Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

PINHEIROS DO MONTE DE SANTO ANTÓNIO, DE NOVO COM CASULOS  DE PROCESSIONARIA.

DSC03421.JPG

Os pinheiros existentes  na parte alta do Monte de Santo António, voltam a ficar cobertos na sua ramagem de casulos que geram largatas (processionaria,a cjamada largata do pinheiro) que depois descem em quantidade. Estes contribuem para que os pinheiros possam vir a secar. Esta não é a primeira vez que estes pinheiros se vêem afetados por  este tipo de casulos e anteriormente foi dada a indicação que a eliminação dos mesmos, se fazia através de tiro de caçadeira e foi precisamente isso que aconteceu por parte de alguns caçadores da freguesia. Só que tal ainda veio a causar problemas, porque afluem ao aperceber-se que andavam aos tiros em Santo António, chamou a GNR e ainda tiveram problemas aqueles que voluntariamente estavam a tentar resolver um problema. O monte encontra-se neste momento, coberto pela vegetação infestante e estes são  os únicos pinheiros que sobrevivem no monte, por tal seria de todo importante protege-los desta ameaça. Na freguesia, não tem sido muito habitual registarem-se situações destas, no entanto neste local é a segunda vez que tal acontece a ultima aconteceu em Março de 2011. Estes casulos são da designada processionaria e chama-se assim pelo facto das largatas, tipo minhoca,  se movimentarem sempre em fila unidas umas as outras e causam alergias nas pessoas,  quando se tocam.

DSC03423.JPG

 Na imagem em baixo, pode ver-se as largatas que abandonam o pinheiro.

DSC03429.JPG

 

 

Processionária em áreas urbanas e peri-urbanas       

Aspectos gerais da processionária, vulgo "lagarta do pinheiro". Métodos de controlo aconselhados em zonas habitadas.

 ASPECTOS GERAIS

Trata-se de um insecto desfolhador dos pinheiros e cedros.
Os ataques variam de intensidade de acordo com os seus níveis populacionais, fortemente influenciados pelas condições climáticas.

Em termos de produção lenhosa, verifica-se uma redução do crescimento das árvores no período em que ficam desfolhadas. No entanto, à excepção de ataques sucessivos em árvores jovens, estas em geral recuperam e não morrem.

Em termos de saúde pública, a processionária pode representar, no entanto, um problema sério, sobretudo em anos de níveis populacionais elevados e junto a locais habitados.
Em termos de produção lenhosa, verifica-se uma redução do crescimento das árvores no período em que ficam desfolhadas. Como todos os insectos, desenvolve-se passando por fases que são:

  • Ovo
  • Lagarta
  • Pupa ou crisálida (casulo)
  • Insecto adulto (borboleta)

As lagartas passam por 5 estádios de crescimento.
A partir do 3º estádio possuem pêlos urticantes que causam alergias na pele, globo ocular e aparelho respiratório.
Estas alergias são sempre muito desagradáveis e podem ter consequências graves, dependendo da sensibilidade do indivíduo atingido.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub