Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

INCÊNDIO NO LUGAR DA ARMADA, EM LOCAL ONDE DEPOSITAM RESTOS DE CORTES DE ARVORES..

DSC02763.JPG

 

Um incêndio deflagrou no final da tarde de terça feira no lugar da Armada, em terrenos privados, tendo sido combatido por corporações de bombeiros de Viana e Vila Praia de Ancora, bem como ainda ajudou no combate as chamas tractoristas da freguesia, como o Cacio Pinheiro e o trator da junta com a cisterna. Quanto as causas do incêndio, estas são desconhecidas, muito embora alguns apontem que poderá ter sido fogo posto. O incêndio deflagrou num amontoado de restos de jardinagem e corte de arvores, que tem sido depositados em terrenos particulares, pois em tempos foram os madeireiros que ali depositavam os restos dos cortes de madeiras, para depois triturarem estes para estilha, com mecanismos apropriados. Acontece que este local  passou a ser o deposito deste tipo de vegetação, pois aquele que teve que cortar a palmeira, levava-a para ali, assim como qualquer arvore em que a sua madeira não tivesse qualquer tipo de utilidade, certamente com a intensão que o madeireiro viria ali para triturar todos aqueles resíduos, o que no fim de contas não aconteceu. Assim o monte foi aumentando o seu volume e já em Março havíamos alertado para a situação, que se estava a transformar num autentico barril de pólvora e ao menor descuido poderia ali gerar-se um grande incêndio. O permitir na altura a deposição de todos aqueles detritos naquele local, contribuiu para que não mais houvesse controlo da situação, pois tanto se vai ali depositar de dia, como de noite e com as palmeiras a secar e porque esta madeira não serve para nada, são até os de fora da freguesia, que já ali vem deixar esses restos. No entanto a junta de freguesia, também ali deposita restos de cortes que efetua na freguesia. Agora perguntam muitos, se será que os  madeireiros virão mais alguma vez triturar aqueles restos de vegetação, que até já não lhes pertence.. Será que tudo aquilo é permitido, se não é pergunta-se, porque é que as entidades competentes nesta área permitem aquela situação em área de montanha, à face de uma estrada e em terrenos particulares, que certamente os seus donos saberão o que está a acontecer nos seus terrenos.

Foram varias as vezes que nos dias seguintes ao incendio, que os bombeiros tiveram que vir ocorrer a novos reacendimentos.

DSC02767.JPG

São muitos os troncos de palmeira que ali foram sendo depositados.

DSC02771.JPG

No entanto não é só restos de madeiras e ramos de arvores, porque por ali apareceram muitos plasticos e outros que contaminam os solos. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub