------------------------------------------

Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais anima Vila Praia de Âncora nos dias 27 e 28 de setembroA Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais é o certame que vai animar Vila Praia de Âncora nos dias 27 e 28 de setembro. Para além de expositores com maquinaria agrícola, produtos hortícolas, petiscos e produtos tradicionais, este certame conta com programa diversificado, com destaque para as III Jornadas Agrícolas, oficinas temáticas sobre plantas aromáticas e vespa asiática e baile tradicional. As atividades dirigem-se à comunidade em geral.

A decorrer pela primeira vez no Parque Dr. Ramos Pereira, em Vila Praia de Âncora, a Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais visa divulgar e promover a agricultura, bem como a comercialização dos produtos agrícolas. Pretende-se ainda que este certame seja um incentivo à instalação de Jovens Agricultores com projetos inovadores.

Este certame é organizado pela Câmara Municipal de Caminha em parceria com a Cooperativa Agrícola de Viana do Castelo e Caminha e vai oferecer a quem o visitar uma panóplia atividades e de expositores capazes de atrair inúmeros visitantes a Vila Praia de Âncora.

No que respeita a expositores, destacam-se os de maquinaria agrícola, de produtos hortícolas, de venda de petiscos e de produtos tradicionais e ainda a troca de sementes de variedades tradicionais.

Estará patente uma exposição de alfaias agrícolas antigas.

Ao longo dos dois dias, será possível participar na oficina temática "Plantas Aromáticas", nas III Jornadas Agrícolas, na prova de mel comentadas e na sessão temática "A vespa asiática". As crianças são também um público a considerar. Por isso, na Feira Agrícola vão decorrer os workshops infantis "A minha horta" e "A viagem da sementinha". Mas a animação também está garantida. Baile tradicional, atuação de grupos de folclore e animação de rua são alguns dos momentos que vão marcar esta edição.

Para quem gosta de equitação, poderá realizar passeios a cavalo.

As III Jornadas Agrícolas vão marcar o primeiro dia da Feira. A decorrerem às 14h30, no auditório do Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora, as III Jornadas agrícolas apresentam como painéis a "A agricultura familiar e a nova política agrícola (2014-2020) ", a cargo da CONFAGRI - Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e de Crédito Agrícola de Portugal, CCRL e "Incentivos financeiros a projetos na área agrícola e desenvolvimento rural", a cargo da Adriminho - Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho.  

A noite de sábado será animada pelo Baile Tradicional. A organização desafia todos os tocadores de concertina, cavaquinhos e outros instrumentos musicais a participar. O ponto de encontro é no Parque Dr. Ramos Pereira a partir das 21h30.

O domingo, dia 28, será marcado pela sessão temática "A vespa asiática", que terá lugar no auditório do Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora, pelas 10h15. Em debate estarão questões ligadas à biologia da vespa asiática, às implicações para a atividade apícola e para o meio ambiente e aos métodos de combate. Esta iniciativa conta com o apoio da APIMIL - Associação Apícola do Minho e da Escola Agrária de Ponte de Lima.

A tarde de domingo será de folclore. No palco do Parque Dr. Ramos Pereira atuarão o Grupo de Cantares Tradicionais de Âncora e o rancho Folclórico As Lavradeiras de Orbacém

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTADOR

estatisticas gratis


geo-visitas




Favoritos