Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

FOLCLORE DE AFIFE, CANTA AS JANEIRAS 

DSC06433.JPG


O Grupo de Folclore de Danças e Cantares de Afife anda na rua a manter a tradição do cantar das Janeiras na freguesia e vai faze-lo durante este mês de Janeiro aos fins de semana, um pouco por todo o lado tem sido os grupos de folclore a manter a tradição dos cantares dos Reis e das Janeiras na nossa região. Em Afife em tempos mais ou menos distantes era habitual cantar os Reis o que acontecia na véspera do dia de Reis5 de Janeiro e dia de Reis, dia 6. Aqui a tradição consistia em reunir um grupo que percorria as varias casas da freguesia cantando os Reis, onde a musica era quase sempre a mesma, o pastor da serra, enquanto a letra era feita anualmente de propósito, para três versões, o anunciar do grupo, que era tocado quando o grupo chegava a uma casa, o agradecer que era tocado depois de o grupo ter recebido a dadiva e a recusa, esta de letra mais agressiva, para quem não respondia a chamada do grupo. As letras eram pedidas, ao Lúcio Amorim, Pirilau, que era um exímio ator e ensaiador de teatro e depois deste ter falecido, era o Manuel Neiva, igualmente ator e ensaiador, que sempre se encontravam disponíveis para este trabalho. Depois era altura do grupo ensaiar e partir para manter a tradição, onde havia sempre o homem do saco que muitos anos consecutivos eram o João Pintas, O saco servia para levar algumas das dádivas, como chouriços, garrafas de vinho e outros. O grupo recebia também dinheiro, mas nesta situação havia já definido a associação a quem este era atribuído depois do jantar que sempre acontecia com os elementos do grupo, que por tr5adição antiga se realizava no restaurante Mariana. Em tempos que o grupo cantava os Reis apenas na véspera. O jantar acontecia no restaurante Mariana, por vezes já a altas horas da madrugada, onde a então dona do restaurante fazia questão de não dormir para cozinhar as batatas com bacalhau para o grupo, pois era esta a ultima casa onde se cantava os Reis. Mais tarde o grupo aumentou os dias do cantar e passou para a véspera e dia de Reis e terminavam sempre o cantar por volta das seis da manhã. O jantar no restaurante Mariana, manteve-se, nas passou para a semana seguinte aos cantares. Por tradição o grupo todos os anos grupo fazia questão de ser aumentado com um novo elemento, que durante o jantar era alvo de batismo, por ser o mais novo do grupo. A cerimónia acontecia a meio do jantar, onde o novo elemento era sentado numa cadeira a meio da sala, onde tinha que ler toda a letra utilizada nas várias músicas e depois era o elemento mais velho do grupo que procedia ao batismo, colocando uma toalha em volta do pescoço e depois era aberta uma garrafa de champanhe, que era despejada pela cabeça abaixo. Havia uma condição, não podiam fazer parte do grupo gente casada, ou mulheres. No entanto e depois de décadas o grupo foi-se desmembrando e caiu-se num vazio que depois foi reativada a tradição, não como Reis, mas sim como Janeiras pelo grupo de folclore de Afife. Este incluiu concertinas na parte musical, enquanto que no antigamente era utilizada uma harmónica, bombo, cavaquinhos e violas. Assim na rua andam os elementos do grupo de folclore de Afife, que aos fins-de-semana vão percorrendo os vários pontos da freguesia, desejando um bom ano e se alguém quiser contribuir para as suas atividades é sempre bem vindo

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub