Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

AFIFE DIGIT@L jornal on-line de Afife

NOTICIAS LOCAIS E REGIONAIS ACTUALIZADAS SEMANALMENTE AOS SÁBADOS ÀS 21h30 ........ e-mail: afifenoticias@sapo.pt

VIANA QUEIMOU O JUDAS

VIANA QUEIMOU O JUDAS

DSC03109.JPG

Tradição que continua a evocar a Maria do gago, senhora da Ribeira Vianense que organizava sempre no sábado de Aleluia a queima do Judas da Ribeira, depois do seu desaparecimento, coube à então junta de freguesia de Monserrate, manter a tradição e organizar a queima. No entanto a união das freguesias, que neste caso envolve,Monserrate, Meadela e Santa Maria Maior, mantém-se fieis a esta tradição e chamam a si a organização desta tradição da Ribeira. Assim com os bombos de Santa Marta a abrir o corteje, que saiu do largo da estação, o cortejo atravessou a cidade, passando pela Praça da Republica, percorrendo as ruas da Ribeira, até ao caminho de acesso ao castelo de S. Tiago da Barra. O desfile, conta com os bombos, o juiz de fora e o escrivão, o andor com a Judas a queimar e seguem-se as carpideiras, que eram as pessoas que antigamente eram pagas para chorar junto dos defuntos. Estas pronunciam choros e ladainhas e na altura da leitura do testamento, aproveitam para meter umas bicadas na conversa. Foram muitos aqueles que se deslocaram até à Ribeira para ouvir a leitura do testamento e ver a queima do Judas e o cortejo ate apanhou muitos de surpresa, já que a cidade contava com um numero elevado de turistas Espanhóis, que passavam pela cidade vindos de Braga, entre outros destinos. Como manda a tradição o Judas ao chegar à Ribeira é enforcado na terceira árvore de acesso ao castelo, é lido o testamento e depois à ordem do juiz de fora, é queimado, em fogo de artificio, onde a primeira bomba a estourar, é precisamente na cabeça do Judas e a partir daí, o corpo é envolto em chamas. O testamento não esqueceu as partes mais polémicas da cidade, começou pelos 130 anos doSportClub Vianense, atirou bicadas ao facto de o Vianense ter a maioria dos seus escalões em campeonatos nacionais e só os seniores estão no regional, ainda o edifico degradado daQuimigal, que vai ser demolido antes que o prédio do Coutinho, apresentou uma proposta para honrar Amadeu Costa, o parque do Gil Eanes, onde é preciso pagar, foi também nota de quadra do Judas. A praia norte, o Judas também alertou para a falta de WC, os cãezinhos que vão para a praia do Coral, onde vão fazer coco e muito mais.

A parte de encenação esteve uma vez mais a cargo do À Margem Armazem Teatral

DSC03068.JPG

O anunciador da queima do Judas, com o seu funil, vai durante o percurso alertando as pessoas que foi ordenado que pelo meio dia, o Judas fosse enforcado, na terceira árvore de acesso ao castelo de  S. Tiago da Barra, segundo ordem do Meritíssimo juiz de fora, que segue logo a seguir, acompanhado pelo escrivão. 

DSC03069.JPG

DSC03072.JPG

 As carpideiras, também elas do À Margem Armazém Teatral, com uma exemplar participação.

DSC03085.JPG

 O cortejo entra pelas ruas da Ribeira, onde as pessoas ocorrem a porta ou à rua, para ver passar o Judas.

DSC03091.JPG

 Na entrada para o caminho de acesso ao castelo, são já muitos aqueles que esperam pelo cortejo.

DSC03091 (1).JPG

 

DSC03105.JPG

 Agora que tudo está preparado, o juiz de fora acompanhado pelo escrivão, ordena a leitura do testamento.

DSC03109.JPG

 Depois de terminado o testamento, foi o pegar fogo à peça, com a presença das forças policiais da cidade e os bombeiros municipais por perto.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CONTADOR

Contador Gratis

Favoritos

Links

.

  • .

.

  • .

.

  • .
  • .

.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

on line


contador de visitas