Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

         VESPA ASIÁTICA.                   

SE NÃO FOREM OS VOLUNTÁRIOS, BEM QUE MUITOS NINHOS NÃO SÃO ELIMINADOS.

IMG_11961.JPG

 

Foram pelo menos quatro vezes mais os ninhos de vespa asiáticadetetados este ano emAfife em termos comparativos com o ano anterior, o que tem deixado com preocupações redobradas os apicultores. O problema maior é a demora na eliminação de ninhos por parte dos bombeiros, que se tem deslocado à freguesia para fazerrespetiva identificação e assinalar com uma fita, mas depois ninguém mais aparece paraefetuar a sua destruição. Há no entanto a assinalar  algumasações que tem sidoefetuadas  por conta própria de alguns  apicultores  na retirada e eliminação de ninhos de vespa asiática. Fomos saber junto das pessoas que jádetetaram ninhos e apuramos que algumas alertaram a GNR, outras os bombeiros e algumas passaram a palavra, porque não sabiam a onde se deveriam dirigir. Há ainda moradores que nem se haviam apercebido de ninhos nas suas áreas de residências, embora tivessem notado a presença das vespas. Tivemos conhecimento de um morador na freguesia que foi mordido no pescoço por uma destas vespas. EmAfife e por aquilo que nos foi possível apurar,apenas um ninho foi eliminado pelos bombeiros,enquanto que  todos os outros foram eliminados por um apicultor que por contapropria temefetuado esse trabalho um pouco pelas freguesias do concelho. Acompanhamos a eliminação de dois ninhos emAfife, um numa pereira à porta de uma residência e onde os bombeiros já haviam feito o reconhecimento, aqui  Abílio Azevedo  em 10 minutos  eliminou o ninho, ou seja, demorou mais tempo para se equipar, que propriamente para eliminar o ninho, este encontrava-se a uns seis metros de altura. Acompanhamos outra destruição de mais um ninho no Monte de santo António, este de maiores dimensões e a uma altura bem mais significativa. esta eliminação demorou  um pouco mais de uma hora, dado haver uma escada de apenas 12 metros,tendo sido necessário escalar uma parte da arvore e mesmo assim o ninho ainda estava uns metros mais acima. O difícil até nem sequer foi o eliminar as vespas, mas sim a retirada do ninho, aqui terão sido mortas entre 2 a 3 mil vespas. Ouvimos  pessoas que tem procedido à eliminação destes ninhos, onde um apicultor deLanhelas nos referenciou ter este ano eliminado mais de 30 ninhos, pelo método doinseticida, dizendo que é o mais pratico e eficaz.Abilio Azevedo é outro apicultor deCarreço que se tem dedicado a eliminar ninhos  com a técnica da cana de pesca e sprayinseticida. Todo o material foi adquirido à sua custa e diz ter retirado ninhos,sempre durante a noite de pinheiros com uma altura superior a15m e20m . Para os apicultores com quem falamos, dizem que tem gastos  acrescidos com os seusapiários, alguns temas abelhas fechadas e tem que comprar comida para elas,outros  à que dizem ter quebras significativas na produção do mel e outros salientaram ter perdido quantidades de colmeias. Quanto as pessoas em geral, vão adiantando que deveria haver mais apoio por parte do ministério da agricultura e outros organismos para combater eficazmente esta praga, o que dizem que à boa maneira Portuguesa,foi o deixar andar, salientam ainda que os bombeiros não chegam para tudo e alguns dizem que estes apenas tem retirado os do rés do chão e que aação deles é tardia (apesar dos alertas), em parte os ninhos começam a estar praticamente vazios, as rainhas fundadoras já "fugiram" provavelmente começaram a hibernar. Para a maioria com quem falamos, seria melhor e mais eficaz apoiar os voluntários que estão a fazer umotimo trabalho por sua conta e estes sentiriam-se mais motivados para dar continuidade a este trabalho, porque soubemos que para a eliminação de um ninho em media, são necessários dois sprays deinseticida e cada um custa pelo menos dois euros. Alguns apicultores pedem medidas urgentes com vista à próxima primavera, altura em que vão voltar a aparecer novos ninhos,porque em relação ao ano anterior, emAfife quadruplicaram os ninhosdetetados, porque muitos adiantam que em áreas mais de montanha, muitosoutros ninhos devem existir, porque se trata de áreas de reduzida afluência de pessoas.

IMG_11957.JPG

 

20141022_224733.jpg

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub